recursos-humanos

As características e o significado de Recursos Humanos

Por: José Roberto Marques | Blog

O termo Recursos Humanos possui duas definições no mercado de trabalho: a primeira diz respeito a seu significado literal, enquanto outra tem relação com a lógica de mercado. Seu significado mais direto pode ser definido como “recursos, meios, bens, ferramentas, formas e maneiras para fazer algo sobre os humanos”.

Neste artigo você entenderá que esse termo representa os meios e bens de natureza humana. Continue acompanhando e saiba mais!

Compreendendo os Recursos Humanos

Os meios humanos de produção são os funcionários de uma empresa, profissionais contratados para desempenhar um papel que se converterá em lucratividade. Por isso, a expressão “recursos humanos” representa cada um dos contratados pela organização para fazer parte de sua equipe, inclusive os integrantes do setor de RH.

Agora, o departamento de RH é justamente a segunda definição de recursos humanos. Este setor serve para cuidar unicamente de assuntos referentes àqueles que trabalham na organização, elaborando atividades, critérios, parâmetros e responsabilidades dos empregados da empresa, interferindo diretamente no comportamento organizacional.

Um exemplo do trabalho realizado pelo RH é a seleção de candidatos que serão contratados pela organização. Por meio de testes, entrevistas e métodos baseados em estudos realizados pela equipe, os melhores candidatos são escolhidos de acordo com a necessidade da empresa.

Mas o trabalho do RH não acaba por aí. A abrangência é muito grande e esses profissionais podem interferir diretamente na política salarial da empresa, na elaboração de planos de carreira, incentivos, benefícios e bonificações, além da criação de estratégias para aperfeiçoar a gestão dos funcionários.

Características do RH como um setor empresarial

Esse é um setor importantíssimo para qualquer empresa, afinal de contas, trabalhar com seres humanos sempre requer organização, tato, estratégias e objetividade. Currículos cheios não são garantia de que esses são os candidatos mais adequados à empresa, e o pessoal do RH está ali justamente para garantir que, desde o processo de seleção, a relação da companhia com o futuro funcionário seja saudável.

O setor de RH pode aliar o Coaching à sua rotina, trazendo grandes benefícios para os profissionais da área, aos colaboradores em geral e à empresa como um todo. O Coaching e o RH podem fazer uma enorme diferença dentro do ambiente de trabalho, propondo alterações e treinamentos estratégicos para tornar a atuação dos colaboradores mais eficiente e efetiva.

Dentre as atribuições do setor de RH podemos citar:

  • Recrutamento e seleção de funcionários de acordo com as necessidades de cada cargo;
  • Realizar processos de integração de novos colaboradores;
  • Gestão de desempenho;
  • Treinamentos;
  • Criação de planos de carreira;
  • Comunicação interna;
  • Desenvolvimento da cultura organizacional.

Perceba que são funções totalmente voltadas para a equipe e sem relação com a finalidade da empresa. Cada uma dessas atribuições contribui para a satisfação e o desempenho dos funcionários, impactando diretamente nos resultados do negócio.

Qual a diferença entre Recursos Humanos e Departamento Pessoal?

Muitos acreditam que o setor de Recursos Humanos (RH) e o Departamento Pessoal (DP) sejam a mesma coisa, mas, na realidade, existem algumas diferenças entre eles. Se a empresa fosse um ser humano, o RH seria o seu coração e o DP a razão. Isso porque o primeiro cuida de partes intangíveis, como motivação, desempenho, cultura organizacional. Já o segundo se ocupa de questões burocráticas, como contratação, remuneração, férias, entre outros detalhes.

Você é feliz?

Entretanto, em pequenas e médias empresas, todas essas funções costumam se concentrar no departamento de RH. Geralmente, apenas as companhias de grande porte realizam a divisão das tarefas entre os dois setores. De qualquer forma, é importante entender a diferença para distribuir as atividades de modo organizado.

Como já apresentei as atribuições do setor de RH, veja agora quais são as principais funções do DP:

  • Parte burocrática ligada à remuneração e benefícios dos colaboradores;
  • Contratação e demissão de funcionários;
  • Controle da frequência dos colaboradores;
  • Garantir que a companhia siga as leis trabalhistas;
  • Gerenciamento dos benefícios oferecidos pela companhia;
  • Folha de pagamento.

Em organizações em que há os dois setores, é essencial que eles trabalhem de forma colaborativa. Embora, na prática, suas funções sejam diferentes, elas são complementares e têm como foco os colaboradores. Assim, quanto mais conectados RH e DP estiverem, melhor e mais eficaz será o trabalho realizado.

Qual a formação para se tornar um profissional de Recursos Humanos?

Existem vários caminhos para se tornar um profissional de recursos humanos, o principal deles é fazer a graduação específica chamada Gestão de Recursos Humanos. O curso, que é do tipo tecnólogo, costuma ter duração de 2 a 3 anos, dependendo da instituição.

Outra opção para se tornar um profissional dessa área envolve fazer uma pós-graduação. Indivíduos formados em psicologia, administração, pedagogia, serviço social e direito podem agregar o conhecimento obtido ao longo desses cursos à carreira de RH. Por fim, também é possível fazer um curso técnico de Gestão de Recursos Humanos.

Vale dizer que muitos desses cursos são disponibilizados através do sistema EaD (ensino a distância), ou seja, acontecem por meio de plataformas online, o que facilita a vida de pessoas que desejam se especializar, mas não têm tempo para frequentar aulas presenciais ou mesmo não moram em uma cidade que tenha uma instituição com essa opção.

5 Dicas para se tornar um profissional de Recursos Humanos de sucesso

Se você já trabalha na área de recursos humanos ou deseja começar e quer se tornar um profissional de sucesso, considere as dicas a seguir.

1 – Invista em uma formação de qualidade e procure sempre se especializar. Lidar com pessoas requer preparo e aprimoramento constantes.

2 – Saiba receber feedbacks dos colegas de trabalho e até os solicite. Muitas vezes, quem está de fora consegue identificar detalhes que deixamos passar despercebidos, então, ouvir o outro pode ser bastante enriquecedor.

3 – Procure conhecer profundamente a organização para a qual trabalha. Assim, através desse conhecimento, entenderá melhor a realidade dos colaboradores e poderá lidar com eles de forma mais produtiva.

4 – Aplique novas técnicas de gestão de recursos humanos, métodos que estejam de acordo com a realidade atual.

5 – Faça Coaching! As ferramentas da metodologia certamente irão contribuir de forma positiva para o seu trabalho, tanto te preparando quanto permitindo que contribua com o desenvolvimento dos colaboradores da empresa.

Gostou de conhecer mais a fundo o trabalho realizado pelos profissionais de Recursos Humanos? Aproveite para deixar o seu comentário abaixo e compartilhar o artigo em suas redes sociais!

 

 

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: