Saiba como coaching pode ajudar a superar a morte

Por: José Roberto Marques | Blog | 13 de agosto de 2016
Como o Coaching pode ajudar a superar a morte

natu Como o Coaching pode ajudar a superar a morte

Todos nós passamos por situações difíceis, seja a falta de um emprego, uma doença terminal, crise conjugal, instabilidade financeira, problemas de saúde e tantos outros. Mas a verdade é que nenhuma delas pode ser maior ou pior do que a dor do luto.

A angústia de perder alguém que amamos é, sem dúvida, um dos sofrimentos mais difíceis de lidar. Isso porque a morte nos separa de alguém que fez parte da nossa vida e de tudo o que é importante para nós. É uma dor inimaginável.

Sabemos que a morte faz parte do ciclo natural das coisas. Todos nós nascemos, crescemos, constituímos famílias, nos realizamos pessoal e profissionalmente, envelhecemos e morremos. Essa é a lei da vida. Mas, apesar de sabermos que um dia partiremos e quem amamos também, nenhum de nós está realmente pronto para lidar com este fato. A verdade é que ninguém nasce sabendo lidar com a perda, com a separação, com o fim de uma vida.

Mas hoje, através deste artigo, quero mostrar a você que, mesmo não estando preparados, existe sim uma luz no fim do túnel e uma esperança em meio a dor e ao óbito.Se você está passando por este momento tão difícil e delicado, já vivenciou ou conhece alguém que está passando pelo luto, quero te dizer que é possível superar a morte e continuar a viver através do Coaching.

Não estou dizendo que esta ferida será dissipada. Pelo contrário, ela continuará ali, mas será cicatrizada, curada e restaurada de uma forma positiva e equilibrada.

Quero apenas te ensinar como o Coaching, a melhor e mais eficaz metodologia de desenvolvimento e capacitação humana da atualidade pode te ajudar a superar o falecimento de alguém e seguir em frente.

Quero apenas te encorajar, te estimular e te mostrar que o processo que mudou a minha vida e a minha história pode mudar a sua também. Quero te mostrar como o Coaching pode trocar a dor do luto pela superação e, ainda, como ele pode te auxiliar a continuar a sua jornada sem tristeza e mágoas, apenas com as boas lembranças e a esperança de que algum dia, em algum momento ou plano, nos reencontraremos novamente com aqueles que já partiram.

Você é feliz?

Você já deve ter ouvido falar em algum de meus artigos, materiais, livros ou formações sobre o extraordinário poder do Coaching para mudar e transformar a vida de pessoas e profissionais em qualquer situação. E quero apenas salientar que este processo não é apenas uma metodologia ou um conhecimento, é uma mudança, uma experiência de vida que, quando aplicada de forma eficaz, pode impactar todas as áreas da sua vida.

Por isso, quero compartilhar com você alguns aspectos importantes que o Coaching pode trabalhar para ajudar a superar a morte.

Dicas de Coaching para lidar com a morte

 

Confira 3 dicas de Coaching para superar e lidar com a morte:

·         Legado eterno

 

A morte nos separa daqueles a quem amamos, mas tudo o que essa pessoa fez de bom, proveitoso e benéfico para a família, amigos e o mundo ao seu redor continuará eternamente. Esse é um registro que ficará marcado durante todos os nossos dias. É o que eu costumo chamar de legado. Ele existe essencialmente porque todos nós partiremos um dia e queremos deixar a nossa marca no mundo.

Qual foi o legado que o seu ente deixou em sua vida, em sua memória e no mundo? Qual foi a missão de vida dele? Quais foram os pontos positivos que ele deixou depois da partida? O que você pode aprender com ele?

Reflita sobre isso e veja como os seus sentimentos podem ser transformados em ações e lembranças positivas e permanentes para você e para todos a sua volta.

·         Lidando com as emoções

A morte acarreta uma série de sentimentos maléficos e destrutivos que podem ocasionar doenças como a solidão, a baixa auto estima, o estresse, a depressão e até mesmo o pensamento de suicídio.

Todos nós sabemos que sofrer se faz necessário durante o momento da perda, mas quero te lembrar que o sofrimento é passageiro, mas a dor de permanecer nele é uma escolha sua. Você tem duas opções: mergulhar num lago profundo de dor, tristeza e lembranças dolorosas constantes que podem te impedir de viver e só fará mal para a sua mente, emoções e para a sua vida ou escolher suportar a dor com otimismo.

Isso é aceitar a perda mas lembrar que a vida continua, que os seus sonhos continuam e que os sonhos daquele que partiu também podem continuar através da sua vida e das suas ações.

·         Cultive boas recordações

 

A pessoa que se foi sempre fará parte da sua vida mesmo não presente fisicamente. Por isso tente cultivar apenas boas lembranças e recordações com otimismo e força.

A pessoa que partiu jamais será esquecida, mas é importante ter em mente que qualquer um que já não esteja entre nós gostaria que seguíssemos em frente, que continuássemos nossas jornadas com fé e otimismo, guardando apenas a saudade e a esperança de um dia vê-los novamente.

E você, está passando por um momento parecido? Como você tem enfrentado essa situação? Deixe o seu comentário e compartilhe comigo a sua história para que mais pessoas sejam edificadas através do seu relato. Espero que o Coaching, verdadeiramente, possa te apoiar e ajudar a superar a morte de uma forma positiva.

Paz e Luz,

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: