redes-sociais-marketing

7 dicas para impulsionar o seu negócio através das redes sociais

Por: José Roberto Marques | Blog | 14 de setembro de 2020

As redes sociais são locais, como o nome sugere, de interação social. Foram feitas, cada uma com suas características, para que as pessoas postem suas ideias e suas fotos, acompanhando também o que pensam seus amigos e familiares.

No entanto, além dessa função social, as plataformas desse tipo também se tornaram importantes vitrines para as empresas. Hoje em dia, a maioria das grandes marcas se faz presente no Facebook e no Instagram, por exemplo, para fazer publicações relevantes e interagir com seus públicos de interesse.

Mesmo as pequenas e médias empresas também podem se beneficiar dessa mídia. A seguir, você confere 7 dicas para impulsionar o seu negócio através das redes sociais.

1. Conheça seu público e selecione suas redes

Toda empresa precisa conhecer bem o perfil de seus clientes e de seu público-alvo, ou seja, daqueles que podem vir a ser clientes. Isso inclui gênero, idade, localização, condição socioeconômica, interesses, estilo de vida, desejos, problemas, entre outros. Da mesma maneira, as empresas precisam compreender bem a natureza de seus produtos e serviços para saber quem pode se interessar por eles.

Além disso, é importante entender que cada rede social possui suas características próprias. O Instagram, por exemplo, é uma rede extremamente visual. O LinkedIn, por sua vez, tem uma característica mais profissional, priorizando os textos e infográficos.

Fazendo a lição de casa e conhecendo bem as qualidades da empresa e de seu público, fica mais fácil selecionar as redes sociais nas quais vale a pena estar, por compatibilidade de perfis. A estratégia de estar presente em todos os canais pode não ser vantajosa. Faça suas escolhas.

2. Produza conteúdo relevante

É importante ressaltar que, embora seja possível anunciar produtos e serviços nas redes sociais, esse não é o propósito delas. Quem acessa uma rede social não quer ser bombardeado por ofertas, mas conferir conteúdos bacanas.

Assim, depois de escolher as redes e criar a página corporativa da sua empresa (as páginas corporativas sempre têm mais funções à disposição do que os perfis pessoais), publique conteúdo relevante. Notícias, dicas, curiosidades, fotos, eventos, posts motivacionais, memes e até mesmo um histórico da sua empresa são conteúdos atrativos, de acordo com o perfil de seus seguidores.

Ah, e não se esqueça de interagir com seus seguidores: sempre responda os comentários, mesmo aqueles que sejam negativos. Quem sabe você não muda a opinião da pessoa, não é mesmo?

3. Tire as pessoas das redes sociais

Essa dica parece paradoxal, mas ela é bem importante. A função das redes sociais é atrair um público de interesse e engajá-lo por meio de conteúdos interessantes. No entanto, para as vendas, que são os objetivos finais das empresas, é preciso conduzir os seguidores a outros lugares, fora das mídias sociais.

Por meio dos próprios conteúdos produzidos, atraia seus seguidores ao blog ou ao website da sua empresa. Nesses locais, você pode criar formulários ou landing pages prometendo conteúdos mais interessantes, como e-books, webinários ou eventos em troca dos dados pessoais de seus seguidores. Assim, você constrói uma lista de leads, ou seja, de clientes em potencial.

4. Construa um relacionamento

Com os dados de seus potenciais clientes em mãos, você deve continuar “alimentando-os” com conteúdos de maior valor, já que eles lhe deram seus próprios dados.

Assim, a comunicação fica mais intensa, mas sem ser invasiva. Lembre-se: jamais compre listas prontas de leads, pois você não sabe se aquelas pessoas têm interesse em seus negócios, além de ser uma comunicação não autorizada pela pessoa.

Você é feliz?

Nesse momento, o e-mail torna-se um bom canal para oferecer conteúdos e obter mais informações sobre os leads, num processo conhecido como “fluxo de nutrição”. Aí sim será possível começar a falar um pouco mais sobre a empresa e sobre seus produtos e serviços. A partir daí, o foco passa a sair dos conteúdos e canalizar-se para as vendas.

5. Faça suas vendas

Pronto. Chegou o momento que os empreendedores estavam esperando. Depois de um relacionamento construído com o consentimento do lead, chega a hora de vender. Depois de posts nas redes sociais, artigos nos blogs, formulários nas landing pages e muitos e-mails com materiais ricos, o seu lead já está sabendo tudo sobre sua empresa, seus produtos e seus serviços.

Agora, falta só um empurrãozinho para que ele compre. Conhecendo bem os dados do seu lead, o time de vendas conseguirá oferecer as soluções mais adequadas aos desejos ou necessidades dessa pessoa. É o momento de colocar a persuasão no jogo e efetivamente vender.

6. Fidelize seu cliente

Depois de todo esse processo de conquista, nutrição, persuasão e venda, chegamos ao fim, certo? Não mesmo! É aqui que muitas empresas jogam dinheiro fora. Você sabia que é muito mais fácil e barato fidelizar um cliente do que conquistar um cliente novo?

Portanto, mantenha seu relacionamento vivo com quem já comprou seu produto. Continue fazendo das redes sociais, dos blogs e da rede de e-mails canais de produção de conteúdo relevante.

Além disso, agora que você já conhece bem os gostos do seu cliente, fique atento ao seu histórico de compras para enviar-lhe ofertas mais personalizadas, estimulando uma recompra. É assim que um cliente se torna um verdadeiro defensor da marca, edificando uma relação de longo prazo.

7. Seja persistente

O trabalho com as redes sociais exige tempo, dedicação e esforço, afinal de contas, ele é o ponto de partida para atrair potenciais consumidores. Não é à toa que existem profissionais especializados na atividade: os analistas de social media.

Para que um trabalho seja bem-feito nas redes sociais, é preciso ser persistente e atentar-se para os seguintes itens:

  • Estude sobre todas as funcionalidades das redes sociais utilizadas: existem stories, chats, posts de vídeos, posts de links, posts de imagens, enquetes, mensagens privadas, enfim, uma infinidade de funcionalidades em cada rede. Estude bem aquelas que mais podem beneficiar o seu negócio.
  • Conheça os hábitos de seu público nas redes: analise os dados e descubra em quais dias e horários o seu público mais acessa a sua página. A partir desses hábitos, você consegue programar seus posts para alcançar o máximo possível de pessoas. Ah, e mantenha a frequência, sem “abandonar” as redes.
  • Construa um calendário editorial: separe os assuntos de seus conteúdos com antecedência, fazendo um planejamento semanal ou mensal. Assim, você pode pensar em posts temáticos, com base nos acontecimentos de sua própria empresa ou nas datas comemorativas, como Carnaval ou Natal, por exemplo. Faça um levantamento de pautas, produza os conteúdos (seja em áudio, texto, imagem ou vídeo) e programe antecipadamente a sua publicação – mas deixe um espaço vago para os assuntos que surgem “na hora”.
  • Monitore os dados: nos perfis corporativos nas redes sociais, é possível saber quais posts obtiveram maior visibilidade e engajamento e quais não foram tão bem. Assim, você perceberá quais assuntos, formatos de conteúdo, horários e dias da semana dão melhores resultados. Faça testes e experimentações, mas recalcule a rota de sua estratégia sempre que necessário.
  • Faça anúncios pagos: por fim, é necessário ressaltar que a maioria das redes sociais tem diminuído o alcance orgânico das publicações das empresas. Isso é feito com o objetivo de estimular os anúncios pagos. Se você desejar, invista uma grana no impulsionamento de suas publicações. Você pode segmentar bem o público a ser impactado e, possivelmente, conseguirá maiores conversões.

Um trabalho sério

O trabalho de social media exige uma profunda análise sobre os comportamentos dos clientes, organização, criatividade e muita produção de conteúdos relevantes. Relevante, aqui, não é o que você acha interessante, mas o que pode ser útil ou divertido ao seu público-alvo. Lembre-se de que ele é sempre a prioridade.

Por fim, não caia nos modismos, seguindo uma estratégia só porque “todo mundo está fazendo”. Faça pesquisas e testes, sempre monitorando o desempenho de seus posts. Social media é um trabalho divertido, mas é bastante técnico e menos “intuitivo” do que algumas pessoas possam imaginar.

Dessa forma, leve suas redes sociais a sério e atraia cada vez mais seguidores e potenciais clientes. Se você gostou das dicas acima, compartilhe sua opinião abaixo e divulgue esse conteúdo aos seus amigos.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: