controle-emocional

A importância de ter controle emocional no trabalho

Por: José Roberto Marques | Blog

A vida, dentro de um ambiente organizacional, pode proporcionar inúmeros desafios. Afinal de contas, existem metas a serem cumpridas, objetivos a serem alcançados, ordem a serem seguidas, decisões a serem tomadas.

Resumidamente falando, se trata de um ambiente com muita pressão e que pode se tornar bastante estressante e cansativo onde poderão surgir muitas consequências negativas quando não conseguimos lidar com essa rotina.

Deste modo, faz-se necessário um bom gerenciamento e controle das nossas emoções para que as influências negativas não se tornem o ponto de partida para problemas que afetem o nosso desempenho e, até mesmo, a nossa saúde mental.

Um indivíduo com controle emocional é capaz de lidar com os problemas de forma positiva, sem deixar que as situações adversas atinjam negativamente em sua vida, evitando que os aborrecimentos se tornem motivo de apatia, desmotivação e, em casos extremos, patologias como a síndrome de burnout, ansiedade e estresse excessivos e até mesmo o surgimento de uma depressão.

Saiba como cultivar melhores relações pessoais e profissionais!
Baixe agora meu ebook “Tudo Sobre Coaching”! É um Presente!

Controle emocional no trabalho

O trabalho é um dos ambientes que mais fazem com que as pessoas fiquem nervosas e desgastadas. Questões que variam de pequenas fofocas à críticas destrutivas, por exemplo, são capazes de provocar estados emocionais ruins e prejudiciais tanto para as pessoas como para as atividades da organização.

Mas é preciso ficar atento, nem sempre o problema é único e exclusivo do clima organizacional. É preciso avaliar muito bem essa questão, afinal, existe sim a hipótese de estarmos trabalhando em um local onde o clima não é nada bom.

Deste modo, existe uma grande probabilidade de ocorrer situações bastante negativas, afinal, em um clima organizacional que não é saudável, podemos nos deparar com:

  • Elevada desmotivação;
  • Tensões e conflitos entre colaboradores, gestores e líderes;
  • Má gestão;
  • Falta de respeito;
  • Comunicação repleta de ruídos e feedbacks ruins;
  • Altos índices de absenteísmo e turnover;
  • Instabilidade emocional.

Por outro lado, pode ser que não estejamos bem com as nossas próprias emoções, e , assim, pequenas situações podem ser capazes de nos gerar um grande desconforto. Mesmo em um local onde o clima organizacional é considerado bom.

A questão é que, independente da situação, é essencial que possamos desenvolver um bom controle emocional. Afinal, esse bom controle nos permitirá lidar, da melhor maneira, com as questões do dia a dia. Assim, é possível garantir qualidade de vida e bom desempenho nas atividades, sem deixar que os empecilhos possam nos influenciar emocionalmente e venham a intervir negativamente no alcance de metas e objetivos, sem contar as questões inerentes à saúde que já mencionei acima.

Um bom controle emocional permite que o indivíduo atribua novos significados às situações negativas que presencia todos os dias, transformando algo teoricamente limitante em uma ferramenta de impulso para a evolução e crescimento contínuo.

Ter um bom controle emocional contribui e muito para o nosso desenvolvimento, tanto pessoal quanto profissional. Além das vantagens já citadas por mim, no decorrer deste artigo, existem inúmeras outras como:

Você é feliz?

  • Autoconhecimento referente às próprias emoções, limitações e sentimentos;
  • Maior facilidade em lidar com situações de tensão e conflito;
  • Comunicação mais clara e assertiva permitindo o desenvolvimento de relacionamentos mais saudáveis;
  • Aumento da empatia pelo próximo;
  • Mais autoestima;
  • Melhor produtividade.

Confira algumas dicas que vão te ajudar a desenvolver o seu controle emocional e conquistar cada uma dessas vantagens que já citei acima e muito mais.

Dicas para ter controle emocional

Se conheça melhor

Conhecer a si mesmo é, muito provavelmente, o primeiro grande passo para qualquer pessoa que deseja desenvolver um melhor controle emocional, isso porque, só é possível controlar melhor as suas emoções à medida que você as conhece. 

O autoconhecimento ajuda a entender e compreender suas próprias emoções, tornando-se possível que você identifique aquelas emoções que precisam ser aprimoradas e desenvolvidas.

Aprimore a sua resiliência

A resiliência é uma importante habilidade e que deve ser aprimorada por toda pessoa, seja frente ao ambiente de trabalho ou também em relação a sua vida pessoal.

Ela permite que você consiga lidar com situações estressantes e de grande tensão sem que você perca o controle. Compreenda que ser resiliente não quer dizer que você se tornará um saco de pancadas e irá reprimir tudo, pelo contrário.

Mas, a resiliência permitirá que você não tome decisões sem pensar.

Não guarde sentimentos negativos

Tente não se prender a um sentimento ou sensação ruim. Em vez disso, descarte-os e substitua-os por uma postura otimista. Descubra o poder da mente positiva e conquiste mais!

Respeite seus limites

Não teste suas emoções. Antes de estourar, tente se afastar e faça uma reflexão profunda sobre a situação. Decisões tomadas no calor do momento nunca são bem vindas e podem ser bastante nocivas, gerando consequências bastante negativas.

Opte por não agir no impulso, caso você se encontre em um momento delicado e com a mente tomada por um turbilhão de emoções, sentindo-se estressado, com raiva, ódio e outros sentimentos negativos, afaste-se e reflita.

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto é FELIZ!
Clique aqui e conheça nosso”Termômetro da Felicidade” !

Entenda o que significa, e também, pratique a Empatia

Você sabe o que significa o conceito de empatia? Ele diz respeito à habilidade que uma pessoa possui de colocar-se no lugar de outra. Em outras palavras, de entender e compreender melhor sobre como um colega de trabalho está se sentindo, sobre o que ele está passando.

Lembre-se que o ambiente de trabalho pode ser bastante caótico e que, ainda, lidamos diariamente com pessoas  que possuem origens diferentes, visões de vida diferentes e que, em suma, possuem muitas diferenças umas das outras, mesmo que trabalhem em setores exatamente idênticos.

A prática da empatia vai te ajudar a ter uma visão muito mais aprofundada em relação às pessoas que estão ao seu redor, permitindo que você seja capaz de lidar muito melhor com situações de grandes divergências e conflitos.

Exercite-se

Os exercícios físicos propiciam sensação de bem-estar e maior disposição, fatores importantes para ajudar na relação com as emoções negativas.

Lembra-se daquela célebre frase? Corpo são mente sã. Ela está totalmente relacionada com essa dica, afinal os níveis de serotonina, dopamina e noradrenalina se mantêm elevados por horas, mesmo depois do término do exercício, produzindo uma sensação de relaxamento e bem-estar.

Gostou do artigo? Então, comente e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: