recursos-humanos-empresa

5 Principais Práticas de Recursos Humanos que sua Empresa Precisa Ter

Por: José Roberto Marques | Blog | 19 de março de 2019

As práticas da área de recursos humanos (RH) são implementadas visando a melhoria contínua dos processos internos das empresas. Estas medidas são importantes para que a organização crie processos assertivos, faça uma gestão efetiva, elimine de gaps, desenvolva os profissionais e muitos outros pontos.

Quais são as ações que o RH da empresa em que você trabalha faz para que os funcionários se adequem à cultura organizacional, sintam-se valorizados ou aprendam novas habilidades técnicas?

Antes de responder essa pergunta, saiba que esse artigo especial que escrevi hoje fala justamente sobre as práticas que essa seção corporativa deve ter para realmente zelar pelos funcionários e pela empresa.

No lado dos colaboradores, é importante que o departamento esteja atento ao bem-estar de cada uma, qualidade de vida no trabalho, aderência à cultura organizacional, desenvolvimento técnico e evolução profissional. A gestão precisa assegurar que os colaboradores possam ter condições de trabalho condizentes com os resultados que se deseja alcançar.

No lado da corporação, é importante que a área de recursos humanos esteja alinhada com todos os outros setores da empresa, pois juntos, eles devem zelar pela saúde financeira, capital intelectual e branding.

Vamos continuar a leitura para aprender mais? Confira!

Conheça os 5 principais tipos de práticas de recursos humanos

Agora você vai conferir quais são as 5 principais atividades que uma área de recursos humanos deve desenvolver no dia a dia para atingir resultados incríveis.

1 – Integração de colaboradores

Esse tema consiste na integração de novos colaboradores ao ambiente de trabalho. É essencial que os novatos sejam apresentados a alguns assuntos básicos relativos exclusivamente à empresa, tais como como missão, visão, valores, Código de Ética e Conduta, orientações da cultura organizacional e outras políticas relevantes.

Falando especificamente do trabalho desse novo funcionário, é fundamental que o gestor ou líder direto mostre quais são as metas que ele deve cumprir com prazos e quais são as atividades diárias. Além disso, é muito importante que a liderança apresente o novato aos outros profissionais, até de outras áreas. Claro que ainda é possível incrementar esse kit de boas-vindas com treinamentos e palestras a respeito da empresa e do cargo, dinâmicas divertidas, confraternização e outras ações.

Independentemente de como a empresa faz o embarque de novos colaboradores é essencial que este se sinta confortável e tenha todo o apoio que precisa para aprender, realizar um bom trabalho e se enturmar. Esse processo também é essencial para os funcionários mais antigos, pois é mais fácil criar pontes de comunicação dessa forma.

2 – Pesquisa de clima

Você sente que está sendo valorizado(a) durante o expediente? Como você enxerga a gestão da sua liderança? Qual é sua opinião em relação a condução organizacional? Quais as suas sugestões para aprimorar os processos de execução de atividades na sua área?

Estes são apenas alguns exemplos de perguntas que devem ser feitas em uma pesquisa de clima. Esse tipo de questionamento ajuda a gestão, liderança e a área de recursos humanos a compreender profundamente qual é a visão de seus colaboradores. Além disso, as respostas ajudam a direcionar as ações de melhoria. E, é claro, esse tipo de ação influencia diretamente nos índices positivos de clima organizacional.

Outra pesquisa interessante é a de qualidade de vida no trabalho (QVT), que é o nível de satisfação que um colaborador tem em relação ao ambiente profissional em que está inserido.

3 – Avaliação de desempenho

Esta ferramenta que permite avaliar a performance dos colaboradores e da empresa em relação a determinados aspectos e, com esses dados, fazer um mapeamento dos seus pontos fortes e de melhoria. A avaliação de desempenho ou feedback também é essencial para reconhecer os talentos, habilidades além das técnicas e resultados dos profissionais. Além disso, o processo indica gaps e pontos que precisam ser atendidos, corrigidos, melhorados ou até eliminados.

No lugar de simplesmente construir um processo aleatório de avaliação, o RH deve investir nos conhecimentos da gestão e liderança de todas as áreas. Somente dessa forma, esses profissionais serão capazes de construir um documento completo e aplicá-lo com assertividade.

O coaching é uma forma poderosa de transformar pessoas positivamente, sem que elas percam a essência. Para esse processo de desenvolvimento de colaboradores, o método funciona como uma alavanca para que eles despertem todo o potencial que já existe em cada um.

A formação Leader Coach Training (LCT) é muito efetiva nesse sentido, pois ela coopera no crescimento profissional e pessoal de líderes e gestores. Muito além de qualquer dinâmica simples, esse curso capacita líderes para administrarem equipes de forma assertiva e com foco em performance. Pode ter certeza de que esse tipo de investimento ajuda no desenvolvimento rápido, objetivo e acelerado do capital humano.

4 – Investimento em treinamentos

Desenvolver a área de treinamento e desenvolvimento (T&D) é uma das principais responsabilidades do RH, pois oferece aos seus profissionais capacitação contínua por meio de cursos e formações. Isso é muito importante para sua motivação, valorização e também para que a empresa possa crescer; expandir suas possibilidades e maximizar seus resultados por meio da ampliação de conhecimentos, experiências, habilidades e competências técnicas e comportamentais dos seus colaboradores.

5 – Endomarketing

Oferecer à equipe informações sobre a empresa por meio de jornais internos, eletrônicos, impressos e participar a todos sobre as notícias, melhorias, projetos, eventos e mudanças é essencial para que haja transparência nas ações a sensação de pertencimento à organização.

Isso resume as ações de endomarketing. Quando estas são bem-feitas, elas ajudam a empresa a se comunicar diretamente com os seus colaboradores, criando um canal aberto e honesto que fomenta um relacionamento interno mais positivo. O local em que você trabalha tem ações de endomarketing?

Estes são apenas alguns exemplos de práticas de recursos humanos que a sua empresa também pode adotar para potencializar seus resultados. Se a sua empresa praticar mais alguma ação bacana é só compartilhar nos comentários abaixo!

Até a próxima, pessoa querida!

 

Copyright: Konstantin Chagin/Shutterstock

Deixe seu Comentário: