falta-profissionalismo-dicas

A Falta de Profissionalismo Vai Acabar com sua Carreira

Por: José Roberto Marques | Blog | 07 de novembro de 2018

O título deste artigo pode ter soado bastante chocante e até determinista. Mas, a verdade é que a falta de comprometimento e de profissionalismo são as maiores causas de carreiras arruinadas. Se este título te causou incômodo, me responda: que tipo de profissional você é? Você respeita os horários, prazos, colegas e lideranças? Compartilha suas ideias, é inovador e produtivo? Sabe trabalhar em equipe e lidar com momentos de crise? Reflita e responda sinceramente estas perguntas, pois suas respostas dirão e, muito, sobre seus resultados atuais.Vamos conversar mais sobre isso?

Como a falta de profissionalismo afeta as carreiras

Fiz estes importantes questionamentos porque a falta de ética e profissionalismo são dois grandes problemas que tem afetado e prejudicado tanto as empresas quanto as carreira dos colaboradores. A falta de profissionalismo também é um dos principais responsáveis pelas demissões e pela dificuldade em formar boas equipes.

Por isso, acredito verdadeiramente que ter profissionalismo não deve ser visto como um diferencial do colaborador. Em primeiro plano deve ser encarado como uma competência obrigatória para que o próprio profissional consiga conquistar o sucesso que almeja e demonstrar a que veio.

Digo isso, porque numa empresa não só o nosso trabalho é importante para a nossa carreira profissional. Nossos  comportamentos, ideias e resultados são os nossos reais cartões de visitas. Assim, quanto melhor é o nosso desempenho, maiores também serão as nossas oportunidades de crescer, mostrar nosso potencial e alcançar novos patamares.

Comportamentos que Indicam Falta de Profissionalismo

Existem alguns comportamentos que podem parecer inofensivos, mas que já denotam a falta de profissionalismo de quem os pratica. Entre os comportamentos antiprofissionais, destaco:

  • O colaborador que sempre chega atrasado
  • O colaborador que falta com frequência
  • O colaborador que não cumpre os prazos
  • O colaborador que executa suas demandas de qualquer jeito
  • O colaborador que espalha boatos e fofocas de seus colegas

Ressalto ainda o daquele que não consegue trabalhar em equipe, que causa transtornos constantes entre as pessoas, sempre rejeita os feedbacks, é desatento, pessimista, improdutivo e ainda fala mal da empresa dos colegas e superiores o tempo todo.

Com certeza, com estas atitudes, o profissional está indo na contramão do profissionalismo e destruindo sua carreira. Por isso, se você se reconhece em alguns dos exemplos acima, é hora de rever suas crenças, seu modo de agir e, refletir sobre como tudo isso está prejudicando seus resultados.

É importante estar atento a isso, pois nem as empresas e nem seus colaboradores querem ter colegas que agem de forma não negativa e, que só trazem prejuízos ao ambiente organizacional. Assim, a primeira medida a tomar neste processo de autodesenvolvimento é mudar seus comportamentos.

Para isso, comece agora mesmo a respeitar os horários e prazos de entrega das tarefas; colabore para o trabalho em equipe, para o bem-estar coletivo, evite fazer fofocas, intrigas e criar atritos com seus pares e superiores.

Também esteja aberto a receber e dar feedbacks. Importante dizer que dar feedbacks não significa fazer críticas negativas. Feedbacks não são momentos para broncas ou para discussões e sim para pontuar coisas que precisam ser melhoradas ou coisas que são positivas.

Outro comportamento bastante nocivo para as carreiras é o desrespeito. Em todos os lugares, o respeito é importante. No trabalho não é diferente. Portanto, respeite seus colegas e gestores, as normas da empresa, invista em sua carreira continuamente e procure ser mais participativo e produtivo em seu trabalho.

Estas medidas trarão mudanças positivas e duradouras em sua vida profissional e levarão você a conquistar resultados extraordinários em sua carreira. Ouse mudar, ouse fazer diferente e o poder lhe será dado. Permita-se!

Como o Coaching pode contribuir com a sua carreira

Se você identificou algum destes comportamentos antiprofissionais, quero te dizer que é possível mudá-los. Uma das formas de garantir esta mudança em sua carreira é investir em Coaching. Com ferramentas e técnicas verdadeiramente poderosas, o Coaching pode te ajudar a desenvolver habilidades que serão verdadeiros diferenciais em sua carreira, tais como:

  • Inteligência Emocional
  • Ouvir na essência
  • Ter empatia
  • Comunicação eficaz
  • Gestão do tempo
  • Autoconhecimento
  • Disciplina
  • Foco
  • Liderança

Se você deseja saber como o Coaching pode te ajudar nesta mudança de comportamento. O IBC é a única escola de Coaching com certificação ISO 9001, o que atesta a qualidade das formações oferecidas por esta que é uma das maiores escolas de Coaching do Brasil. Conheça as formações oferecidas e comece agora mesmo a ser mais profissional.

Espero que este artigo faça a diferença em sua carreira,querida pessoa! Que você mude o seu mindset e seja cada vez mais comprometido com a sua profissão e com o seu trabalho. Agora, me conte: existe algum comportamento que você identificou em si mesmo como algo nocivo para a sua carreira? Utilize o espaço abaixo para contar a sua experiência e também a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que ajudará outras pessoas em suas carreiras, curta e compartilhe em suas redes sociais.

 

Copyright: 1183089445 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fizkes

 

Deixe seu Comentário: