viver-plenitude

Qual a receita para viver em plenitude?

Por: José Roberto Marques | Blog | 23 de maio de 2020

Plenitude é o estado do que é inteiro, completo, sendo assim, viver em plenitude é o mesmo que desfrutar ao máximo das experiências da vida, com satisfação, aprendizado e gratidão. É uma busca que vai na contramão da realidade atual, em que muitos se deixam levar pela rapidez com que as coisas acontecem e acabam entrando em uma espécie de piloto automático, apenas reagindo ao que acontece, sem fazer escolhas de modo consciente.

Se você deseja saber qual é a receita para viver em plenitude e desfrutar de cada instante em sua totalidade, continue esta leitura e descubra o que precisa fazer para alcançar esse estado.

Confira 10 dicas que vão te ajudar a viver em plenitude.

10 Passos para viver em plenitude e ser mais feliz

Aqueles que buscam viver de forma plena, se conectar uns aos outros, aprender, errar, ensinar, refletir sobre suas escolhas, certamente são muito mais felizes do que os que se deixam levar pela maré. Confira, a seguir, dez passos que permitirão que viva com mais entusiasmo e equilíbrio.

1 – Viva o momento presente

A ideia de viver em plenitude é aproveitar ao máximo cada instante, sendo assim, é preciso começar a se conectar completamente a cada experiência, deixando de lado a culpa pelo que passou e a preocupação com o futuro, mantendo o foco no agora. Um ponto importante a ser considerado dentro deste passo é o celular, que é uma ferramenta de grande utilidade, mas que deve ser usada com equilíbrio, para evitar que desperdice experiências maravilhosas olhando para uma tela.

2 – Faça coisas que ama

Cada pessoa tem as suas preferências, coisas que sente prazer em realizar. Tornar essas atividades parte da rotina é fundamental para viver em plenitude, pois geram satisfação e energizam. Caso não tenha a oportunidade de trabalhar com a sua grande paixão, transforme-a em um hobby, isso te fará muito bem e irá impactar em todas as áreas da sua vida.

3 – Saiba perdoar

Guardar mágoas de situações do passado compromete a plenitude porque te impede de conviver com pessoas e viver experiências. Por essa razão o perdão é tão importante, porque ele te liberta de sentimentos ruins que em nada agregam para a sua felicidade. É claro que existem atitudes de terceiros que podem romper o laço de confiança que tinham, mas apenas o fato de não desejar o mal do outro já permitirá que siga em frente e evite se manter preso ao que passou.

4 – Seja grato

A gratidão é um elemento essencial para uma vida plena, porque te leva a valorizar cada detalhe da sua vida em vez de condicionar sua felicidade a grandes acontecimentos. Estar vivo, ter saúde, ter uma casa para morar, uma família amorosa, uma cama quente para dormir, receber um recado carinhoso de um amigo são exemplos de coisas que muitas vezes passam despercebidas, mas que merecem nosso sentimento de gratidão.

Você é feliz?

5 – Saiba diferenciar seus desejos de pressões externas

A sociedade, muitas vezes, impõe certas coisas que levam as pessoas a confundirem suas reais vontades com essa pressão externa, o que foi intensificado com o surgimento das redes sociais. Para evitar isso, procure se conhecer e se questionar sobre o que realmente deseja para a sua vida. Isso irá te libertar de cobranças que não lhe pertencem e permitir que faça escolhas com consciência.

6 – Assuma uma postura ativa em vez de simplesmente deixar a vida passar

Todo indivíduo tem duas opções: assumir uma postura ativa e escolher para onde encaminhar sua vida ou, simplesmente, deixar a vida passar. Não existe certo ou errado, cada um é livre para decidir, contudo, se quer viver em plenitude, o melhor a fazer é se colocar como autor da sua própria história e escolher com consciência os caminhos que irá trilhar.

7 – Adote hábitos que façam bem para o corpo e a mente

Para viver em plenitude e aproveitar ao máximo as experiências, é fundamental que esteja se sentindo bem física e mentalmente. Sendo assim, procure adotar hábitos que façam bem para a sua saúde, como manter uma alimentação equilibrada, se exercitar regularmente, prezar pela qualidade do seu sono, evitar o acúmulo de tarefas no trabalho e em casa, cuidar de si mesmo, conversar sobre seus sentimentos e procurar ajuda médica ao identificar qualquer problema.

8 – Tenha uma rede de pessoas em quem confie

O ser humano é um ser social, que precisa do contato com outras pessoas para compartilhar momentos, experiências, conhecimento. Embora seja muito importante aprender a apreciar a própria companhia, também é preciso cuidar dos relacionamentos com familiares e amigos, transformando-os em uma rede de apoio. Isso gera um forte sentimento de pertencer que torna a vida mais significativa e feliz.

9 – Desapegue da preocupação com coisas pequenas

Sempre que começar a se preocupar com alguma coisa, pense se aquilo fará alguma diferença na sua vida daqui um ano. É bem provável que responda “não” em grande parte dessas situações, porque o ser humano tem a tendência de se preocupar com coisas pequenas. Por isso, se faça esse questionamento e deixe para se concentrar nas coisas que realmente importam.

Por fim, para viver uma vida plena e aproveitar ao máximo as experiências, é essencial que aproveite todas as oportunidades para sair da sua zona de conforto, ousar e ir além. Se tiver como objetivo fazer, pelo menos, uma coisa pela primeira vez toda semana, ao longo de um ano terá acumulado uma bagagem fantástica de vivências. Para tornar o processo mais interessante, crie uma lista para ir cumprindo ao longo do tempo. Poder riscar cada item será extremamente satisfatório e recompensador, pode acreditar.

Adapte cada um desses passos à sua realidade e crie a sua própria receita para viver em plenitude. Afinal de contas, cada indivíduo tem as suas prioridades, objetivos e valores, que devem ser considerados para uma vida verdadeiramente feliz.

Você tem alguma dica a acrescentar? Compartilhe abaixo e lembre-se de enviar o artigo para os seus amigos para incentivá-los a também buscar a plenitude em suas vidas.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: