Voltar

Como Funciona o Recrutamento Interno e Como Executá-lo?

Publicado em | 0 comentários

 

Iluistrator/Shutterstock O recrutamento interno é uma forma da empresa encontrar em seu próprio quadro de funcionários novos talentos, abrir  novas oportunidades e valorizar os seus profissionais

Por mais que haja muitos profissionais disponíveis no mercado, em determinados setores, nem sempre é fácil encontrar mão-de-obra qualificada e que atenda as necessidades da organização. Entretanto, muitas vezes o perfil que as empresas buscam pode não estar tão distante assim, ou seja, pode até já fazer parte do seu quadro de funcionários.

Para descobrir e realocar estes colaboradores, o departamento de Recursos Humanos tem como uma de suas táticas o recrutamento interno. O objetivo deste processo é identificar os profissionais que podem vir a ocupar uma vaga em aberto, dar a estes novas oportunidades na empresa e, com isso, motivar e reter estes talentos.

Passo a Passo do Processo de Seleção Interno

  • Abertura oficial da vaga (comunicada por email, murais e intranet).
  • Inscrição dos colaboradores interessados (pode ser por apresentação ao RH ou por meio de formulários de candidatura).
  • Avaliação técnica e comportamental (serve para analisar se o colaborador realmente possui as competências necessárias à vaga).
  • Dinâmica de Grupo (Para avaliar diferentes aspectos comportamentais).
  • Entrevista pessoal com os selecionadores e gestor da área.
  • Resposta aos candidatos e definição do escolhido.

Recrutamento Interno – Um Oportunidade de Mudança de Carreira

No dia a dia de trabalho, muitas vezes, o profissional tem a oportunidade de conhecer outras atividades dentro da empresa ou mesmo de assumir funções que nem sempre estão ligadas à sua formação original. Estas experiências lhe permitem descobrir novas aptidões, vocações e interesses ou ainda, uma profissão que tenha mais a ver com seu perfil.

O recrutamento interno também é importante porque confere a estes funcionários à oportunidade de mudar de área e construir uma nova história profissional. Se, por exemplo, a organização precisa de assistente de RH, pode ser que ela encontre este colaborador em setores ligados à comunicação ou ao atendimento ao cliente.

A partir do recrutamento interno é possível fazer este mapeamento assertivo e realmente descobrir aqueles profissionais que podem ter um aproveitamento melhor em outra área. Além disso, por meio desta ferramenta, é possível ainda corrigir eventuais erros de contratação e realocar o colaborador para um setor que seja mais condizente com seus conhecimentos, competências e habilidades.

Assim, além de mais econômico, rápido e de valorizar o seu capital humano, o recrutamento interno, sem dúvidas, é uma excelente alternativa das empresas mostrarem seu comprometimento com o crescimento de seus colaboradores e para premiar e reconhecer os seus talentos e, o que é melhor, retê-los. Invista nesta ideia e boa sorte!

Gostou do meu artigo? Deixe seu comentário abaixo, curta e compartilhe em suas redes sociais.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!