Close,Up,Above,View,Responsible,Cautious,Young,Indian,Female,Employee

Qual a importância da higiene pessoal no trabalho?

Por: José Roberto Marques | Blog

Higiene pessoal é um assunto de extrema importância. Esse conjunto de práticas permite que as pessoas possam se relacionar umas com as outras de forma respeitosa, além de prevenir diversos problemas de saúde. Não é à toa que o assunto é ensinado às crianças, desde muito cedo, tanto na família como na escola.

Contudo, por óbvio que o assunto pareça, alguns adultos parecem se esquecer, de vez em quando, daquilo que aprenderam na infância. As questões de higiene jamais devem ser descuidadas em qualquer idade, pois são observadas na família, no grupo de amigos e até mesmo no ambiente de trabalho. Para entender melhor a importância do assunto na vida profissional, continue a leitura deste artigo!

[php_everywhere instance=”2″]

O que é higiene e qual a sua importância?

O conceito de higiene refere-se a um conjunto de conhecimentos e hábitos que promovem a limpeza, a conservação e os cuidados com o nosso corpo e com o ambiente em que estamos inseridos. A higiene é também considerada uma parte da medicina, já que ela engloba a preservação da saúde e o estabelecimento de normas e preceitos que previnem doenças.

Doenças infecciosas podem ser prevenidas e ter a sua transmissão controlada por meio das medidas de higiene. Dessa forma, as práticas garantem a saúde física, mental e social — tanto do próprio indivíduo quanto das pessoas com as quais ele convive.

Há quatro tipos de higiene: pessoal, coletiva, mental e ambiental.

  • Higiene pessoal: conjunto de hábitos individuais que garantem a limpeza e a saúde da pessoa;
  • Higiene coletiva: conjunto de normas de higiene determinados pela sociedade, com vistas a promover a saúde e a limpeza, visando à prevenção de doenças;
  • Higiene mental: conjunto de hábitos que ajudam o indivíduo na prevenção de doenças mentais, como: descanso, sono de qualidade, alimentação equilibrada, prática regular de exercícios físicos, técnicas de administração das emoções, entre outros;
  • Higiene ambiental: conjunto de hábitos que visam à preservação das condições sanitárias do meio ambiente — residências, ruas, praças, parques, mananciais, espaços comerciais e industriais etc.;

Por que a higiene pessoal é importante no ambiente de trabalho?

Um dos maiores obstáculos enfrentados pela humanidade são as doenças infectocontagiosas, provocadas em geral por vírus e bactérias. Quando as pessoas não cuidam adequadamente da sua higiene pessoal, favorecem a transmissão desses agentes infecciosos, podendo provocar epidemias.

Se você pensar num dia comum de trabalho, certamente perceberá que entra em contato com centenas de pessoas — não apenas as que trabalham na mesma empresa que você, mas também os parceiros, clientes, fornecedores e indivíduos com os quais você cruza pelas ruas e pelo transporte público, por exemplo. Sem a higiene pessoal adequada, você pode transmitir ou receber agentes infecciosos dessas pessoas, podendo até mesmo infectar as pessoas da sua própria casa.

Dessa forma, tomar banho, lavar as mãos após a utilização do banheiro e cobrir o rosto ao tossir ou espirrar são exemplos básicos de medidas que previnem a transmissão dessas doenças.

Além disso, é fato que os quatro tipos de higiene citados acima são essenciais para a promoção geral da saúde das pessoas. Ter saúde não significa apenas não estar doente, mas viver com qualidade e bem-estar físico, mental, espiritual, intelectual, psicológico e comportamental. Isso favorece a nossa longevidade e também o bom convívio com as pessoas ao nosso redor.

A sua higiene é a sua imagem profissional

Além das questões de saúde, não podemos nos esquecer de que, no mercado de trabalho, todo indivíduo é também um produto, cujo valor está diretamente associado à sua imagem, além das competências. Por isso, bons hábitos de higiene valorizam a sua imagem profissional.

Você é feliz?

Um indivíduo que não lava as mãos após a utilização do banheiro da empresa, que parece não tomar banho diariamente, que não escova os dentes e que larga lenços e cotonetes espalhados pela mesa de trabalho certamente não será visto com bons olhos. Isso prejudica o relacionamento que essa pessoa estabelece com os seus colegas, chefes, clientes e com qualquer pessoa que veja a cena.

Por este motivo, a higiene pessoal é uma obrigação de qualquer indivíduo que leva o seu trabalho a sério. Por isso, a limpeza do seu corpo, das suas roupas, dos seus pertences e da sua mesa de trabalho diz muito sobre a forma como você deseja ser visto em sua carreira. A imagem de uma pessoa é uma forma de comunicação com quem estiver ao seu redor. Portanto, transmita uma imagem positiva por meio da sua higiene pessoal.

Dicas de higiene: cuidando do seu corpo

Como citamos anteriormente, algumas dicas de higiene são tão óbvias que parece ingênuo reforçá-las aqui no blog. O ideal seria que todas as pessoas tomassem conhecimento delas e as colocassem em prática desde a infância. Ainda assim, vale a pena retomar alguns conceitos básicos, tanto para homens quanto para mulheres:

  • Tomar banho diariamente para manter a limpeza e prevenir doenças;
  • Escovar os dentes ao menos três vezes ao dia, de modo a evitar cáries e mau hálito;
  • Manter as unhas limpas e bem cortadas para evitar a propagação de bactérias;
  • Lavar as mãos frequentemente — ao chegar ao trabalho, após utilizar o banheiro e antes das refeições;
  • Manter os cabelos limpos e a barba bem aparada para ter um bom visual profissional;
  • Manter as roupas limpas e passadas;
  • Utilizar desodorante para evitar o odor corporal provocado pelas bactérias da pele ao suar;
  • Se optar por utilizar perfumes, escolher sempre as opções mais suaves, que não agridam o olfato dos colegas;
  • Evitar fumar no ambiente de trabalho, pois o cheiro pode ficar na roupa por todo o dia — prefira fumar em casa.

Dicas de higiene: cuidando do ambiente

Como citamos, as medidas de higiene não têm o objetivo de garantir apenas a limpeza e a saúde das pessoas por meio do asseio com os seus próprios corpos, mas também com os ambientes que frequentam. Por isso, a higiene no ambiente de trabalho é obrigação de todos os que o utilizam. Confira algumas medidas básicas nesse sentido:

  • Não deixar copos de café e água espalhados pela empresa;
  • Jogar o lixo nas lixeiras — respeitando a coleta seletiva, caso a empresa promova essa ação;
  • Alimentar-se exclusivamente na copa da empresa, já que restos de alimentos na mesa de trabalho podem se acumular e atrair formigas, por exemplo;
  • Manter limpos os ambientes em geral: mesas, salas de trabalho, cozinhas, banheiros e refeitórios;
  • Esvaziar as lixeiras quando estiverem perto da capacidade máxima;
  • Nunca se esquecer de dar a descarga após utilizar o banheiro;
  • Manter a organização dos objetos de trabalho (papéis e pastas no escritório, louças e embalagens na cozinha, produtos e papéis do banheiro etc.);
  • Para os fumantes, evitar fumar no ambiente de trabalho, mas se o fizer, que seja numa área aberta, descartando as bitucas em local apropriado.

Como você pode perceber, medidas de higiene são simples, mas muito poderosas, desde que todos os funcionários da organização dediquem-se a elas. Dessa forma, a empresa e as pessoas que nela trabalham estarão sempre limpas e garantindo um bom convívio umas com as outras. Assim, não apenas a prevenção às doenças infectocontagiosas será promovida, como também a saúde de maneira geral — incluindo o bem-estar físico e mental.

E você, querida pessoa, como vê a relação entre a higiene pessoal e o trabalho? Deixe o seu comentário no espaço abaixo. Além disso, não se esqueça de compartilhar este artigo com todos os seus amigos, colegas e familiares, por meio das suas redes sociais!

Imagem: Por fizkes

[php_everywhere instance=”1″]

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: