autoestima-dicas

Dicas para melhorar sua automotivação e autoestima no trabalho

Por: José Roberto Marques | Blog | 25 de julho de 2018

O que é autoestima pra você, querida pessoa? Você sabe como ela impacta as suas relações interpessoais, a sua carreira profissional, seu cotidiano? A autoestima está ligada ao autoconhecimento; afinal, como gostar e estimar alguém que não conhece, não é mesmo?

Além disso, a autoestima é a peça chave para a autoconfiança – algo fundamental para reconhecer habilidades profissionais e os talentos que se tem . O que nos leva a um outro ponto: a automotivação. Mas, afinal de contas: o que é autoestima e como ela se faz presente no trabalho? E o que é automotivação? É sobre isso que quero conversar com você neste artigo!

O que é Autoestima?

A autoestima nada mais é do que uma qualidade que cada indivíduo possui em reconhecer, valorizar e confiar em si mesmo. Além disso, a autoestima é uma forma que cada indivíduo possui para se relacionar com a própria identidade. Quanto mais alta a autoestima, maior satisfação com a identidade e características o indivíduo tem.

A elevada autoestima está intrinsecamente ligada ao amor próprio. É importante destacar que a autoestima elevada não significa que a pessoa esteja livres de defeitos. Uma pessoa com autoestima alta é uma pessoa que se ama justamente por reconhecer tanto os defeitos quanto as qualidades que possui. E como é possível identificar estas características? A resposta é: autoconhecimento!

É graças ao autoconhecimento que se torna possível identificar suas habilidades, seus talentos, seus pontos de melhoria, suas qualidades. Com isso, fica mais seguro traçar metas e objetivos tanto no campo pessoal quanto no campo profissional. Quando você se conhece, acreditar em seu potencial não é tão impossível pois você sabe melhor sobre suas potencialidades e, principalmente, confia nelas. Confiar em seu potencial com base no autoconhecimento também é importante para que você aproveite melhor as oportunidades de crescimento profissional, por exemplo.

E como a autoestima pode contribuir de maneira positiva com uma carreira profissional de sucesso?

A autoestima no trabalho

Muita gente se esforça para ter um currículo repleto de experiências e informações para encantar gestores selecionadores, o que não é nenhum erro. Ter um currículo atraente é importante para a carreira de qualquer profissional. Mas, o que muita gente não sabe – ou acredita não ser importante – é que a autoestima também é uma aliada poderosa para as carreiras profissionais. É a autoestima que faz com que os profissionais reconheçam que são capazes de executar determinadas tarefas, assumir novos desafios e funções, além de impedir que haja procrastinação no ambiente de trabalho. Profissionais com boa autoestima são profissionais que confiam em si mesmos e gostam do que fazem. Gostar do trabalho que se tem é um fator fundamental para que a vontade de fazer tarefas seja maior que a vontade de procrastinar, independente da função e cargo que se tenha dentro da organização.

Todos os cargos e funções dentro de uma organização são importantes para o andamento dos processos de uma empresa. Nada melhor que ter profissionais motivados e confiantes de que fazem um trabalho importante e, principalmente, de qualidade, certo? Não é o cargo que traz a motivação, sempre bom lembrar isso. É sempre bom lembrar também que sem autoestima não há automotivação. Mas, como ter esta autoestima e automotivação? Listei aqui algumas iniciativas que você pode tomar agora mesmo,querida pessoa!

1 – Invista em Autoconhecimento

Muitos profissionais não confiam em suas habilidades profissionais ou não se sentem pertencentes a uma organização por não se identificar com o que faz. Exercer um trabalho que não faz sentido algum é uma das maiores causas de desmotivação no ambiente profissional. Isso acontece justamente por falta de conhecimento sobre si mesmo. Por isso é de extrema importância investir em autoconhecimento. É a partir do que se sabe sobre si mesmo é que será possível entender quais funções você exercerá melhor, qual carreira seguir e como seguir. Portanto, conheça suas habilidades e competências, de modo que possa utilizá-las da melhor maneira, gerando resultados com excelência nos desafios propostos.

Vale dizer também que com o autoconhecimento você passa a ter maior domínio sobre si mesmo, sobre suas emoções e padrões de comportamento, gerando uma melhor relação consigo mesmo e com os outros. Isso porque você transmitirá uma nova imagem sobre si mesmo às pessoas que fazem parte da sua rotina de trabalho e isso fará com que elas se relacionem com você de forma positiva.

2 – Acredite em seu potencial

“Se você pode sonhar, você pode fazer”, disse Walt Disney. Tal fala reflete algo imensamente poderoso: a capacidade infinita que cada um de nós possui para realizar sonhos. O primeiro passo para que algo se torne real é pensar, sonhar. A partir do momento em que você consegue criar algo – e, principalmente, acreditar – mentalmente, você também pode criar fisicamente. Lembre-se que que as grandes conquistas não acontecem e nunca aconteceram de uma hora para outra. São frutos de pensamentos pautados pela certeza de que há potencial para se tornar realidade de maneira gradual, contínua e diária. Não tenha medo de ousar ir além: quanto mais você enfrenta seus medos, mais confortável você fica em enfrentá-los, até que chega um momento em que o medo não existe mais.

3 – Reconheça seu valor

Todas as pessoas gostam de ter a certeza de que são úteis. Isso mostra que você faz a diferença. Muitas vezes, as pessoas esperam que o outro diga “você é útil” ou “você tem valor para este lugar”. E é aqui que a automotivação entra em ação. Porque não basta que o outro diga isso, você também precisa sentir isso. Para isso, é importante que você reconheça o valor que o seu trabalho e as suas habilidades profissionais tem. Isso é fundamental para que você se mantenha motivado.

Para que a sua motivação seja cada vez mais constante é importante entender os porquês para que as suas atividades sejam realizadas. É importante também entender o que as suas atividades agregam para o meio em que você está inserido. Reconheça que sua função é importante para a organização. Esse valor é seu, diz respeito ao seu trabalho. Portanto, nada mais justo que ele seja reconhecido por quem o faz, certo?

4 – Celebre seus resultados

Tão importante quanto reconhecer o seu valor e o valor de seu trabalho dentro da organização é comemorar suas vitórias e conquistas profissionais. Comemorar mesmo, querida pessoa! É importante ter esses momentos para que você siga motivado e com a certeza de que seu potencial enquanto profissional é grande. Se presenteie com algo especial, chame os amigos e familiares para compartilhar os bons momentos. Lembre-se que o sucesso não é nada se ele não pode ser partilhado com as pessoas que são importantes para você.

3- Seja positivo e viva o presente

Assuma a responsabilidade do que você quer para sua vida. Colocar a culpa no passado não tornará nada melhor. O presente é o único tempo que podemos modificar e transformar em um futuro que se almeja. Portanto, perceba o aqui e agora como uma oportunidade de fazer diferente. Pense positivo. Lembre-se de que você é a única pessoa capaz de tornar real os seus sonhos e alcançar seus objetivos.

Espero que estas dicas contribuam de maneira positiva com o seu sucesso, querida pessoa! Tem dicas para melhorar a automotivação e autoestima no ambiente de trabalho? Utilize o espaço abaixo para contar a sua experiência e compartilhar como você lida com a sua autoestima no ambiente de trabalho. Se você acredita que este conteúdo poderá ajudar outras pessoas, curta e compartilhe em suas redes sociais.

 

Copyright: 388544845 – https://www.shutterstock.com/pt/g/4774344sean

Deixe seu Comentário: