Voltar

Venda Direta e Venda Consignada – Conheça as Diferenças!

Publicado em | 0 comentários

Alphaspirit/Shutterstock Tanto as vendas diretas como as consignadas podem ser boas opções para aumentar sua renda

Através da venda direta é possível mostrar como aumentar as vendas utilizando as melhores técnicas de vendas. Esse é um sistema de comercialização de bens de consumo e serviço diferenciado, por meio do contato pessoal que acontece entre vendedores e compradores, sem a necessidade de um estabelecimento físico ou mesmo fixo.

Este é um tipo de venda que atinge dimensões globais podendo ser praticada de formas distintas de pessoa a pessoa, através de catálogos que está cada vez mais presente em todo o mundo e envolvendo diversos setores da economia.

O grande destaque da venda direta está na sua capacidade de expansão geográfica, o que para empresas significa um canal de distribuição, com a capacidade de agregar valor a seus produtos e serviços, através das relações pessoais.

Essa é uma alternativa do emprego tradicional para o revendedor, onde ele tem a flexibilidade de horários, recebendo conforme sua dedicação e crescendo tanto como pessoa como profissional. Para o consumidor, a venda direta é um atendimento personalizado o que não existe no varejo tradicional.

Para a sociedade essa é uma forma de minimizar o problema do desemprego, já que a venda direta oferece oportunidade de complementação da renda familiar e para a minoria uma renda de trabalho.

Origens da Venda Direta

As primeiras notícias de vendas direta no mundo datam do final do século XVIII, que foi quando a Enciclopédia Britânica se tornou uma das primeiras empresas que adotou esse sistema de comercialização.

No ano passado o mercado de vendas cresceu 16%, já o varejo tradicional cresceu 5%, o que significa que há muitas pessoas satisfeitas tanto por parte dos vendedores como dos compradores, o principal desses resultados é a comodidade que o sistema oferece.

Agora, você já parou para analisar por que tem tanta gente trabalhando com venda direta? Primeiro esse é um sistema o qual a pessoa pode entrar e sair quando quiser e, com o tempo disponível, ele tem a capacidade de construir uma carteira de clientes muito mais valorizada e atraente.

Desta forma, muito empresários abrem mão da exclusividade se alegrando com um vendedor com uma carteira de clientes já formada. Há casos em que as pessoas chegam a ganhar até seis mil reais por mês ou mais, por meio de vendas diretas, seja de cosméticos, produtos para o lar, entre outros.

Para aqueles que investiram para trabalhar em vendas diretas e como consequência conquistou o sucesso, não troca essa atividade por nada. Assim, como em qualquer negócio, o começo nem sempre é fácil, mas são muitas as empresas que investem em treinamentos, workshops, oficinas, oferecendo aos seus colaboradores formas de aumentar suas vendas.

Venda Consignada

Neste processo a empresa deixa o produto com o vendedor, mas isso sem a responsabilidade de ter de pagar pelo que não foi vendido. Essa é uma forma de aumentar as vendas, sem precisar fazer grandes investimentos.

O processo nesse tipo de venda funciona da seguinte maneira: a empresa ou pessoa física fica com o produto para a venda consignada e recebe por comissão, ela precisa assumir a responsabilidade de comprar o produto. Contudo, o que não for vendido pode ser devolvido pagando apenas o que foi faturado.

Desta forma, o dono do produto continua sendo o vendedor, ele oferece uma porcentagem da venda para quem estiver realizando a venda consignada. Existem outras formas de vendas consignadas, a mais comum delas é aquela em que o comerciante cede um espaço em sua loja para o seu produto.

Tendo bons produtos, que não ocupem muito espaço e ainda atendam as necessidades dos clientes é possível perceber que algumas lojas até ficarão mais do que satisfeitas em fornecer um espaço para receberem uma porcentagem sobre o preço final das vendas.

Neste procedimento, o risco é do fornecedor/vendedor que vai disponibilizar para o vendedor/empresário certa quantia de produtos, com uma margem já previamente definida, onde o acerto será feito em data pré-combinada.

Devido este tipo de venda ter menor importância para o empresário, o risco que ele corre também é bem menor. O resultado disso também é um menor resultado de vendas, o que não aconteceria se o risco fosse totalmente dele.

Outro detalhe que chama atenção, como os custos de comércio são integralmente bancados pelo fornecedor, a margem que eles recebem por consignação, tem uma tendência a ser bem menor do que se ele mesmo tivesse adquirido os produtos.

Gostou? Curta, Comente e Compartilhe!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!