Young businessman is thinking in front of the sketches drawn on the dark concrete wall

Quais as características de um empreendedorismo inovador?

Por: José Roberto Marques | Blog | 02 de maio de 2019

Você já parou para pensar em como as coisas acontecem com uma rapidez incrível hoje em dia? As notícias, informações e dados são transmitidos com tanta agilidade que o mercado precisa de profissionais que consigam acompanhar esse ritmo ao mesmo em que o traz para o dia a dia. Por isso, inovação é a palavra do momento! Inovar significa quebrar padrões, encontrar novas formas de realizar as tarefas e fazer diferente.

É importante ressaltar que, graças à internet, os consumidores se aproximaram bastante das organizações, estabelecendo um relacionamento estreito e um vínculo afetivo com elas. Nesse sentido, a autenticidade das marcas passa a ter forte peso nas decisões de compra, fazendo da inovação uma das principais aliadas na construção de diferenciais que encantam e chamam a atenção dos consumidores mais exigentes e criteriosos.

No artigo de hoje, você vai conferir mais sobre os benefícios e as tarefas extras que a inovação pode trazer para o cotidiano do colaborador atual. Vamos lá?

Quer descobrir como você pode desenvolver suas habilidades?
Clique aqui e Mergulhe no maravilhoso
“Mundo do Coaching”!

A importância da inovação

A inovação é capaz de transformar e criar novas realidades, bastando ter uma ideia e pessoas para executá-la corretamente. Ela é um dos principais ativos que promovem o crescimento e expansão de um negócio em meio a alta competitividade e as constantes mudanças tecnológicas.

Já fica a dica: uma empresa conduzida por uma gestão inovadora tem mais facilidade em conquistar e fidelizar seu público. Afinal, a organização que está por dentro das novidades faz questão de usá-las com o seu público-alvo.

Pensando dessa forma, não seria errado pensar que as organizações que têm a inovação como uma de suas prioridades apresentam crescimento maior, tanto em relação a faturamento quanto produtividade. Além disso, os funcionários de empresas com essa característica tendem a estarem mais satisfeitos com o trabalho. Assim fica mais fácil reter talentos e estar a frente no quesito cultura organizacional.

O que é o modelo A-F de Inovação

Proposto pelos pesquisadores Philip Kotler e Fernando de Bes, esse modelo foi criado após eles analisarem algumas das empresas mais inovadoras da história, como Apple, Netflix, Google, General Eletric, Protecter e Gamble e 3M.

Os autores definiram que a qualidade mais importante de uma corporação inovadora é a capacidade de combinar atividades contraditórias. Isso acontece, pois o investimento em inovação pode parecer contrário a ideia de melhoria das rotinas e maximização dos lucros.

Naturalmente avessos a qualquer mudança na rotina, as pessoas precisam de incentivo para aceitar a mudança das suas rotinas para que um processo de inovação possa ser bem-sucedido. Isso faz com que seja necessário maior empenho dos líderes, da gestão e da área de recursos humanos (RH).

Conheça as etapas do modelo A-F de Inovação

De acordo com Kotler e Bes, a inovação, por definição, altera todas as regras e rotinas tanto da empresa quanto dos colaboradores. Por isso, é necessária a intervenção de um grupo de pessoas que irá destruir as barreiras naturais à inovação. Os autores estabeleceram o modelo A-F de Inovação como um fluxo com as funções essenciais para que a empresa consiga atingir o seu objetivo. Saiba agora quais são as funções básicas dessa filosofia:

Você é feliz?

  • Ativadores: são responsáveis por iniciarem o processo de inovação. Depois de acenderem a centelha, eles passam a não ter mais responsabilidade sobre a continuidade da ideia.
  • Buscadores: fazem uma pesquisa geral com intuito de obter informações pontuais para efetivamente iniciar o processo de aplicação das ideias trazidas pelos Ativadores.
  • Criadores: são os criativos, ou seja, as pessoas que vão trazer soluções para dar seguimento a ideia que foi trazida na primeira parte do processo.
  • Desenvolvedores: são os responsáveis por colocar em prática tudo que foi pensado, pesquisado e planejado. São eles que transformam a ideia em um produto, serviço ou mesmo em uma solução.
  • Executores: no final do fluxo de inovação, eles são os donos da função de implementar a inovação (produto, serviço ou solução) na organização e levá-la para o mercado.

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto
é FELIZ! Clique aqui e conheça nosso
“Termômetro da Felicidade” !

5 principais características de um empreendedor inovador

Muitas vezes o empreendedor é visto somente como a pessoa que tem a ideia inicial e depois se dedica a parte administrativa e financeira. Ao contrário disso, esse profissional deve oxigenar o cérebro a todo o momento para ter novas ideias e compartilhá-las com os seus liderados de forma clara. Além disso, ele deve saber ouvir na essência, conversar, ensinar e aprender.

Para deixar tudo mais claro, selecionei quais são as 5 principais características de um empreendedor realmente inovador. Confira:

  1. Pensar fora da caixa: a criatividade e a imaginação são ferramentas fundamentais do empreendedor inovador, que possui forte capacidade de associar seus conhecimentos às necessidades e problemas do mercado, criando suas próprias oportunidades.
  2. Clareza de objetivo: os profissionais inovadores são aqueles que possuem uma definição clara de suas metas e objetivos. Eles sabem bem aonde pretendem chegar e, por isso, conseguem criar novas possibilidades e aproveitar as oportunidades.
  3. Coragem: os empreendedores inovadores assumem riscos e possuem uma dose extra de coragem para testar suas ideias e para caminhar em uma estrada desconhecida. São desbravadores dispostos a ir onde ninguém foi.
  4. Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
    Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

  5. Engajar a equipe: uma organização conduzida por uma gestão inovadora consegue aumentar significativamente o desempenho de seus colaboradores. Quando a criatividade é aplicada no ambiente organizacional, os funcionários são estimulados de diferentes maneiras, mantendo-se sempre comprometidos, engajados e motivados.
  6. Constante aprendizado: é essencial que o líder empreendedor entenda a importância dos estudos. Para isso, ele deve sempre estar absorvendo conteúdo de qualidade. Além disso, é importante que ele incentive os seus funcionários a fazer o mesmo.

Agora que você já sabe mais sobre como um empreendedorismo e inovação, que tal começar a investir na sua educação continuada para se aprofundar nos assuntos? Como você leu por aqui, estudar é essencial e pode levar a sua carreira a patamares mais altos. Além, é claro, de trazer mais sabedoria, criatividade, embasamento e referências para o seu dia a dia profissional e pessoal.

Gostou deste artigo? Comente abaixo a sua resposta. Aproveite para compartilhar as dicas que você leu por aqui nas suas redes sociais.

Até a próxima!

Copyright: © Depositphotos.com / denisismagilov

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: