Como Lidar com uma Crise de Ansiedade no Trabalho?

Por: José Roberto Marques | Blog | 20 de fevereiro de 2017
Profissional tendo crise de ansiedade no trabalho

Dean Drobot/Shutterstock A crise de ansiedade no trabalho pode fazer o profissional explodir a qualquer momento!

Como profissionais, enfrentamos muitos desafios, mas lidar com uma crise de ansiedade no trabalho pode ser um dos maiores dele. Digo isso, porque é corriqueiro conviver com pressões por resultados e prazos apertados, mas quando ficamos ansiosos de tal jeito que chegamos a perder o controle, é sinal de que nossas emoções estão realmente descarrilhando.

Dito isso, fica mais fácil compreender que ter este tipo de problema, seja no trabalho ou em qualquer outro local, não é normal, portanto, ao menor sinal desta ansiedade generalizada é essencial buscar auxílio de um especialista, que possa ajudar a identificar suas origens e a tratar os sintomas adequadamente.

Possíveis Causas da Ansiedade no Trabalho

Muitas vezes esta alteração do estado emocional acontece em decorrência de preocupações exageradas com o trabalho, insegurança profissional, excesso de demandas, estresse, prazos de entrega sempre apertados e da constante pressão por resultados. Também pode ocorrer por conta da alta competitividade na empresa, da insatisfação profissional ou ainda pela dificuldade em manter um bom relacionamento com os colegas ou líder.

E por falar no gestor, dependendo da forma como este trata seus liderados, pode ser exatamente ele o foco desencadeante destes ataques de pânico. Quando há uma liderança abusiva, autoritária, arrogante e que age de forma agressiva, o profissional pode acabar tão amedrontado que suas crises de ansiedade podem se tornar frequentes e incontroláveis.

Isso faz com que o colaborador fique o tempo inteiro em estado de alerta, sofra com suores, tremores, crises de choro, ou seja, fique apreensivo, ansioso e com medo de ser assediado. Só que esta preocupação não acaba quando vai para casa. Muito pelo contrário, ela continua e se mostra em episódios de mais ansiedade, impaciência, nervosismo e insônia, pois só de pensar que no outro dia terá que enfrentar tudo de novo, a pessoa já se descontrola.

Como Lidar com uma Crise de Ansiedade no Trabalho

A primeira atitude para lidar assertivamente com uma crise de ansiedade é entendendo suas causas, já que os efeitos são mais que visíveis. Contudo, independente do agente causador, ter um apoio psicológico ou mesmo psiquiátrico pode ser o melhor caminho para tratar e superar o problema.

Somado a isso, algumas mudanças de comportamento podem ajudar nesta batalha para vencer estas crises e, a que tenha mais qualidade de vida no trabalho. Vamos conhecer algumas delas e entender como isso pode te ajudar a melhorar:

Tenha uma vida além do trabalho

Se você sai do trabalho, mas o trabalho não sai da sua cabeça, é porque a ansiedade está te rondando o tempo todo. Para evitar isso é importante que seu tempo vago seja preenchido por outras atividades que te ajudem a esvaziar a mente de suas demandas profissionais e enchê-la com outras coisas que sejam prazerosas e relaxantes.

Medite ou faça exercícios

Nada melhor do que exercitar-se para jogar fora todas as energias negativas e pensamentos ruins que povoam sua mente, substituí-las por dopamina (hormônio do prazer) e de quebra cuidar da sua saúde e do seu corpo. Se a sua vibe é mais calminha, outra excelente opção é a meditação. Alguns minutos em flow podem aliviar sua mente e serem realmente curadores. Experimente!

Organize seu trabalho

Se o excesso de trabalho parece que vai te engolir; pare, respire e se acalme. Busque organizar suas demandas e colocar em dia seu trabalho e, evite pegar mais demandas até que tudo esteja normalizado. Isso vai te deixar com mais “paz” de espírito para fazer o que precisa sem feito, sem se pressionar além das pressões externas já existentes. Preze pela qualidade e não pela quantidade, pois não adianta tentar abraçar o mundo e depois culpar-se por não dar conta.

 Encontre as respostas dentro de você

Quanto tempo você pretende permanecer no emprego que não te faz feliz? Quanto tempo você vai aguentar os maus-tratos do seu chefe? Quanto tempo vai continuar sobrecarregado? Quanto tempo vai viver ansioso com medo de não bater as metas e alcançar os resultados da empresa? Até quando você vai suportar viver sabotando suas emoções e qualidade de vida?…

Estas são algumas perguntas que você deve se fazer para encontrar-se e poder tomar a decisão que seja melhor para sua carreira, saúde e futuro em todos os sentidos. Aproveite, busque ajuda especializada, coloque tudo isso em prática e veja a ansiedade do trabalho mudar de face, ou seja, se tornar apenas uma presença que indica seu desejo que alguma coisa muito boa profissionalmente aconteça logo com você.

Deixe seu Comentário: