rh

Qual a importância dos recursos humanos nas empresas?

Por: José Roberto Marques | Blog | 02 de abril de 2019

O papel da área de recursos humanos, ou simplesmente RH, nas empresas vai muito além do que somente entrevistar, selecionar, contratar e demitir colaboradores. O setor engloba todas as práticas e políticas relacionadas à administração de comportamentos dentro de uma companhia. Como seu próprio nome diz, ele considera as pessoas como recursos, elaborando estratégias e investimentos para desenvolver as capacidades de cada um.  

Como é o RH do local em que você trabalha? No artigo de hoje você vai entender ainda mais sobre a importância desse departamento. Continue lendo!

Quais são os setores que o RH influencia

O RH está envolvido direta ou indiretamente com o funcionamento de todas as áreas organizacionais, na medida em que atua como mediador entre os interesses dos profissionais e os da empresa. Por meio de análises profundas que consideram não somente o contexto pessoal, como o profissional em que cada colaborador se encontra, o departamento contribui para construção de planos de carreiras mais assertivos, desenvolvendo habilidades e competências de todos os envolvidos.      

O principal diferencial da área de Recursos Humanos nas empresas é que ele proporciona um canal de comunicação aberto entre os funcionários e a companhia. Ele está sempre aberto a ouvir as necessidades e expectativas dos colaboradores quanto ao seu crescimento e desenvolvimento profissional.

É a área de recursos humanos que insere programas para proporcionar mais qualidade de vida no trabalho, organizando ações de capacitação, políticas de incentivo financeiro e bem-estar em geral. O setor cumpre um papel fundamental na criação de oportunidades, portanto, deve ser visto com um investimento indispensável para o sucesso de qualquer empresa.

Descoberta e retenção de talentos

Investir no crescimento da área de recursos humanos é uma das formas mais assertivas de descobrir e reter os talentos de uma organização. Isso acontece, pois a área considera as competências estratégicas essenciais para os negócios. Além disso, o setor é responsável por analisar o desempenho e desenvolvimento dos colaboradores e utilizar os dados obtidos para fazer o planejamento dos próximos meses ou anos.

A prática do setor nas empresas

Basta um funcionário fazer algo considerado inadequado à política de comportamento da empresa para alguém mencionar a famosa frase “passe no RH”.  Mas como já discutimos aqui, a responsabilidade desse setor não deve ser limitada às questões burocráticas. A atuação da área nas empresas engloba a relação entre os seus fatores internos e externos, contribuindo para uma gestão de pessoas adequada aos resultados almejados.

As mudanças que acontecem constantemente no mercado exigem adaptações de todos os setores corporativos, incluindo o RH. Veja mais:

  • Diante dos avanços tecnológicos e da globalização, o setor precisa ser flexível, eficiente e ter uma visão empreendedora, de modo que consiga gerenciar adequadamente as pessoas para que elas contribuam com níveis maiores de performance e mais adequadas às respectivas transformações.

Para chegar a esse nível de amadurecimento, o profissional de RH deve sempre ler portais de notícias para entender como as mudanças da sua comunidade, cidade, estado, país e mundo podem influenciar o seu trabalho cotidiano.

  • As ligeiras mudanças dos meios de comunicação exigem que a área de recursos humanos integre a empresa toda. A ideia não é que ela use todos os novos meios, mas que entenda o papel de cada um e analise o que pode facilitar o dia a dia da organização. Mais do que isso, o que pode aperfeiçoar as relações interpessoais entre colaboradores.
  • Considerando o surgimento de novos tipos de profissões e a mudança do escopo de cargos mais antigos, o RH é o primeiro lugar da empresa que deve se atualizar. Afinal, de que adianta elaborar um processo seletivo que tem as mesmas exigências de 2 anos atrás?

Por isso, continuar estudando é essencial para o colaborador de RH. Ler portais de notícias do setor, conversar com outros profissionais, participar de fóruns online no LinkedIn, ir em palestras e workshops e participar de sessões de coaching são algumas das principais ações para se manter em dia.

O coaching, por exemplo, é uma forma eficiente de se atualizar sobre os melhores e mais atuais métodos. Além disso, você aprende a praticar exercícios importantíssimos como o autoconhecimento e a inteligência emocional. A formação em Consultor em Análise Comportamental é ideal para profissionais de RH, psicólogos e terapeutas.

Por esses e outros motivos, o RH deve oferecer os recursos para que os funcionários ampliem a produtividade. Mas, não é ampliar por ampliar. Cada colaborador deve saber como executar a função com eficácia, ao mesmo tempo em que entende o verdadeiro significado das suas tarefas e como elas impactam no quadro geral da empresa.

Como implementar um setor efetivo

O RH é o mediador das ações de cada colaborador dentro da empresa. O setor verifica, por meio da visão, missão e valores da empresa, qual é a melhor forma de utilizar os recursos físicos, financeiros e principalmente humanos.

A implantação da gestão de RH exige uma análise muito ampla de toda a organização e do ambiente que a cerca para elaborar um plano de ação mais adequado. Tudo isso é realizado focando principalmente no colaborador, para que ele se identifique com os objetivos da organização e se deem o melhor de si no desempenho de suas tarefas.

Quando essa área é devidamente reconhecida, é capaz de desenvolver tanto as pessoas como profissionais, como tornar a empresa mais competitiva. Portanto, sua importância estar em unir, integrar, valorizar, treinar, capacitar e, acima de tudo, respeitar os seres humanos.    

RH X departamento pessoal

Muitas empresas cometem o erro de confundir o RH com o departamento pessoal (DP). Você sabe quais são as diferenças?

Enquanto o RH trabalha pensa no contexto global para todo o contexto de colaboradores, o departamento pessoal cuida das atividades diárias e dos fluxos. O DP atua estrategicamente para garantir a eficiência e melhoria dos processos. O papel desse setor contribui para a manutenção de motivação, satisfação e felicidade dos funcionários. A área expande as possibilidades de todos e ainda mantém um bom clima organizacional, influenciando diretamente na obtenção de resultados cada vez melhores.

Não se engane: tanto o DP quanto o RH possuem papéis fundamentais para o alcance de resultados de qualquer organização.

Gostou deste artigo? Quer contribuir com mais alguma informação? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe nas redes sociais.

 

Copyright: 502885909 – https://www.shutterstock.com/pt/g/ivanko80

Deixe seu Comentário: