mindset

Mindset e Mente Positiva a Chave da Transformação de Vida

Por: José Roberto Marques | Blog | 17 de dezembro de 2018

É possível descrever o mindset como sendo a mentalidade que cada um de nós temos em relação à vida. Partindo para termos práticos o conceito significa o conjunto de atitudes mentais que influenciam diretamente nos nossos comportamentos e pensamentos.

Como disse no tópico anterior e quero reafirmar nesse, a forma como pensamos pode ser considerada a chave para alcançarmos o sucesso ou não. Isso ocorre, pois o modo como você reflete sobre as situações determina como você irá agir e seus atos desenrolam em consequências positivas, neutras ou negativas. Então é só pensar em coisas boas que elas vão acontecer magicamente?

A ideia de obtermos sucesso por meio do nosso mindset vem de uma filosofia desenvolvida pela psicóloga Carol S. Dweck, que atualmente é reconhecida internacionalmente pelos seus esforços nesta área do conhecimento. A estudiosa e professora de psicologia da Universidade de Stanford nos Estados Unidos, explica que nosso mindset mostra o nosso modo otimista ou pessimista de enxergar diversas situações da vida e de como se portar diante delas.

Após pesquisar durante muitas décadas, a especialista que é referência no assunto, chegou à conclusão de que existem dois tipos de mentalidades distintas: a fixa e a progressiva.

Atividade mental fixa

É aquela que faz com que os indivíduos acreditem que se não nascem com determinadas capacidades e dons, naturalmente, também não podem desenvolvê-los ao longo do tempo. Geralmente, eles entendem que a inteligência deles está sendo colo- cada em julgamento a todo momento e se sentem inseguros em relação a isso. Essa tendência de não engajar impede que essa pessoa adquira novos conhecimentos que considera estarem em um nível de dificuldade maior do que ela pensa que é capaz. Tanto no âmbito profissional como no pessoal, quem tem a mentalidade mais fixa demonstra mais pensamentos negativos e tem a inclinação de ficar estagnado e desmotivado diante de situações complicadas que fogem do comum. No trabalho é fácil identificar esse perfil! Basta analisar quem é o colaborador que nunca quer fazer atividades diferentes do que está acostumado, que não quer aprender novos conceitos, que sempre pede a opinião dos outros e que foge de grandes responsabilidades por ter medo de não conseguir lidar com elas corretamente.

Atividade mental progressiva

Ao contrário da mentalidade fixa, as pessoas com esse tipo de pensamento acreditam que seus talentos e habilidades podem ser desenvolvidos, desde que elas sejam pacientes, focadas, esforçadas e dedicadas. Um indivíduo com esse mindset tem   a aptidão para transformar a dificuldade em uma oportunidade de aprender e evoluir. Se ele errar, não tem problema, pois ele acredita que é possível assimilar novos conhecimentos com o que não deu certo. O importante é enxergar os pontos positivos do processo e entender como corrigir os pontos negativos. Os profissionais com este perfil são aqueles que estão destinados ao sucesso, pois buscam vencer suas limitações e aprimorar seus conhecimentos diariamente. Também é simples encontrar esse tipo de funcionário no seu local de trabalho. É só verificar quem não tem medo de adquirir novas responsabilidades, está sempre estudando e se atualizando e que não desanima quando erra. Esse colaborador simplesmente irá rever o processo e se esforçar para entender o que e deve fazer para reverter a situação. Geralmente esse tipo de colaborador tem um crescimento bom na empresa ou já são líderes. Afinal, uma equipe precisa de uma pessoa motivada para guiá-la para os melhores resultados!

Um indivíduo com mentalidade negativa pode ser identificado no momento do processo de seleção com a aplicação de um simples teste escrito ou em um debate. Dê uma situação mais difícil do que aquelas que ele contou na entrevista e veja como ele reage a esta. Se a solução funcionar como uma escapatória, já é possível ficar atento a um possível mindset fixo. Mas se a pessoa foi criativa e se esforçou para encontrar a melhor forma de resolver, mesmo que não tenha sido a resposta perfeita, é possível que ela tenha uma mentalidade progressiva.

Quando estamos estagnados no mindset fixo é chegada a hora de ressignificar. Ressignificação e mindset são duas palavras das quais o Coaching faz uso, mas que podem não ser usuais para muitas pessoas.

Como o próprio nome já diz, ressignificar envolve escolher ativa- mente a nossa reação diante da interpretação inicial que temos dos fatos, modificando-a. A todo o momento fazemos escolhas, conscientemente ou não, de como somos afetados pelos eventos. Então, na verdade não é a experiência em si que nos prejudica ou impulsiona, e, sim, a forma como reagimos a ela.

Sempre falo que o poder de ressignificar é uma das maiores forças  e virtudes que o ser humano tem. Digo isso porque acredito que a pessoa que se permite transformar suas dores, dificuldades, medos e decepções em motivação, aprendizado, evolução, e que apesar dos problemas, continua acreditando em si mesma e em seus sonhos, realmente consegue ir além e vencer qualquer coisa.

Neste sentido, dias atrás eu li uma matéria que me chamou bastante atenção. Nela, a Agência Brasil apresentava os dados do Comitê Paralímpico Brasileiro, que falava que 35% dos nossos atletas tinham sofrido algum tipo de acidente. Consequentemente, em decorrência das sequelas, estes eventos teriam levado nossos campeões a ficarem com algum tipo de deficiência.

Para mim estes esportistas são perfeitos exemplos de como ressignificar é um ato possível e poderoso. Depois de seus incidentes, eles poderiam simplesmente achar que suas vidas tinham acabado  e desistir de si mesmos, mas não. Eles foram resilientes, escolheram ir pelo caminho contrário, deram-se novas chances, buscaram sua recuperação, focaram em sua felicidade e também em sua realização pessoal e profissional por meio do esporte.

Hoje o que vemos são atletas de alto rendimento, que nadam, correm, saltam, pedalam, lutam, jogam, levantam, arremessam, lançam e elevam o espírito paraolímpico ao mais alto nível. Tudo isso é uma inspiração e também um exemplo de como, independentemente das condições, somos nós que escolhemos como vamos viver. Não existe limitação para quem acredita em si mesmo!

Créditos da Imagem: Por Natali_ Mis – ID da foto stock livre de direitos: 528250414

Deixe seu Comentário: