matar-relacionamento-evite

Conheça 4 elementos que são capazes de matar o relacionamento amoroso

Por: José Roberto Marques | Blog | 07 de novembro de 2019

Construir um relacionamento pode ser comparado à tarefa de montar um grande quebra-cabeças em dupla. Cada pessoa leva suas peças, que são diferentes umas das outras e, juntas, tentam encaixá-las e fazer as coisas darem certo. Durante o processo, é necessário observar as próprias peças, as do outro e entender como elas podem se unir e formar a figura. Existem casais que não têm a paciência necessária para isso, então, fazem coisas que em nada contribuem para a união e que podem matar o relacionamento, levando um a se distanciar do outro cada vez mais.

Se você deseja evitar que isso aconteça no seu namoro ou casamento, continue acompanhando e saiba mais.

Conheça os 4 elementos que podem matar o relacionamento amoroso e evite-os

Se deseja manter um relacionamento saudável, em que ambos contribuam para manter o companheirismo, o respeito e, claro, o amor, evite completamente cada uma das quatro atitudes a seguir.

1 – Excesso de críticas

Se existe algo que pode minar um relacionamento é o excesso de críticas. E saiba que isso não vale apenas para discussões sobre coisas importantes, mas também para situações do dia a dia, que podem ir se acumulando e gerar grandes brigas. Falar de modo agressivo porque o seu par deixou a toalha molhada sobre a mesa ou se esqueceu de comprar os ingredientes para o jantar, não é nada positivo, além de não ajudar em nada a resolver o problema. Ele apenas ficará com raiva e possivelmente irá repetir essas ações.

Prefira sempre mudar a forma com a qual fala a respeito de situações assim. Em vez de dizer: “Você é um inútil, deixou a toalha molhada em cima da cama de novo!”, prefira algo como: “Nossa, a cama está molhada, da próxima vez lembre-se de pendurar sua toalha”. Evite, também, usar uma entonação de voz acusatória, afinal de contas, a intenção é mostrar ao outro que aquela ação não deve ser repetida e não fazê-lo sentir raiva.

2 – Se manter na defensiva

Ficar na defensiva é o mesmo que contra-atacar qualquer reclamação que o seu par faça sobre o relacionamento. Se o outro disser, por exemplo, que faz tempo que não passam momentos a sós juntos, e você responder em tom acusatório que é porque ele está trabalhando demais, possivelmente darão início a uma discussão que não trará nenhuma solução para a questão.

Quando você fica na defensiva, passa a mensagem de que não se importa com o que seu parceiro tem a dizer e nem com o que ele sente. Ao fazer isso, está tirando de si a responsabilidade sobre o relacionamento e passando-a toda para ele, e sabemos que os dois devem ser igualmente responsáveis por fazer as coisas darem certo. A defensividade aumenta o conflito em vez de ajudar a resolvê-lo e tenho a certeza de que não é isso o que deseja para a sua relação.

3 – Evitar o diálogo

O diálogo é a chave para um relacionamento feliz e positivo, porque é através dele que as duas partes envolvidas conseguem se entender para encaixar as peças do quebra-cabeça. Assim, quando uma das partes se esquiva da conversa, acaba criando uma barreira entre ela e a outra, o que dificulta totalmente o entendimento.

Embora seja natural para alguns indivíduos, principalmente os que possuem o perfil introvertido, se fecharem quando alguém começa a falar sobre algo que lhe desagrada, isso deve ser evitado, porque impede que o conflito seja devidamente resolvido.

4 – Desprezo em relação ao outro

Os outros três elementos citados podem ocorrer mesmo em relacionamentos saudáveis e equilibrados. Já este último, é o mais grave deles e precisa ser combatido o quanto antes. Trata-se do desprezo, algo que é comum em relacionamentos abusivos, porque envolve menosprezar o outro, colocando-o sempre para baixo e fazendo-o se sentir inferior.

Alguns exemplos de desprezo no relacionamento incluem: debochar de alguma atitude do parceiro; corrigir algo que ele esteja fazendo de modo a colocá-lo para baixo, com o agravante de fazer isso em público; desvalorizar suas conquistas e assim por diante. Caso você esteja sendo vítima de desprezo por parte do seu parceiro, repense a relação, afinal, a pessoa que está ao seu lado deve querer o seu bem e não te fazer se sentir mal.

Conflitos fazem parte dos relacionamentos

É importante deixar claro que conflitos fazem parte de qualquer relacionamento, até mesmo dos mais saudáveis e equilibrados. Afinal de contas, são duas pessoas diferentes, vindas de famílias diferentes, com os seus próprios costumes, valores e crenças. Desse modo, é natural que divergências ocorram, principalmente no início do namoro e, também, do casamento, já que são fases diferentes. Apenas é necessário que ambos saibam lidar com esses conflitos de modo positivo, sem permitir que os quatro elementos que citei anteriormente minem a relação.

4 Elementos fundamentais para um relacionamento saudável

Depois de saber quais são os quatro elementos que podem matar um relacionamento amoroso, veja quais são aqueles indispensáveis para manter o equilíbrio entre você e a pessoa amada.

1 – Diálogo – Como disse ao longo do artigo, o diálogo é a chave para o entendimento. Invista nele e mantenha-se sempre conectado ao seu par.

2 – Empatia – A arte de se colocar no lugar do outro e tentar imaginar como ele se sente. Faça isso e veja o quanto é transformador e ajuda a tomar melhores decisões no relacionamento.

3 – Confiança – Confie no seu par e se mostre digno da confiança dele. Honre diariamente o compromisso de estar ao lado da pessoa amada, tratando-a sempre com muito carinho, compreensão e respeito. E evite permanecer ao lado de alguém que não confia em ti, mesmo que se esforce para fazê-lo confiar.

4 – Lealdade – Ser leal é muito mais do que não se relacionar com terceiros sem que o seu par saiba, envolve ser sincero e responsável em relação aos seus sentimentos e atitudes. A lealdade é fundamental para que o amor seja forte e duradouro.

O que achou sobre os quatro elementos que são capazes de matar o relacionamento amoroso? Identificou algum deles na sua relação? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe este artigo com o seu par, para que iniciem um diálogo saudável e possam, juntos, trabalhar para fortalecer o amor que sentem um pelo outro.

 

Copyright:  556479124 – https://www.shutterstock.com/pt/g/NeagoneFo

Deixe seu Comentário: