Voltar

O Que são Arquétipos?

Publicado em | 0 comentários
Arquétipos

Vexworldwide/Shutterstock os arquétipos moram em nossa mente e são as fantasias individuais de cada ser humano

Os Arquétipos são os padrões universais de energia, que despontam de nossos mitos e crenças, que exercitam a sua influência de maneira invisível diante da maneira como as pessoas enxergam todos os aspectos de suas vidas. É essencial, para falar de arquétipos, mencionar e explicar o conceito de inconsciente coletivo. De forma simples, inconsciente coletivo é a fração do inconsciente individual que se deriva da experiência antepassada da espécie, ou seja, ele contém material psíquico que não provém da experiência pessoal.

Carl Gustav Jung, psiquiatra e psicoterapeuta suíço que, fundou a Psicologia Analítica, faz a comparação do inconsciente coletivo com o ar – que não muda de localidade para localidade, isto é, é o mesmo em todo lugar – portanto, é expirado por todos e não pertence exclusivamente a ninguém.

Desvendando os Arquétipos

Os arquétipos se configuram como distintas formas de moldar uma escultura. Essa forma com que a escultura é moldada é o que estabelece se ela será: redonda, quadrada, retangular etc. Esses arquétipos originam as fantasias individuais de cada ser humano e também as mitologias de várias épocas.

Por exemplo, várias pessoas almejam um emprego dos sonhos, pode-se dizer que isso é resultado de um arquétipo, da figura pai e mãe ou irmão mais velho, pois em todas as famílias existe uma história de algum parente que ilustra a pessoa bem-sucedida, com um ótimo emprego.

Esse conceito se difunde cada vez mais pela sociedade, e mesmo que as pessoas não reconheçam, sempre existe um desejo muito grande de encontrar o emprego dos sonhos, muito especial, que corresponda ao que esperam. Essa fantasia é bastante peculiar e individual, resultante de um mito que perpassa mundo afora.

Confusões Envolvendo o Arquétipo

Jung diz que o conceito de arquétipo é bastante confundido/mal interpretado, já que esse conceito não demonstra uma imagem ou teor definido, e, sim, uma esmiúce de detalhes e um motivo, mas nunca perdendo o formato original. Partindo do mesmo exemplo anterior, além do emprego dos sonhos existe, também, o desejo de encontrar um emprego que seja o mais perto possível da perfeição. Mas o conceito de perfeição varia de pessoa para pessoa. Não existe uma fórmula.

Todos os arquétipos trazem consigo particularidades tanto positivas quanto negativas. Por exemplo, uma pessoa pode querer ser um Bill Gates (magnata, filantropo, autor norte-americano, tornou-se conhecido após fundar, juntamente a Paul Allen, a Microsoft – a maior e mais afamada empresa de software do mundo).

Mas, por outro lado, também existe uma imagem e um medo de que este vire uma celebridade e não possa mais sair às ruas, ou que a fama acabe com a morte sem ter aproveitado a vida pela falta de tempo para a vida social.

Precisamos então, entender bem o que um arquétipo significa e identificar melhores maneiras de utilizar esta representação ao nosso favor. Pense nisso e boa sorte!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!