Voltar

Refletindo sobre Steven Covey, Deepack Chopra e Hermes de Trismegisto

Publicado em | 0 comentários

Ollyy/Shutterstock Veja o que estes três pensadores podem nos ensinar sobre alto desempenho, autoconhecimento e evolução

O que estas três personalidades mundialmente conhecidas em seus tempos possuem em comum entre si? Criaram teorias que, com certeza, transcenderão décadas e séculos e que eu compartilho agora.

Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes

Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes é a conhecidíssima teoria de Stephen Covey. O autor trata do comportamento humano através da criação de hábitos. A criação de hábito, para Covey, é a junção do que fazer, porque fazer, como fazer e a motivação de querer fazer. Esses elementos reunidos são os agentes criadores de hábitos.

Compreendemos que adquirir conhecimento é muito pouco se os comportamentos não mudam. É a partir desse pressuposto que Covey elaborou os sete hábitos das pessoas altamente eficazes. Aqui, tomo licença para alinhar essa teoria aos níveis neurológicos do desenvolvimento e outros pensamentos que também utilizam os sete como eixo cabalístico.

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes são:

  1. Ser PROATIVO;
  2. Comece com um fim em mente;
  3. Colocar o primeiro em primeiro;
  4. Pense Ganha-Ganha;
  5. Procure primeiro entender e depois ser entendido;
  6. Sinergia;
  7. Afine seu instrumento, sua serra.

As Sete Leis Espirituais do Sucesso

Não há como falar dos grandes mestres do estudo da mente humana e da medicina quântica sem passarmos pelos escritos do Dr. Deepak Chopra. Ele é, sem dúvida, um grande expoente das descobertas do poder que temos para além dos sentidos óbvios.

As sete Leis Espirituais do Sucesso são retiradas de livro do mesmo nome desse grande autor, já traduzido em centenas de idiomas e respeitado no mundo inteiro. Para mim, essa, como as outras perspectivas versam sobre os mesmos fatos: embora não seja imprescindível uma classificação das forças universais, é sempre didático e, portanto, importante, que façamos uma ordenação para que nosso aprendizado seja facilitado e nosso comportamento seja moldado.

Para Chopra, o sucesso consiste na capacidade de realizarmos os nossos desejos com um mínimo de esforço. Com o conhecimento e a sabedoria e a prática da lei espiritual, colocamo-nos em harmonia com a natureza e somos capazes de criar com despreocupação, alegria e amor. Isso é tradução de sucesso e um ímã para a riqueza material e espiritual.

  1. Lei da Potencialidade Pura– A fonte de toda criação é a consciência pura, ausência de julgamento.
  2. Lei da Doação– Dar e receber são diferentes aspectos do fluxo de energia que complementam o universo.
  3. Lei do Carma ou Causa e Efeito – Colhemos o que plantamos.
  4. Lei do Mínimo Esforço– Nossas ações são motivadas por amor e nossa energia se multiplica fortemente.
  5. Lei da Intenção e do Desejo– Quando colocamos uma intenção no campo da pura potencialidade, colocamos este poder organizador infinito para trabalhar para nós.
  6. Lei do Distanciamento– Abrir mão do resultado com a convicção que ele já aconteceu u está acontecendo neste momento.
  7. Lei do Dharma do Propósito de Vida– Todos nós temos um propósito de vida e devemos doar nosso dom único para o equilíbrio do universo.

Princípios Herméticos

São chamadas de “Princípios Herméticos” as orientações com base nos ensinamentos de Hermes de Trismegisto – O deus Hermes dos gregos antigos, também relacionado ao deus egípcio Thoth. Ambos estão mitologicamente ligados à sabedoria, à magia e à escrita. O deus egípcio é responsável por manter a lógica organizada do Universo e os ciclos lunares. Hermes é o “mensageiro dos deuses”.

Ao deus Hermes é atribuído à autoria de um conjunto de textos sagrados, ditos “textos herméticos”, contendo ensinamentos sobre artes, ciências, religião e filosofia. É desse conjunto de textos – ou do que ainda se tem deles – que  retiramos os sete princípios que aqui foram introduzidos.

Há uma série de práticas ocultistas que ficaram conhecidas como “hermetismos”, que seria uma espécie de “filosofia oculta” (ou ocultista), mas o que nos interessa aqui é a forma como podemos introduzir os enunciados herméticos dentro desse conjunto de saberes que estamos tecendo, com uma bela colcha de retalhos que, embora feita de pedaços, apresenta uma integridade perfeita.

Na Teoria do Processo Evolutivo utilizamos os conceitos desses 7  princípios:

 I. O Princípio de Mentalismo. “Tudo é mente, o universo é mental”

II. O Princípio de Correspondência. “O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima.”

III. O Princípio de Vibração. “Nada está parado; tudo se move, tudo vibra”.

 IV. O Princípio de Polaridade. “Tudo é duplo, tem dois polos, tudo tem o seu oposto, todas as verdades são meias verdades”.

V. O Princípio de Ritmo. “Tudo tem fluxo e refluxo, tudo em suas marés;, tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas, a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda.

VI. O Princípio de Causa e Eleito. “Toda a Causa tem seu Efeito, todo Efeito tem sua Causa. Tudo acontece de acordo com a Lei, o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida. Há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei.”

VII . O Princípio de Gênero. “O Gênero está em tudo, tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino, o gênero se manifesta em todos os planos.”

Conhecimentos maravilhosos, não é mesmo? Aproveite e compartilhe este post em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!