publicidade-o-que-e

O que significa publicidade e qual a sua importância?

Por: José Roberto Marques | Blog | 08 de janeiro de 2021

Diariamente, você é bombardeado por comunicação publicitária de diversas formas. Desde a hora que você acordou até este momento, você, com certeza, foi impactado por banners na internet, filmes comerciais na televisão, spots no rádio, anúncios impressos e notificações de ofertas no seu e-mail ou no seu celular, não é mesmo?

Isso acontece porque toda empresa precisa ser conhecida para obter clientes, e a publicidade é o tipo de comunicação responsável por promover os negócios. No entanto, essa área da comunicação é bastante complexa e gera algumas dúvidas. Se você deseja saber exatamente o que é a publicidade e como ela pode ser útil, continue a leitura deste artigo.

Conheça a metodologia capaz de potencializar seus resultados!
Clique aqui e acesse meu ebook “Leader Coach”, é um presente!

Qual a diferença entre publicidade, propaganda e marketing?

Muitas pessoas confundem esses três conceitos, sendo importante diferenciá-los. O marketing é o mais amplo dos três, pois se trata de uma área da administração de empresas responsável por 4 elementos, conhecidos como os 4 Ps:

  • Produto: definição de produtos e serviços que resolvam algum desejo ou necessidade identificada na sociedade;
  • Preço: definição do valor financeiro desse produto e de suas formas de pagamento;
  • Praça: definição dos canais de distribuição do produto;
  • Promoção: definição das formas de divulgar esse produto — publicidade, marketing digital, ações promocionais, merchandising, promoção de eventos, relações públicas etc.

Como é possível perceber, a publicidade aparece dentro do quarto P do marketing (o da promoção, ou seja, da divulgação da empresa e de suas soluções). Portanto, a publicidade consiste na divulgação de marcas, produtos e serviços, com o objetivo de estimular a compra. Para isso, diversos meios de comunicação podem ser utilizados, como a internet, os aplicativos de celular, os jornais, as revistas, a televisão, o rádio, os cartazes, os painéis, entre outros.

Muitas vezes, o conceito de propaganda é utilizado como sinônimo de publicidade. No entanto, alguns autores fazem questão de diferenciá-los, citando que a publicidade tem um objetivo financeiro de estímulo à compra, enquanto a propaganda tem um objetivo ideológico de promover conscientização e atitudes específicas. Assim, um filme televisivo da Coca-Cola é um exemplo de publicidade, enquanto uma campanha governamental de incentivo ao uso de preservativos é um exemplo de propaganda.

Publicidade: história e importância

Agora que você já conhece as diferenças entre os conceitos de marketing, publicidade e propaganda, é hora de ressaltar a importância da publicidade.

Não se sabe ao certo quando a comunicação publicitária surgiu. Há registros de pessoas criando anúncios de seus produtos em pedras e muros nas civilizações mais antigas, como o Egito, a Grécia Antiga e o Império Romano.

Contudo, a publicidade como a conhecemos hoje surgiu no século XIX. Nesse período, os avanços econômicos produzidos pela Revolução Industrial acirraram a competitividade dos produtores. Isso exigiu que eles desenvolvessem uma comunicação que convencesse o público a optar por seus produtos, e não pelos da concorrência. A primeira agência de publicidade surgiu nos Estados Unidos, em 1841.

No início, a ideia das agências era criar uma comunicação empresarial para impactar o máximo possível de pessoas. Hoje em dia, porém, é sabido que essa estratégia não vale a pena, de modo que é preciso investir numa comunicação mais segmentada e direcionada apenas ao público cujas características sejam compatíveis com as do produto anunciado.

A comunicação publicitária tem, portanto, o objetivo de promover vendas e de enaltecer marcas, de modo que consigam superar a concorrência na preferência do consumidor. Para isso, não basta falar do produto, mas de todos os benefícios que ele pode promover na vida das pessoas. Isso se faz com linguagem adequada ao público, em meios que sejam utilizados por essas pessoas, de forma criativa e convincente.

Você é feliz?

Quais são as áreas que existem dentro da publicidade?

Entre uma solicitação de campanha chegar numa agência de publicidade e um filme publicitário aparecer de forma encantadora no televisor da sua sala de estar, há um longo percurso. Na publicidade, existem cinco áreas básicas, embora algumas agências possam trabalhar com mais ou menos subdivisões, conforme a sua estrutura. São elas:

1. Atendimento

O setor de atendimento é o ponto de partida. Ele faz toda a comunicação entre a agência e a empresa que está solicitando os seus serviços. Cabe a esse setor conhecer o cliente, compreender as suas necessidades, levá-las ao time de planejamento e apresentar as ideias concebidas na agência ao cliente, a fim de obter a aprovação da campanha.

Esse profissional precisa ser comunicativo, empático, convincente, sensível às solicitações do cliente e, ao mesmo tempo, persuasivo para apresentar a campanha desenvolvida.

2. Planejamento

O setor de planejamento é o responsável por estruturar todo o plano de comunicação da empresa solicitante. Para isso, os profissionais da área fazem pesquisas para conhecer a empresa, compreender o contexto socioeconômico em que ela está inserida, identificar os diferenciais (dos produtos e da linha de comunicação) da empresa em relação à sua concorrência, além de conhecer a fundo o público-alvo da campanha.

O planejamento precisa incluir pesquisas microambientais (forças e fraquezas da empresa) e macroambientais (oportunidades e ameaças externas). A partir dessa análise, o time de planejamento constrói um plano de comunicação, com objetivos e estratégias claros, seguindo um cronograma de campanha.

3. Mídia

O profissional de mídia é o responsável por definir quais são os meios e os veículos mais indicados para a veiculação da campanha, além de determinar a sua duração e a frequência das inserções.

É esse profissional que determina, por exemplo, que o filme publicitário de 30 segundos será veiculado diariamente por 30 dias na rede globo, mais precisamente no intervalo do Jornal Nacional. Todas essas decisões devem ser justificadas, dentro do planejamento estratégico da campanha. Além disso, o profissional da área também deve conduzir as negociações da compra dessa mídia, visando ao melhor custo-benefício possível.

4. Criação

O setor de criação é o responsável por criar as peças publicitárias (roteiros de filmes, anúncios impressos, roteiros de spots de rádio, outdoors etc.). Esse trabalho geralmente é feito em duplas de criação, que consistem em um diretor de arte e em um redator.

O diretor de arte cuida de toda a parte visual das peças, o que inclui o desenvolvimento de logotipos e de toda a identidade visual da marca, a definição de cores e de fontes para a campanha, a seleção de imagens e a composição dos anúncios (distribuição dos elementos no espaço disponível).

O redator, por sua vez, responsabiliza-se pelos textos da campanha, incluindo as frases dos anúncios impressos, os títulos, os slogans e os roteiros das peças para rádio e televisão.

5. Produção

O setor de produção vai dar vida ao que foi criado pelo diretor de arte e pelo redator. São esses os profissionais que filmam os comerciais de televisão, que gravam os spots para o rádio, que finalizam a produção das peças gráficas, que fecham os orçamentos com as gráficas e produtoras audiovisuais etc.

A produção online é uma área que tem crescido muito, especialmente no que diz respeito ao desenvolvimento de estratégias de comunicação para a internet: textos em blogs, posts em redes sociais, vídeos, e-mail marketing, entre outras estratégias digitais.

Além desses cinco setores básicos, há agências que contam com outros setores de apoio, como o financeiro (que negocia e fecha os orçamentos das campanhas), o setor de pesquisas (que conduz pesquisas de mercado para auxiliar os profissionais de planejamento e mídia) e o tráfego (que organiza as demandas internas da agência e garante as entregas de cada área dentro do cronograma de campanha).

Como é possível perceber, a área da publicidade é extremamente importante para a vida das empresas na atualidade. Por meio dela, as marcas tornam-se conhecidas, divulgam os seus produtos e ainda comunicam um estilo de vida específico.

Os profissionais da área precisam ser criativos, organizados, ávidos por pesquisas, e planejadores estratégicos. Além disso, precisam estar muito atentos a tudo o que ocorre na economia, na comunicação social, nas artes, na psicologia do comportamento do consumidor, entre outras fontes de conhecimento. Só assim o publicitário será um profissional completo e competente.

E você, o que pensa a respeito da publicidade? Ela já te convenceu a comprar algo? Você se lembra de campanhas criativas que chamaram a sua atenção? Então, deixe o seu comentário com as respostas no espaço abaixo e não se esqueça de compartilhar este artigo com os seus amigos, colegas e familiares, por meio das suas redes sociais.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: