perdao-liberar

Por que você precisa liberar o perdão?

Por: José Roberto Marques | Blog | 01 de novembro de 2019

O perdão é como uma sentença de liberdade para quem vive atormentado pelas atitudes negativas de outras pessoas. O rancor que nasce a partir de algo ruim feito por um terceiro, é uma forma de se tornar prisioneiro de uma dor que nunca passa. A partir do momento em que se perdoa, é possível se livrar desse sentimento ruim que ficou guardado. Por isso é tão importante liberar o perdão, porque através desse gesto torna-se possível libertar a si mesmo.

Se você tem uma mágoa guardada em seu interior, de alguém que considerava importante e te decepcionou, te convido a continuar esta leitura de peito aberto, sem prejulgamentos. Por mais que possa ser doloroso relembrar o passado, é através dessa reflexão que conseguirá resolver as questões que ficaram pendentes em seu coração e, então, seguir em frente com a alma leve e sem rancor.

Afinal, o que é o perdão?

Perdoar é compreender que o que aconteceu ficou no passado e não deve ser constantemente relembrado para não resultar em um acúmulo desnecessário de mágoa. É claro que, possivelmente, não irá esquecer totalmente o que houve, porém, ao liberar o perdão, conseguirá manter essa lembrança apenas como um aprendizado, sem o peso que uma mágoa possui.

Quando você perdoa, não está ignorando uma quebra de confiança e sim aprendendo a lidar com ela sem se martirizar ou desejar o mal a quem a causou. Nesse sentido, você não precisa manter uma relação que não fizer mais sentido para você apenas para mostrar que perdoou. Basta que deixe ir todos os sentimentos ruins e continue sua vida, sem permitir que uma experiência negativa te abale.

Sentimentos negativos associados à mágoa

Para entender melhor a razão pela qual liberar o perdão é tão relevante, vou apresentar os sentimentos negativos que se acumulam devido à mágoa. Alguém que foi prejudicado por outra pessoa tende a sentir uma grande raiva, não só em relação ao que lhe fizeram, mas do mundo de uma maneira geral. Aos poucos, essa raiva se converte em um ódio que cega e impede esse indivíduo de seguir uma vida saudável.

A incapacidade de enxergar bondade e positividade nas outras pessoas gera uma imensa frustração. E, claro, se torna quase impossível confiar em alguém novamente. Porém, permanecer focado no que foi ruim não vai fazer com que a realidade mude e os maus atos sejam desfeitos. Além disso, uma atitude ruim vinda de um único indivíduo não pode servir como régua para medir todos os outros seres humanos.

Devo dizer que é absolutamente natural se sentir dessa maneira logo que se sofre o golpe, porém, com o passar do tempo, a confiança no mundo e nas outras pessoas precisa ser restabelecida. Inclusive, permanecer pensando na situação pode fazer com que doenças psicológicas e físicas se manifestem. Dentre os sintomas mais comuns estão ansiedade, depressão, dores pelo corpo, dores de cabeça e até baixa da imunidade.

5 Benefícios de liberar o perdão

Veja, a seguir, quais são os benefícios que o ato de perdoar pode te proporcionar. Leia cada um com atenção e entenda o quanto é libertador deixar os sentimentos negativos irem embora.

1 – Perdão de si mesmo

Ao perdoar a atitude maldosa de outra pessoa, você admite para si mesmo que o problema está no outro. É comum que aquele que foi magoado, inicialmente, se culpe acreditando que foi o motivador da situação, quando em grande parte dos casos apenas foi uma vítima de alguém que brincou com seus sentimentos.

2 – Autocontrole emocional

Quando o perdão é concedido, o indivíduo magoado deixa de concentrar a sua energia no que passou e foca no presente, mantendo-se no controle de suas emoções. A máxima que diz que tudo aquilo que não mata fortalece está mais do que certa. Ao levantar depois de uma queda você se prepara para ter uma reação ainda melhor em uma eventual próxima vez.

3 – Fortalecimento do seu psicológico

Por mais que o ser humano, de modo geral, esteja sempre em busca de boas experiências, é nos problemas, e na busca por soluções, que temos a oportunidade de nos conhecermos e evoluirmos. Em se tratando do perdão, quando você o concede a alguém, está se conhecendo e se tornando mais forte para enfrentar os próximos desafios que surgirem em seu caminho.

4 – Lições aprendidas

Uma situação ruim deve deixar apenas aprendizado na vida de quem foi magoado, portanto, esqueça o sentimento de mágoa, mas lembre-se de como as pessoas já agiram mal com você. Fazendo isso, será mais fácil estabelecer limites de confiança para novos relacionamentos.

5 – Coração aberto para novas relações

Independente do tipo de relacionamento que gerou a mágoa, pode ser amoroso, profissional, de amizade e até familiar, é comum que isso gere uma barreira em quem sofreu com um ato maldoso, impedindo-o de iniciar novas relações ou se aprofundar em outros relacionamentos. O perdão funciona como um incentivo para voltar a se relacionar com os outros, pois traz de volta a capacidade de confiar.

Como colocar o perdão em prática?

Muitas pessoas podem estar pensando que falar é fácil, e que praticar o perdão é difícil. Para quem não tem esse hábito, realmente pode ser um pouco mais desafiador deixar no passado certas dores. No entanto, há maneiras de praticar o perdão, como, por exemplo, diminuindo as suas chances de se magoar. Reduza um pouco as expectativas que possui em relação às pessoas novas na sua vida, deixando de lado a idealização.

Não se trata de evitar novas relações, apenas de ir com calma, conhecer bem o outro antes de lhe entregar o mais autêntico afeto. Se, infelizmente, já for tarde e a mágoa estiver enraizada, faça um esforço para pensar o mínimo possível nela. Quando estiver triste pela situação, se concentre em outras coisas boas. Pode levar um tempo para isso acontecer, mas, em um certo momento, perceberá que não pensa mais nesse sentimento e que ele está no passado definitivamente.

Espero que este conteúdo tenha feito sentido para você e que te ajude a deixar as mágoas para trás. Sua vida é preciosa demais para ser desperdiçada com sentimentos que não agregam. Pense nisso!

 

Copyright:  https://pixabay.com

Deixe seu Comentário: