ser-gentil

Por que ser gentil é tão importante?

Por: José Roberto Marques | Blog

Gentileza gera gentileza, já diz o ditado. Uma atitude gentil não precisa ser algo muito grandioso. Segurar o elevador para que alguém entre, fazer um elogio sincero e oferecer uma palavra amiga diante de um momento de dificuldade já são alguns exemplos bastante claros de gentileza.

Gestos do tipo são importantes por diversos motivos. Eles são benéficos tanto para a pessoa que recebe a gentileza quanto para o indivíduo de quem essa atitude partiu. A seguir, você confere uma lista com 7 bons motivos para você ser gentil com as outras pessoas. Descubra o que a gentileza faz por você:

1. Permite a construção de relacionamentos mais felizes

Muitos psicólogos, entre outros estudiosos da mente humana, defendem a ideia de que fazer o outro feliz é também uma maneira de aumentarmos a nossa própria felicidade. Além disso, agir com gentileza em direção a uma pessoa é uma maneira de demonstrar a ela o quanto gostamos de tê-la em nossas vidas.

Dessa forma, a gentileza nos aproxima das pessoas e facilita a criação de vínculos afetivos com elas. Isso vale para a família, para os amigos, para os colegas de trabalho, entre outros locais que frequentamos. Quando somos amigáveis, generosos e atenciosos, estamos automaticamente combatendo a postura egoísta e individualista tão comum atualmente. Com isso, acabamos nos tornando exemplos para que mais pessoas possam aderir a essa cultura da gentileza.

2. Alivia os transtornos emocionais

Alguns estudos foram realizados com pessoas que faziam trabalhos voluntários de vez em quando. Os cientistas que conduziram essas pesquisas chegaram à conclusão de que as pessoas que executavam esse tipo de atividade eram mais satisfeitas em geral com as suas vidas, em relação às pessoas que não trabalhavam dessa forma.

Além disso, a pesquisa também concluiu que esses indivíduos que faziam atividades voluntárias tinham mais bem-estar individual e menos sintomas associados a quadros como a depressão e os transtornos da ansiedade.

Como citamos anteriormente, a mente se sente mais feliz ao perceber que nós fomos capazes de oferecer algum benefício, mesmo que pequeno, a outra pessoa. A gentileza, portanto, nos confere mais qualidade de vida e saúde da mente.

3. Estimula o convívio social

Quando fazemos uma gentileza a alguém, estamos automaticamente fortalecendo o nosso relacionamento com essa pessoa. Como se sabe, conviver bem com os familiares, com os amigos e com os colegas da vida profissional é um fator muito importante para alcançarmos os nossos objetivos e para sermos mais felizes e saudáveis, de maneira geral.

Alguns estudos também apontam que ações altruístas (aquelas que beneficiam o outro — o oposto do egoísmo) facilitam as integrações sociais, distraem o indivíduo de seus problemas particulares, melhoram a autoestima da pessoa e ainda impactam positivamente o seu humor.

Esse somatório de benefícios permite que as pessoas sejam mais ativas e proativas, sem medo de estabelecer vínculos umas com as outras. Naturalmente, essa integração entre pessoas torna a vida mais fácil, já que estimula um espírito de cooperação.

4. Reforça regras básicas de educação

Uma boa educação é aquela em que, desde a infância, o indivíduo é ensinado a respeitar o espaço alheio e a jamais ferir os sentimentos do outro. Com o passar do tempo, porém, alguns indivíduos parecem esquecer-se da educação que receberam. Por isso, é tão comum encontrarmos chefes autoritários, motoristas que xingam os outros, pessoas que lutam apenas por seus interesses e familiares em conflito.

Você é feliz?

A gentileza reforça o uso daquelas palavras básicas, mas que fazem toda a diferença, como “bom dia”, “por favor”, “obrigado” e “com licença”. Além disso, ela relembra as pessoas da importância de saber ouvir, de colocar-se no lugar do outro, de dizer a verdade de maneira serena e de reconhecer os méritos de alguém. São pequenas regras de educação, mas que promovem uma mudança positiva e significativa nas relações.

5. Traz benefícios à saúde física

Assim como a saúde mental, a saúde física também é bastante beneficiada por atos de gentileza. De acordo com pesquisadores da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, a prática de atitudes gentis foi associada à produção de ocitocina, substância conhecida como “o hormônio do amor”, por estimular a afetividade entre as pessoas.

No entanto, essa substância também traz benefícios a diversos processos físicos, como o relaxamento de músculos, a redução de dores, a amenização dos sintomas típicos dos quadros de fibromialgia, além da redução dos níveis de pressão arterial.

Em outras palavras, podemos dizer que, além de melhorar a sua sociabilidade, a gentileza também protege o seu coração e ameniza as suas dores!

6. Aumenta a longevidade

Em consequência óbvia do item anterior, se a gentileza beneficia a saúde física e a saúde mental das pessoas, naturalmente pode-se dizer que ela também é responsável por aumentar a sua longevidade.

Estudos realizados nos Estados Unidos, novamente junto a um grupo de pessoas que faziam trabalhos voluntários, concluíram que as pessoas que fazem da gentileza uma ação recorrente têm um risco de morte 44% menor do que aquelas que não fazem atividades do tipo.

Além disso, uma pesquisa realizada por profissionais da Universidade de Michigan também reforçou a importância da gentileza. Segundo o estudo, as chances de morrer em cinco anos eram maiores nas pessoas menos gentis — aquelas que relataram não ajudar, de alguma forma, os seus familiares, amigos, colegas ou vizinhos.

7. Comprova o poder do exemplo

Por fim, lembre-se sempre de que um bom exemplo é contagiante. Você já percebeu que quando uma pessoa adentra um ambiente cheio de indivíduos estressados e nervosos, naturalmente ela também começa a se comportar dessa mesma forma? Por que então não ativar esse mecanismo de maneira positiva?

Ao longo deste artigo, você pôde conferir diversos exemplos de pequenas atitudes gentis que fazem a diferença, de forma positiva, no dia de uma pessoa. Portanto, se você perceber que existe a possibilidade de fazer algo de bom por alguém, não hesite em aproveitá-la. Assim, você estará estimulando essa pessoa a retribuir, além de servir de incentivo para que as demais pessoas daquele ambiente adotem comportamentos semelhantes. É assim que se constrói uma cultura de gentileza!

E você, se considera alguém gentil? Quais ações de gentileza você sente que pode adotar em seu dia a dia? Qual dos benefícios acima mais chamou a sua atenção? Deixe as suas respostas em um comentário no espaço abaixo. Além disso, não se esqueça de levar essas boas notícias aos seus amigos, familiares, colegas e a quem mais possa se beneficiar delas. Considere este um ato inicial de gentileza!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: