Transtorno-Emocional-2

Transtorno Emocional – Conheça os 5 Tipos Mais Frequentes

Por: Pollyana Ribeiro | Blog | 27 de julho de 2017

O transtorno emocional se caracteriza por dificuldades sociais criadas por comportamentos dissociativos, agressivos, amedrontados ou alienados. A rotina estressante, juntamente à presença excessiva da tecnologia, tem afetado seriamente a saúde emocional e mental da população. Transtornos como: depressão, ansiedade, síndrome do pânico, estresse e fobia social; estão cada vez mais comuns. Por isso mesmo é importante estar alerta!

Vou apresentar, em mais detalhes, cada um desses tipos de transtornos emocionais citados cima e mostrar seus sinais para que entenda como lidar assertivamente com eles e não deixar que causem maiores danos. Confira!

Transtorno Emocional – Conheça os 5  Mais Comuns!

Depressão

A depressão é uma doença que tem sua origem na confluência de fatores emocionais, mentais e físicos. Além das angústias sociais, o paciente depressivo possui um forte desequilíbrio químico que afeta os seus neurotransmissores. Os sintomas podem ser tanto de ordem emocional quanto física, sendo que a tristeza persistente e profunda é o traço mais marcante da doença.

Tratamento: Os pacientes precisam de acompanhamento médico constante (de um psiquiatra, por exemplo) e o tratamento pode incluir uso de medicamentos e terapia.

Ansiedade

Quando na medida certa, a ansiedade é positiva para o ser humano, pois age liberando uma série de hormônios capazes de nos tornar mais alertas e ativos diante dos desafios. Contudo, quando demasiada, a ansiedade se torna um grave transtorno emocional que prejudica a vida social e profissional do indivíduo. Uma pessoa que sofre de um distúrbio de ansiedade está sempre angustiada em relação a algo que está por vir, não conseguindo se dissociar desse foco e sofrendo muito.

Tratamento: O médico deve verificar se a ansiedade está ligada a uma doença física – tratando a mesma para acabar com o sintoma – ou a um distúrbio de origem emocional, ou os dois, que pode levar ao uso de medicamentos e terapia.

Síndrome do Pânico

Um dos tipos de transtornos emocionais mais frequentes atualmente é a Síndrome do Pânico, desencadeada por situações estressantes ou traumáticas. Trata-se de crises agudas de ansiedade em que o indivíduo tem intenso medo e angústia de que algo muito ruim irá acontecer, mesmo tendo consciência de que isso é improvável. Os episódios desse transtorno emocional acontecem de forma inesperada, tendo sintomas emocionais e físicos que podem levar o indivíduo até um desmaio.

Tratamento: O acompanhamento médico visa reduzir as ocorrências das crises, bem como seu tempo de duração e gravidade. O tratamento também pode ser feito por meio de psicoterapia e medicamentos.

Estresse

O mal do século, o estresse, está presente na vida de grande parte da população mundial. Seu crescimento é creditado ao estilo de vida moderno, em que os indivíduos são cobrados intensamente o tempo todo. O estresse pode se manifestar de maneiras diversas, incluindo sintomas emocionais – como irritação, descontrole emocional, choro e extrema preocupação – e sintomas físicos, incluindo fortes dores de cabeça, estômago, pelo corpo, bruxismo, sudorese, tremores e tonturas.

Tratamento: É essencial identificar a fonte do estresse para eliminá-la e buscar acompanhamento médico também. Dependendo do caso, o paciente pode precisar de terapia.

Fobia Social

O desconforto extremo em situações sociais, como ir a uma festa, por exemplo, vai muito além da dificuldade de estabelecer uma conversa com pessoas desconhecidas. Quando esse medo/desconforto impede que o indivíduo realize alguma atividade em sua vida, se caracteriza como um transtorno emocional chamado de fobia social. Uma pessoa com esse distúrbio pode apresentar Pânico em situações públicas e sociais e sintomas físicos, como sudorese e até diarreia quando se vê diante de uma situação social desconfortável.

Tratamento: O indivíduo que sofre de fobia social pode passar por tratamento com medicamentos e psicoterapia.

Vê como cuidar da sua saúde emocional é fundamental para ter uma vida plena? Então tenha cuidado e fique atento à possibilidade de estar desenvolvendo um transtorno emocional grave, perigoso e restritivo em todos os sentidos.

Gostou do artigo? Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e, também ajudar alguém que está passando por um desses problemas.

Deixe seu Comentário: