chorar-sem-motivo

Chorar Sem Motivo – O Que Isso Pode Significar?

Por: José Roberto Marques | Blog | 04 de dezembro de 2018

Os olhos são os espelhos da alma e quando há algo de errado eles costumam se expressar através de lágrimas. Entretanto, existem situações em que uma pessoa pode vir a chorar sem motivo aparente e ficar sem conseguir entender o que está motivando aquela ação. Nesses casos, por mais que pareça que não há uma razão, pode ser que exista sim, e é importante estar atento se isso acontecer contigo, para que evite deixar para lá e busque formas de descobrir o que está te fazendo sofrer.

Chorar Sem Motivo – O Que Pode Estar Por Trás Disso?

Em situações normais, os motivos mais comuns que levam uma pessoa a chorar envolvem sofrer emoções fortes, tanto de alegria quanto de tristeza. Porém, nessas situações, as causas são facilmente identificadas, o que não ocorre no caso que estamos tratando neste artigo. Quando se trata do choro sem motivo aparente, existem algumas hipóteses mais comuns, veja a seguir quais são elas.

1 – Depressão

Quando o choro vem sem motivo, a hipótese mais comumente levantada pelas pessoas é a depressão. Apesar de ela ser, sim, um transtorno que pode gerar esse tipo de reação em uma pessoa, não é a única causa e, além disso, é importante analisar a situação como um todo, principalmente para identificar outros sinais, como: falta de ânimo e energia, desinteresse por atividades que antes eram prazerosas, problemas para se concentrar, entre outros.

Desse modo, um choro sem motivo pode ser sinal de depressão se o indivíduo começar a chorar mais vezes do que de costume, ter dificuldade para cessar essas lágrimas, não conseguir explicar o real motivo para estar chorando. Vale lembrar que esse costuma ser um sinal de quadros mais leves de depressão, já que, quando em estágios mais severos, o indivíduo pode ter problemas para expressar suas emoções.

2 – Ansiedade

Sentir-se ansioso é natural em situações em que se espera algo que deseja muito ou que gerem insegurança. Entretanto, existem pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade, o que faz com que tudo seja motivo para que elas se sintam constantemente estressadas e preocupadas. Assim, esse desconforto e essa confusão de sentimentos podem acabar se transformando em choro, uma reação que, aparentemente, parece sem motivo, mas que na realidade não é.

3 – Labilidade Emocional

O choro, o riso ou a raiva incontroláveis e repentinos podem ser um sintoma de uma condição chamada labilidade emocional. Trata-se de um estado neurológico involuntário relacionado a uma lesão ou distúrbio na parte do cérebro responsável por controlar as emoções. O indivíduo começa a apresentar uma incontinência emocional, pois não consegue relacionar as suas reações emocionais com o que está realmente sentindo.

Por terem sintomas semelhantes, a labilidade emocional pode ser confundida com a depressão, entretanto, antes de tirar qualquer conclusão, é fundamental que o histórico da pessoa seja considerado. Geralmente, esse transtorno ocorre com pessoas que já passaram ou possuem problemas, como: AVC (acidente vascular cerebral), Parkinson, Alzheimer, ELA (esclerose lateral amiotrófica) e EM (esclerose múltipla).

4 – Causas Fisiológicas

Corpo e mente estão completamente conectados, por isso, nem sempre o choro está ligado a causas emocionais e pode ter origens fisiológicas. A deficiência de vitamina B12, a hipoglicemia (baixos níveis de açúcar no sangue) e o hipotireoidismo são exemplos de problemas que podem repercutir no emocional de uma pessoa. Essas alterações físicas são capazes de causar alterações bruscas de humor e chegar a gerar o choro sem motivo.

5 – Gênero e Personalidade

Aquela velha crença de que homens não devem chorar é uma grande bobagem, entretanto, existem fatos fisiológicos e sociais que mostram que as mulheres realmente têm uma tendência maior de se emocionarem. O principal fato que explica isso está relacionado à testosterona, hormônio masculino que pode inibir o choro. Além disso, existem também as questões culturais de que os homens devem se manter fortes, algo que precisa ser desconstruído, já que todos os seres humanos possuem emoções e devem se sentir livres para expressá-las.

Além da diferença entre os sexos, aquelas pessoas que são empáticas e mais preocupadas com o bem-estar dos outros tendem a chorar mais do que as que não têm esse tipo de preocupação. Contudo, é sempre importante manter a atenção para identificar quando esse sofrimento pela dor alheia estiver se tornando mais intenso do que o normal.

A Importância de Procurar Ajuda

Como se pode ver, chorar sem motivo pode ter muitas causas e a maioria delas requer um acompanhamento médico. Portanto, ao perceber que está chorando mais do que de costume, evite tentar resolver isso sozinho e procure ajuda. Além disso, poder contar com o apoio de uma pessoa próxima também é muito importante e certamente te ajudará no tratamento que o profissional te indicar.

Jamais ignore o choro excessivo ou qualquer outro sinal diferente em seu comportamento. Os transtornos de humor geralmente começam leves e podem impactar negativamente em todas as áreas da vida de uma pessoa, o que inclui os relacionamentos pessoais, o trabalho, os estudos. Isso sem contar que esses problemas fazem com que um indivíduo se torne mais vulnerável a doenças físicas.

Dicas Para Controlar o Choro

Caso já tenha procurado ajuda ou o seu choro não esteja ligado a nenhum tipo de transtorno emocional, saiba que existem maneiras de aprender a controlá-lo. Afinal, nem sempre as lágrimas surgem em momentos de privacidade, e é natural que queira evitar chamar a atenção das pessoas ao seu redor. Algumas medidas que podem te ajudar incluem:

  • Respirar de maneira lenta e profunda e se concentrar totalmente no ar entrando e saindo dos seus pulmões;
  • Movimentar os músculos do rosto com o objetivo de relaxá-los e melhorar a sua expressão facial;
  • Pensar em uma canção ou poema que goste e que te transmita paz, repetir essas palavras em sua mente irá te ajudar a mudar o foco;
  • Dar um passeio ou encontrar outra forma de se afastar da situação que está lhe causando estresse.

Lembrando que essas dicas devem ser usadas para te ajudar a controlar o choro e nunca para mascará-lo e abafar o problema. Nunca ignore os sinais enviados pelo seu corpo, mantenha-se sempre atento e, a qualquer sinal de problema, busque ajuda. Lembre-se que o seu bem-estar é uma condição fundamental para a sua felicidade.

Créditos da Imagem: Photographee.eu – ID da foto stock livre de direitos: 247411297

Deixe seu Comentário: