gestao-de-talentos

Banco de Talentos – O que é e como aplicar?

Por: José Roberto Marques | Blog

Quando uma empresa decide iniciar um processo de recrutamento e seleção de novos colaboradores, ela já sabe que serão semanas de bastante trabalho e até mesmo de custos elevados para si. Isso porque muitos de seus esforços e sua atenção serão direcionados para encontrar os melhores profissionais, capazes de atender suas expectativas e necessidades naquele momento. 

Por esta razão, com o passar do tempo, as organizações foram elaborando formas de otimizar este processo, para que as contratações se tornassem cada vez mais assertivas e também otimizadas, reduzindo, significativamente, os custos decorrentes dele. 

Neste contexto, foi criado o Banco de Talentos, que nada mais é que uma ferramenta extraordinária, capaz de deixar este processo de recrutamento e seleção ainda mais acelerado. 

Para entender como o Banco de Talentos funciona, como ele pode ser aplicado e quais seus principais benefícios, convidamos você a nos acompanhar nessa leitura e conferir. 

Conheça os passos que vão te tornar um Líder Extraordinário!
Clique aqui e baixe meu ebook “Leader Coach”! É um presente!

O que é Banco de Talentos?

Com certeza, você e seus colegas de trabalho já ouviram falar no Banco de Talentos. Ele, nada mais é, que uma espécie de conjunto de informações, relacionados aos candidatos a uma vaga dentro da empresa. Nele, é possível encontrar dados pessoais do indivíduo, como idade, telefone, endereço, bem como informações técnicas, como a sua formação, experiências e especializações profissionais, entre diversos outros. 

Por mais que se acredite que o Banco de Talentos é composto apenas de informações relacionadas aos profissionais externos, é possível incluir também nele dados dos colaboradores que já fazem parte da organização. Assim, os profissionais de recrutamento e seleção podem recorrer a ele na hora de realizar, por exemplo, promoções internas e reestruturação de equipes. 

Além disso, o Banco de Talentos serve também para guardar dados e informações de candidatos, que participaram, anteriormente, de processos seletivos da empresa, porém não tiveram a oportunidade de serem contratados naquele momento. 

Como formar um Banco de Talentos em sua empresa?

Depois de entendermos do que se trata, efetivamente e na prática, o Banco de Talentos, vamos conhecer os passos para formar um, que realmente contribua para tornar os processos seletivos mais assertivos e otimizados.

Conte com uma plataforma digital

Na construção do Banco de Talentos da sua empresa, é fundamental contar com apoio tecnológico. Isso porque ele vai deixar os dados e informações que você precisa mais organizados, contribuindo para que a sua equipe de recrutamento tenha uma facilidade maior na gestão de currículos. 

Por isso, procure uma ferramenta que auxilie e torne este processo o mais ágil e otimizado possível. 

Você é feliz?

Atualize sempre os currículos

Atualizar constantemente as informações e dados dos candidatos vai ajudar na interpretação correta dos perfis e também na contratação assertiva dos mesmos, evitando que currículos antigos sejam descartados, por falta de atualização, e que se perca a oportunidade de contar com um profissional verdadeiramente capacitado para ocupar a vaga oferecida. 

Opte pela organização por categorias

Este é um ponto primordial na construção do Banco de Talentos de sua empresa. Isso porque, ao organizá-lo por categorias, você diminui, consideravelmente, o tempo de busca das informações que você precisa, no momento de realizar a seleção do perfil de candidatos que almeja. 

Você pode organizar as categorias da forma mais diversa que desejar, no entanto, é preciso que elas mantenham-se sempre de acordo com as habilidades e competências procuradas por sua empresa.

Mantenha os melhores currículos separados

Nos processos de recrutamento e seleção, determinados currículos vão acabar se destacando dos demais. Ao se deparar com esta situação, opte por mantê-los separados, porque isso pode ter grande serventia para a sua empresa no futuro, já que poderá convidar, novamente, para uma conversa, profissionais que quase preencheram uma vaga na organização, mas não conseguiram naquele momento. 

Conheça os passos que vão te tornar um Líder Extraordinário!
Clique aqui e baixe meu ebook “Leader Coach”! É um presente!

Lembre-se da LGPD

Por se tratar de uma grande reunião de dados e informações dos mais variados tipos de profissionais, o Banco de Talentos com certeza está sujeito à Lei Geral de Proteção de Dados. 

Por isso, é fundamental que somente pessoas autorizadas tenham acesso às informações contidas no Banco, bem como à sua atualização; que haja transparência no armazenamento destes dados, ou seja, que seja esclarecida a finalidade deste armazenamento; que se peça autorização para a coleta de dados; e que, principalmente, haja responsabilidade no manuseio destes dados, para que nenhum profissional seja prejudicado. 

Construir um bom Banco de Talentos para a sua empresa, vai ajudá-la a fazer melhores contratações, contando, cada vez mais, com profissionais altamente capacitados, para compor o quadro de colaboradores da organização. 

Você já conta com esta ferramenta em sua empresa? Quais resultados está obtendo através dela? Deixe um comentário, falando da sua experiência com o Banco de Talentos, e lembre-se de continuar acompanhando nossos conteúdos diários, para aprimorar ainda mais seus conhecimentos pessoais, profissionais e empresariais. 

Imagem: Por Andrii Yalanskyi

 

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: