remuneracao-tipos

Conheça 5 tipos de remuneração variável e o impacto na motivação profissional

Por: José Roberto Marques | Blog | 27 de agosto de 2019

Você já refletiu sobre o que contribui para que um colaborador faça entrega mais do que satisfatórias? Existem muitos fatores, tais como formação educacional, experiência, estudo contínuo, a motivação da gestão e por aí vai. No artigo de hoje, vou falar especificamente da influência do estímulo do líder ou do gestor na motivação de um funcionário. Continue lendo para saber mais sobre esse assunto!

Clique aqui e saiba como potencializar os resultados de sua equipe!
Acesse gratuitamente meu eBook “Leader Coach”! Um presente do JRM!

Como estimular um ou mais colaboradores

Existem diversas formas de motivar uma equipe nas empresas. O aumento salarial, a prática constante de feedbacks construtivos, benefícios e diferentes tipos de remuneração são apenas algumas das ações que a gestão e a liderança podem planejar junto com as áreas de recursos humanos (RH) e o departamento pessoal (DP).

A motivação é, sem dúvida, um dos principais fatores para manter profissionais e equipes engajados, produtivos e, principalmente, para alcançar bons resultados dentro de uma organização. Mais do que resultados, o incentivo é uma forma dos colaboradores aderirem com mais facilidade à cultura organizacional e a cooperarem para manter um clima harmonioso e de pensamento coletivo na equipe. Por isso, é importante desenvolver estratégias efetivas para de forma contínua estimular os colaboradores.

Imagine que se todos os líderes e gestores dedicassem uma parte do tempo deles em entender como otimizar as entregas e como desenvolver os próprios colaboradores! Com certeza, seus times estariam mais motivados para fazer as entregas no dia a dia. Ou seja: crescimento da qualidade da entrega e aumento da produtividade. 

Deu para compreender a importância do incentivo do líder para o liderado? Agora que você já sabe da relevância que as ações de motivação podem ter no ambiente corporativo, é hora de conhecer mais a fundo o que é a remuneração variável. 

O que é a remuneração variável?

Também chamada de bonificação, a remuneração variável é uma recompensa ou um bônus recebido pelos profissionais, de acordo com os resultados obtidos durante um determinado período. Basicamente, essa linha da folha de pagamento funciona como uma “recompensa extra” paga em dinheiro como retribuição a um trabalho ou tarefa exercida com qualidade e maestria.

Por exemplo, antes de começar a trabalhar em uma nova campanha, o gestor do time estuda qual seria uma meta adequada para o time cumprir. Após analisar, ele reúne o grupo para explicar as atividades, delegar as funções de cada um e apresentar a meta. Além disso, ele ainda indica que, se o objetivo for cumprido, todos ganharão uma bonificação no próximo salário.

Outro exemplo, é quando o líder percebe que há um problema de produtividade do time. Para não comprometer a qualidade das entregas, ele aumenta gradativamente as atividades de cada um dos membros do time. Ele avisa ao grupo que se a produtividade de todos crescer 5% em 1 mês, sem que a qualidade caia, haverá um bônus no próximo salário. No mês seguinte, ele faz a mesma estratégia, só que agora o crescimento deve ser de 15%. O bônus também cresce um pouco. No próximo mês, a mesma coisa. E assim por diante. Aos poucos, esse gestor está trabalhando a agilidade de cada um dos colaboradores ao mesmo tempo em que incentiva o trabalho em grupo, já que a bonificação só acontece se todos cumprirem com o objetivo. 

Agora deu para entender melhor o que significa a remuneração variável e o seu impacto na motivação profissional? Trata-se das diferentes maneiras de se recompensar um profissional pelo bom desempenho com adicionais ao salário ou premiações pagas em dinheiro que podem complementar o salário fixo. 

Normalmente, a remuneração variável é concedida por meio alcance de bons resultados. Quando as metas são superadas, a produtividade cresce e é mais fácil estimular o amadurecimento individual dos colaboradores, contribuindo para que cada um encontre a sua forma de exercitar o autodesenvolvimento. 

Clique aqui e saiba como potencializar os resultados de sua equipe!
Acesse gratuitamente meu eBook “Leader Coach”! Um presente do JRM!

Quais são os principais tipos de remuneração variável

Para que você entenda ainda mais sobre esse tema eu selecionei quais são os principais tipos de remuneração variável disponíveis no mercado hoje em dia. Confira: 

  • Prêmios e incentivos: como o próprio nome sugere são bônus ou incentivos dados em dinheiro ou não para profissionais ou equipes que se destacam em alguma atividade ou trabalho realizado. Além do próprio dinheiro, o reconhecimento pode ser uma viagem, vale compras, objetos e muitas outras opções. 
  • Participação nos lucros: consiste na gratificação dada aos funcionários como parte dos lucros obtidos pela empresa durante o ano ou determinados em períodos.
  • Participação nos resultados: trata-se do recebimento dinheiro referente aos resultados obtidos pela empresa. Isso pode ser baseado no cumprimento de metas, por exemplo.
  • Comissão de vendas: nada mais é do que uma recompensa monetária dada a colaboradores pelo bom cumprimento de metas ou objetivos estabelecidos pela empresa em que atuam. As comissões são oferecidas principalmente para profissionais que atuam com vendas.
  • Prêmio por produtividade: diferente da comissão por vendas em que o pagamento varia de acordo com as metas alcançadas, o prêmio por produtividade é uma forma de recompensa com base na produção geral de uma pessoa ou equipe. Nestes casos, a organização pode definir valores fixos a serem pagos aos profissionais ou determinar definições específicas do bônus.

Não importa qual seja o tipo de remuneração variável que você tenha na sua empresa, é importante que todos os combinados sejam registrados em políticas de remuneração, por email ou em reuniões formais. 

Além da remuneração variável, o gestor ou líder pode incentivar o coaching. O método contribui fortemente para o progresso de habilidades positivas e gerenciamento de características sabotadoras, além de exercitar o autodesenvolvimento, o autoconhecimento e a inteligência emocional. Mais do que uma simples formação, o coaching coopera para o seu amadurecimento pessoal e profissional, despertando o seu potencial infinito. 

Agora que você já conhece os principais tipos de remuneração, já sabe me dizer qual se encaixa mais com o seu perfil profissional? E você realmente concorda que esse tipo de bônus salarial é relevante para aumentar a motivação dos colaboradores? Responda essas perguntas no espaço abaixo! É sempre bom ler a sua contribuição de conhecimento, pessoa querida.

Copyright: https://www.shutterstock.com

Deixe seu Comentário: