chefe-x-colaborador

Chefe x Colaborador: 5 dicas de como cobrar uma pessoa educadamente

Por: José Roberto Marques | Blog | 20 de novembro de 2020

 

Nada de gritar, espernear, alterar o tom de voz, fazer cara feia, pois, sendo chefe ou não, sempre que for preciso fazer algum tipo de cobrança, o melhor é usar o bom senso e saber como cobrar uma pessoa educadamente.

Por mais óbvio que isso possa parecer, essa é uma ideia que sempre vale ser relembrada, afinal, a cobrança, se feita da forma errada, mais desestimula do que motiva. Além disso, dependendo do tom com o qual se cobra os colaboradores, isso pode acabar prejudicando o clima de toda a equipe, deixando a todos inseguros, insatisfeitos, desmotivados e pouco engajados.

Para que isso não aconteça e, também, para evitar a perda de talentos e a queda na produtividade do grupo, a boa educação no trabalho deve sempre ser o foco dos líderes, uma vez que ninguém sai de casa para ser desrespeitado por seu chefe e, muito menos, merece ser maltratado em seu local de trabalho.

As cobranças no trabalho

Com a alta competitividade do mercado, a pressão por resultados, tanto sobre os chefes como sobre os colaboradores, aumenta cada dia mais. Do mesmo modo, os prazos ficam mais curtos, as tarefas se tornam mais complexas e a cobrança pela execução rápida dessas demandas passa a ser uma constante.

Gerenciar as tarefas é papel dos líderes, bem como delegar o trabalho e conduzir sua equipe ao alcance das metas e objetivos. Como tal, as cobranças também fazem parte de sua gestão, entretanto, aprender como cobrar uma pessoa educadamente faz toda diferença na boa relação com seu colaborador, pois, quanto mais preparado para fazê-las o líder estiver, melhores também serão os resultados junto aos profissionais.

Potencialize suas habilidades e permaneça em constante desenvolvimento!
Clique aqui e descubra como isso é possível! Acesse “Tudo sobre Coaching”!

5 Dicas de como cobrar uma pessoa educadamente

Se você deseja saber como cobrar bons resultados da sua equipe sem se exceder ou acabar desmotivando os colaboradores, coloque as dicas a seguir em prática, elas te ajudarão a fazer isso de forma equilibrada e gentil, acompanhe.

1 – Seja respeitoso

Ser educado é saber respeitar o outro e não apenas falar baixo, pois, dependendo do modo e do que disser, até isso pode ser ofensivo. Para evitar situações ruins, use palavras positivas, um tom de voz firme, mas pacífico, relembre as pessoas sobre a importância daquela tarefa, diga que confia em seu trabalho e fale com clareza qual o prazo determinado.

2 – Evite críticas negativas

Ao cobrar seu colaborador, evite fazer críticas negativas e comparações com os colegas. Exemplo: ah, você ainda não terminou? Como você é devagar, fulano já fez a parte dele. Foque em empoderar a pessoa, reforçar o motivo pelo qual ela foi escolhida para fazer aquele trabalho e reafirmar sua confiança nela, ou seja, traga seu funcionário para perto, compartilhe a responsabilidade. Deixe os feedbacks para o momento certo!

3 – Dê feedbacks da forma certa

Dar feedbacks de melhoria é uma das melhores formas de situar seu colaborador sobre seus pontos de melhoria e mostrá-lo onde é necessário que haja mudanças comportamentais e emocionais, bem como de evoluções técnicas.

Vale lembrar que não basta chegar e apontar problemas do comportamento dos colaboradores sem qualquer critério, é preciso fazer de forma que os estimule a melhorar e não os desanime, fazendo com que se sintam incapazes. Dê, então, este retorno de forma reservada e ajude-os a enxergar com clareza onde precisam melhorar, mostrando-se como um aliado neste caminho.

Você é feliz?

Existe uma técnica de feedback bastante positiva que tem um nome inusitado: sanduíche. Consiste em iniciar a conversa com um elogio, seguindo com a sugestão de melhoria e encerrando com mais um elogio. Lembrando que os elogios devem ser sinceros, porque a intenção não é enganar o funcionário e sim mostrar a ele seus pontos positivos e aqueles que precisa desenvolver.

3 – Mostre companheirismo

Deixe bem claro ao seu colaborador que ele pode contar com você para sanar dúvidas e buscar orientações para executar bem suas demandas e realizá-las do modo como a empresa espera, dentro do tempo estipulado. Isso mostra que você não é apenas um chefe cobrador, mas um líder participativo e atuante e que fomenta os resultados.

4 – Acompanhe o trabalho

Para o colaborador, um dos piores tipos de chefe é aquele que cobra o tempo todo, mas não se interessa em participar e saber em qual estágio o trabalho está. Uma forma de aprender a cobrar uma pessoa educadamente é reservar um tempo, em dias específicos da semana, para acompanhar a execução das tarefas, verificar os progressos, corrigir as falhas e dar sequência às demandas.

5 – Conheça o perfil de cada colaborador

Cada indivíduo é único, por isso, não dá para usar a mesma abordagem para todos os colaboradores. Existem aqueles que são mais diretos e desejam ouvir os feedbacks dessa forma, enquanto outros precisam de um pouco mais de tato para que não se desmotivem por conta de uma crítica. Dessa maneira, é muito importante que o líder conheça bem cada um dos seus subordinados, até mesmo como uma forma de delegar tarefas considerando quem melhor poderá executá-las.

6 – Incentive o trabalho em equipe

Por mais que seja importante considerar cada indivíduo, com sua personalidade e modo de trabalhar, é preciso, também, incentivar o trabalho em equipe. Com várias cabeças pensando juntas, as tarefas são realizadas com mais qualidade e rapidez. Além disso, cobrar resultados de um grupo é mais simples e não precisa ter esse ar de cobrança e sim de motivação, de incentivar a todos a se dedicarem para alcançar as metas determinadas previamente.

7 – Peça feedbacks aos colaboradores

Além de dar feedbacks aos seus colaboradores, peça para que eles também te avaliem como chefe. Se mostrar aberto a isso é mais uma forma de estreitar os laços e construir uma poderosa relação de confiança. E tudo isso facilita o dia a dia de trabalho, permitindo que se possa cobrar resultados com naturalidade, sem aquela pressão que torna o ambiente tenso.

Um chefe não precisa ser amigo pessoal dos seus colaboradores, inclusive, o excesso de proximidade pode até gerar certos conflitos. O ideal é que tenham uma relação respeitosa, cordial e de confiança mútua. Assim, o trabalho irá fluir com mais leveza e todos se sentirão à vontade para se expressar e apontar qualquer problema, para que seja solucionado em conjunto.

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto é FELIZ!
Clique aqui e conheça nosso “Termômetro da Felicidade” !

Cobrar uma pessoa educadamente é possível!

Viu como agir com educação com os subordinados não é uma tarefa impossível? Para que todas essas dicas tragam efeitos positivos e você aprenda como falar com uma pessoa educadamente, é essencial ainda que, como chefe, tenha inteligência e controle emocional, saiba se comunicar de forma positiva e assertiva, conheça bem sua equipe e saiba o modo de abordar cada um.

Digo isso porque, pode ser que um profissional receba bem uma cobrança de forma mais direta, sem se sentir ofendido, enquanto outro precise de mais detalhes para entender a cobrança e fazer melhor seu trabalho. Por fim, de todo modo, tenha sempre educação e respeito por seus liderados, pois essa é uma dica que não falha nunca.

E uma sugestão final: se você deseja melhorar sua comunicação como líder, aprender como cobrar uma pessoa educadamente e de modo mais efetivo, desenvolva essa e outras competências e habilidades por meio da formação Leader Coach Training- LCT e seja a melhor liderança que você pode ser!

Se este artigo fez sentido para você, passe-o adiante, compartilhando com amigos que também exerçam funções de liderança!

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: