proposito-da-vida

O Propósito da Vida

Por: José Roberto Marques | Blog | 14 de setembro de 2020

Existem pessoas que acreditam que o seu propósito de vida esteja ligado à carreira, outras à espiritualidade e até a uma forma de contribuição com o mundo e a sociedade. Embora esses aspectos realmente possam fazer parte do propósito de um indivíduo, é preciso deixar claro que se trata de uma ideia que é mais ampla, que engloba toda a vida, e não individualizada.

É preciso ter um propósito por trás de cada escolha na vida, incluindo os relacionamentos, a família, a carreira, a maternidade / paternidade e, até mesmo, o fato de estar vivo. Sem um propósito claro, a vida pode se tornar uma repetição de ações que não possuem um significado maior e, como consequência, não geram motivação.

Está em busca de um sentido maior para sua vida? Um propósito?
Clique aqui e Mergulhe no maravilhoso “Mundo do Coaching”!

Por que ter um Propósito é importante?

Acordar, tomar o café da manhã, ir para o trabalho, fazer as refeições, falar sempre sobre os mesmos assuntos com a família, dormir e repetir no dia seguinte. É assim uma vida sem propósito, em que as ações são realizadas de forma automática, sem significado e sem motivação.

Sem propósito, as ações se tornam cansativas, desgastantes, os relacionamentos ficam enfraquecidos, não há entusiasmo em viver. Os dons e talentos ficam submersos em meio a um mar de insatisfação, o que gera uma vontade de abandonar tudo, a carreira, o casamento e, às vezes, até a própria vida.

Em se tratando especificamente da carreira, a falta de propósito gera ansiedade, insegurança, baixa autoestima. O indivíduo passa a se comparar, a buscar não o que faz sentido em sua vida e sim o que a sociedade classifica como sucesso e felicidade. Quando o propósito é alcançado, tudo ganha significado e passa a fazer sentido, o que gera energia, conexão, o desejo de se dedicar a cada ação.

Fábula sobre o Propósito da Vida

As fábulas são histórias que possuem uma narrativa simples de ser entendida e que nos ensinam sobre diversos aspectos da vida. Quando o assunto é propósito, existe uma fábula bastante interessante e que tem muito a nos ensinar, acompanhe.

Um caranguejo que vivia no mar é levado por engano a um poço e encontra um sapo que vive no local sem nunca ter saído de lá. O segundo pergunta ao primeiro de onde ele veio, ao passo que o caranguejo responde que vivia em um lugar que também é formado por uma porção de água, como o poço, mas se diferencia em relação ao tamanho, por ser muito maior.

Você é feliz?

O sapo, tentando imaginar a dimensão do lar do caranguejo, dá um salto e pergunta: o mar é do tamanho de um salto que você dá? O caranguejo responde que não e que é muito maior. O sapo fica intrigado e dá vários saltos dentro do poço, perguntando em seguida se o mar é equivalente a três saltos. A resposta, mais uma vez, é que não, que o mar é muito maior.

O caranguejo completa dizendo que o mar é enorme e que não é possível medi-lo através de saltos. O sapo, por não ter visto nada além do poço em que passou toda sua vida, acusa o caranguejo de estar mentindo, pois, para ele, não existe lugar maior do que aquele em que vive.

Trazendo essa história para a nossa realidade, podemos dizer que o sapo é como um indivíduo que vive de forma limitada, em sua própria bolha, ignorando a dimensão do universo e das pessoas que nele habitam. Dentro desse contexto, não há propósito que floresça, simplesmente porque algo tão grandioso não combina com separação e sim com imensidão, completude.

Como descobrimos nosso Propósito de Vida?

Quando se trata de descobrir o propósito de vida, a grande maioria das pessoas opta por um dos seguintes caminhos: o primeiro, listar todas as coisas que considera fascinantes e escolher uma delas para se dedicar. O segundo caminho é encontrar algo no qual é bom, transformar em propósito e se esforçar para amar isso por toda a vida.

O problema do primeiro caminho é que eleger apenas uma coisa da lista de preferências faz com que muitos se sintam perdidos e em dúvida sobre o que escolher. Já no caso do segundo, a grande questão está na tentativa de se planejar para seguir um propósito, o que soa um tanto quanto estranho.

Agora, vamos pensar em grandes nomes conhecidos mundialmente por terem seguido seu propósito e construído um legado. Consegue imaginar Gandhi, Einstein, Madre Teresa de Calcutá e Steve Jobs optando por um dos dois caminhos citados anteriormente? Provavelmente não, porque o verdadeiro propósito apenas é encontrado através de uma grande conexão interna.

Apenas quando uma pessoa alcança um estado expandido de sua consciência que ela encontra o seu propósito, o que irá refletir em todas as áreas de sua vida e não apenas na carreira. Se lembra do sapo da fábula? Ele apenas irá encontrar o seu propósito após se libertar das ideias limitantes de que o mundo se resume ao poço em que vive, permitindo-se conhecer outros lugares e, mais importante, se conhecer de forma genuína e completa.

Para alcançar esse estado de consciência, é necessário experimentar a gratidão pela vida, a compaixão pelo próximo, o desejo de ver o outro bem tanto quanto a si mesmo, a empatia, é através disso que se enxerga o mundo em sua plenitude. Assim, o propósito surge como fruto de um olhar sensível sobre o universo e as pessoas, gerando criatividade, inovação e o desejo de fazer a diferença.

O propósito não pode ser planejado, ele é um acontecimento, o fruto de uma viagem interna, uma conexão profunda consigo mesmo que expande a consciência em relação ao universo, ao outro e à vida.

E você, já encontrou o seu propósito? Se ainda não, comece a buscá-lo e prepare-se para começar uma nova vida, uma vida com significado, em que cada ação sua terá uma forte motivação e um sentido poderoso.

Se gostou, deixe seu comentário abaixo a respeito do assunto e aproveite para compartilhar o artigo em suas redes sociais, para inspirar mais pessoas a buscarem o seu propósito.

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: