controlar-emocoes

Como Controlar as Emoções e Não Chorar em Momentos Que Parecem o “Fim”

Por: José Roberto Marques | Blog | 20 de dezembro de 2017

Saber como controlar as emoções é muito importante para quem deseja crescer na carreira. Chorar não é sinal de fraqueza, mas pode passar a mensagem de desequilíbrio emocional que, muitas vezes, se torna um empecilho para promoções ou, até mesmo, motivo para demissões. As empresas preferem profissionais que demonstram inteligência emocional, especialmente, diante de situações que parecem o “fim”, ou seja, que sabem controlar seus sentimentos e que não são dominados por eles.

E quando falo em sentimentos, não estou falando apenas de momentos de tristeza, que geralmente nos trazem a vontade de desabar e chorar, estou falando também de sentimentos como raiva, ansiedade, frustração, entre outros, que tiram o nosso foco do trabalho que devemos realizar e acabam nos prejudicando e prejudicando a empresa como um todo.

Por isso, hoje vou escrever sobre as melhores formas que você pode utilizar no dia a dia, tanto dentro quanto fora da empresa, para controlar suas emoções e continuar seguindo em frente, sem se deixar abater.

O que faz com que percamos o controle?

A resposta para esta pergunta é simples: nós mesmos! Em outras palavras posso dizer que a forma como nos posicionamos diante do mundo e como enxergamos os acontecimentos ao nosso redor, fazem com que criemos, em nossa mente, sentimentos e emoções para lidarmos com as mais diversas situações da vida.

Com base no nosso mindset, ou seja, nossas crenças, regras de vida e valores pessoais, nós interpretamos a realidade ao nosso redor, criamos as emoções e agimos. Assim, se temos a crença de que tudo na vida foi feito para dar errado, vamos criar sentimentos com base neste mindset. Agora, se o contrário acontece, ou seja, se interpretamos cada uma de nossas experiências de maneira positiva e otimista, as chances de que experienciemos bons sentimentos e emoções são muito maiores.

Sendo assim, é importante que você saiba que é você quem está no controle de sua emoções e mais ninguém. Não são as situações externas a nós que nos dominam, somos nós mesmos, com base em todo o nosso sistema de crenças.

Como o descontrole emocional pode te prejudicar?

Se você é daquelas pessoas que estouram ou se emocionam facilmente, não conseguindo controlar suas emoções, independentemente do ambiente em que você esteja, pense bem, pois este comportamento pode lhe prejudicar ou já estar te prejudicando e você ainda nem percebeu.

Potencializa o estresse

O estresse é algo com qual temos de lidar todos os dias em nossa vida, praticamente em todos os ambientes pelos quais transitamos. Se temos a tendência valorizar demais algo que nos acontece, ficando muito tristes, muitos agressivos, com muita raiva, chorando excessivamente, ficando extremamente frustrados, e assim por diante, os nossos níveis de estresse vão só aumentando e isso por acarretar em doenças mais graves e preocupantes, como transtornos de ansiedade, depressão, obsessivo compulsivo, entre outros.

Diante disso, é fundamental ficarmos atentos e tentarmos perceber a origem de cada sentimento, o que podemos fazer com cada um deles e de que maneira podemos e devemos agir no momento em que eles surgirem, para que assim, possamos cuidar do que realmente importa em nossa, ou seja, nossa saúde física e mental.

Prejudica a produtividade

Independente se está no trabalho ou em casa, se você tem alguma tarefa a ser executada e sente-se ansioso ou um pouco depressivo, a probabilidade de não conseguir fazer nada é muito grande.

Isso acontece, pois ficamos muito focados nos problemas e nos sentimentos que estes nos trazem, fazendo assim com que não tenhamos condições de ser produtivos, uma vez que perdemos completamente a capacidade de nos concentrarmos naquilo que estamos ou que devemos fazer.

Dessa maneira, a nossa produtividade vai caindo gradativamente e não conseguimos entregar aquele trabalho solicitado pelo chefe, por exemplo, o que pode prejudicar a nossa imagem diante dele, bem como de toda a equipe.

Tomamos decisões precipitadas

Já ouviu falar que é bom evitar tomar certas decisões quando estiver dominado por alguns sentimentos, como raiva a tristeza, por exemplo? Estes é um dos melhores conselhos a serem dados em situações como estas.

Acontece que quando estamos tomados por determinadas emoções, existe a chance de termos comportamentos dos quais podemos nos arrepender depois. Ou seja, podemos tomar decisões precipitadas, por termos nos deixado levar pela raiva, pela frustração, angústia, entre outros sentimentos, que são maus conselheiros em um processo decisório.

Assim, é importante que você fique atento e espere se acalmar para poder decidir o que realmente deseja fazer em sua vida naquele momento.

4 dicas para controlar as emoções no ambiente de trabalho

Confira as dicas que selecionei de como você pode controlar as emoções e não chorar no ambiente de trabalho sem se sentir sobrecarregado emocionalmente.

Tenha uma Técnica Para Se Acalmar

Normalmente, o choro no trabalho acontece por uma situação de extremo estresse e não por tristeza. Sendo assim, o gatilho para as lágrimas é a sensação de desespero e, a melhor maneira de controlar as emoções, é conseguindo se acalmar.

Existem algumas técnicas de respiração que ajudam a diminuir a tensão criada no seu corpo. Você pode inspirar e expirar profundamente, fechar os olhos por alguns segundos e respirar fundo ou ainda tomar uma água para quebrar o ciclo de tensão. O mais importante é não deixar o desespero tomar conta e se acalmar.

Reforce Suas Qualidades

Quando algo dá errado no trabalho e o chefe te chama para uma conversa em sua sala, você já tem uma ideia de que será repreendido, porém, é importante não demonstrar o seu abalo emocional. Saber o que fez de errado e consertar é primordial, mas lembre-se sempre de que se você está nesse trabalho é porque tem muitos méritos e qualidades, e que ao longo de sua jornada dentro da empresa, você tem feito o seu melhor, até mesmo quando comete alguma falha, afinal, ninguém faz isso ou aquilo pensando em falhar.

Assim, pense nas qualidades que você tem e nos seus acertos para não ficar tão fragilizado. Todos nós cometemos erros, mas também acertamos. Foque no positivo!

Entenda a Fonte do Descontrole Emocional

Nos casos em que as lágrimas não são motivadas pelo estresse, mas sim por uma sensação de tristeza ou vazio em decorrência de conflitos internos e pessoais, você deve se lembrar de que gostar do que faz é ótimo, entretanto, você não deve colocar a sua carreira acima de todas as suas realizações e satisfações pessoais. Ter esta clareza em relação aos seus papéis vai ajudar a criar certo distanciamento emocional do trabalho e evitar situações constrangedoras de choro na empresa por conta de problemas e conflitos pessoais. Busque equilíbrio!

Controle a Ansiedade

Quanto do seu sofrimento para apresentar um projeto ou ir à uma reunião é antecipado por sua ansiedade? Quantas vezes você passou dias sofrendo e, no momento em que a situação que parecia o “fim” chegou, ela se mostrou, na verdade, simples e sem nenhuma tensão? Saiba que o alívio sentido não recupera as horas que você perdeu desesperado e desestabilizado emocionalmente. A dica nesse caso é – evite pensamentos ansiosos e sabotadores. Deixe para viver cada situação em seu momento e não sofra por antecipação.

O Coaching e as emoções

Como dica final, quero lhe mostrar como o Coaching pode lhe ajudar em seu processo de autoconhecimento e controle de suas emoções. É isso mesmo, por meio de ferramentas e de uma metodologia única e eficaz, você consegue se conhecer melhor, entender os motivos que fazem com que você aja de determinada forma e não de outra, e consegue encontrar os recursos internos que você tem, que vão lhe ajudar a superar os sentimentos negativos e dar espaço aqueles que são altamente positivos.

Por isso, conte com a ajuda do Coaching para melhorar ainda mais a sua performance profissional e pessoal!

Assista também a este vídeo, que gravei recentemente, para que você aprenda a lidar com a autossabotagem:

Agora, me conta: você, acredita que é capaz de controlar suas emoções no ambiente de trabalho? Já teve alguma situação que foi difícil segurar o choro? Deixe seu comentário contando como foi e as suas estratégias para superar o problema. E lembre-se de compartilhar este conteúdo com seus amigos em suas redes sociais.

Deixe seu Comentário: