Voltar

Os benefícios e malefícios da liderança liberal ou Laissez-Faire

Publicado em | 0 comentários
mãos unidas de colaboradores

© Depositphotos.com / pressmaster A liderança liberal dá total liberdade para que o grupo tome as decisões e divida tarefas entre si.

Liderar é a arte de comandar pessoas, atraindo-as e influenciando a todos de forma positiva, tanto na mentalidade como no comportamento. A habilidade de liderança pode surgir de forma natural, quando uma pessoa se destaca no papel de líder mesmo sem ocupar um cargo de liderança. Esse é um tipo de liderança informal, diferente de quando o líder é eleito por uma empresa e passa a assumir um cargo de líder.

Dentro de uma empresa, o líder é aquele que dirige um grupo de pessoas. Mas, em um contexto geral, existem vários tipos de líderes e funções de liderança que mudam de acordo com a característica de cada grupo.

A liderança é um comportamento que pode e deve ser aperfeiçoado. Entre as habilidades de um líder está o carisma, paciência, respeito, disciplina e, principalmente, a capacidade de influenciar seus subordinados de forma positiva.

Liderança Liberal ou Laissez-Faire

Existem diferentes estilos de liderança, cada um com a sua finalidade, vantagens e desvantagens. A liderança liberal, ou Laissez-Faire, é um tipo de liderança que avalia o comportamento, nível de conhecimento, habilidade e comprometimento dos subordinados.

O nome “Laissez-Faire” vem do francês, e significa “deixai fazer, deixai ir, deixai passar”. Este é um estilo de liderança liberal, em que o líder não se impõe aos seus liderados e dá total liberdade para que o grupo tome as decisões e divida tarefas. Neste modelo, o líder raramente se envolve em discussões, e entende que sua equipe possui maturidade e dispensa supervisão constante.

Existem situações na qual esse estilo de liderança possui maior eficácia, como:

  • No momento de avaliar o resultado de um processo de capacitação dos subordinados;
  • Para contribuir com o desenvolvimento da autoconfiança de seus subordinados;
  • Para avaliar a maturidade dos subordinados e a capacidade de relacionamento interpessoal entre pares, principalmente em momentos de conflito.

Por outro lado, um dos malefícios que a liderança liberal pode trazer é a falta de confiança dos colaboradores em seu líder. Isso acontece porque, como o grupo pode agir livremente, todos aprendem a não esperar nada do líder.

Este, portanto, não é um estilo de liderança aconselhado. A figura do líder é importante para a organização do trabalho, para o respeito e para que exista uma voz determinante na hora de resolver conflitos e determinar funções.

Gostou deste artigo? Comente e compartilhe nas redes sociais.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!