Saiba como lidar com críticas destrutivas

Por: José Roberto Marques | Blog | 02 de março de 2015
pessoas compartilhando sua opinião

© Depositphotos.com / iqoncept É essencial não levar as críticas para o lado pessoal, refletir sobre o problema e aceitar que você pode estar errado.

As críticas estão sempre presentes em nosso dia a dia. Dependendo da forma como são feitas, podem ser eficientes ferramentas de crescimento e aprendizagem, uma vez que geralmente apontam comportamentos, atitudes e pensamentos que precisam ser mudados. Além disso, transformam a maneira de lidar com problemas e situações de dificuldade, gerando melhores resultados no âmbito pessoal ou profissional.

Segundo o dicionário, crítica nada mais é do que uma análise avaliativa de alguma coisa; a ação de julgar ou de criticar algo ou alguém. Existem dois tipos de crítica: as construtivas e as destrutivas. O primeiro tipo abrange as considerações respeitosas, que ressaltam aspectos positivos ou contribuem com a melhoria e crescimento de uma determinada pessoa. As críticas destrutivas, por outro lado, são feitas de palavras ou afirmações negativas, que têm como objetivo julgar, ressaltar defeitos ou diminuir uma pessoa.

Saiba como cultivar melhores relações pessoais e profissionais!
Baixe agora meu ebook “Tudo Sobre Coaching”!
É um Presente!

Lidar com críticas construtivas é sempre mais fácil, pois elas permitem a análise dos aspectos positivos que podem contribuir com o desenvolvimento pessoal e profissional. Mas, e quando a crítica é destrutiva, será que é possível lidar com ela de maneira saudável?

Dicas para lidar com as críticas destrutivas

Confira três dicas poderosas que podem te ajudar a lidar com as críticas destrutivas:

1-     Não leve para o lado pessoal

Seja qual for o conteúdo da crítica, é fundamental que você não leve o que foi dito para o lado pessoal, pois isso pode prejudicar não apenas sua autoestima e autoconfiança, mas também seu desempenho.

Você é feliz?

Embora existam pessoas que dão opiniões e julgamentos com a intenção de magoar ou menosprezar, a maioria das críticas geralmente aborda seu comportamento, e não a pessoa que você é.  Por isso, tente não criar sentimentos negativos sobre a pessoa que lhe criticou, pelo contrário: aproveite o que foi dito como uma forma de se tornar uma pessoa e um profissional ainda melhor do que você já é.

2-     Reflita antes de falar

Geralmente, a primeira reação ao receber uma crítica negativa é “responder à altura” do que foi dito — o que nem sempre é a melhor coisa a se fazer. É claro que ninguém gosta de ser julgado, muito menos negativamente, mas saiba que é possível responder a uma crítica destrutiva de forma inteligente e madura. Basta que você controle a impulsão e reflita.

Esfrie a cabeça, repense o que foi dito e absorva o que for bom para o seu crescimento, e excluir tudo aquilo que não acrescenta.

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

3-     Aceite que você também pode errar

O feedback, por mais destrutivo que seja, é sempre uma oportunidade de avaliar os próprios pontos que precisam de melhoria e reconhecer que também estamos sujeitos a falhas.

A verdade é que ninguém gosta de ter defeitos. Ou melhor: ninguém gosta de admitir que possui defeitos. Portanto, uma ótima maneira de lidar com críticas ou comentários maldosos é admitir que você não é perfeito, mas está sempre propício ao desenvolvimento. Neste sentido, aproveite o que foi dito para repensar em suas qualidades, comportamentos e identificar o que pode ser melhorado.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: