Voltar

O Poder do Coaching com PNL

Publicado em | 0 comentários

O Coaching agrega diversas ciências e disponibiliza técnicas e ferramentas de desenvolvimento humano. / Copyright: Andrii Vodolazhskyi.

O Coaching é uma metodologia que une diversas ciências, como a administração, filosofia, sociologia, psicologia e antropologia. É um processo que oferece conhecimento, técnicas e ferramentas de desenvolvimento humano.

Dentre essas ciências e instrumentos utilizados nos processos do Coaching, está a Programação Neurolinguística – PNL, que é a ciência que estuda como a linguagem e as emoções afetam as ações dos seres humanos.

Desenvolvida na década de 70, por John Grinder e Richard Bandler, na Califórnia, a PNL surgiu como uma junção de princípios que explicam a relação entre a linguagem (verbal e não verbal) e a mente e, ainda, como esta interação quando programada, pode impactar não só a mente, como também o comportamento de um indivíduo.

A PNL nada mais é do que um poderoso processo que ensina como usar o nosso cérebro para conquistar qualquer objetivo ou resultado em diferentes contextos, seja na vida pessoal ou profissional.

Ao contrário do que se pensa, a Programação Neurolinguística não é apenas utilizada para terapia, ela também é um método que pode auxiliar muito na gestão de pessoas, desenvolvimento e capacitação de indivíduos e profissionais, na melhora da comunicação, na educação, no aperfeiçoamento da técnica de vendas, na busca por autodesenvolvimento, evolução, entre outras inúmeras situações.

A influência dos comportamentos

Uma pessoa não é o seu comportamento, ela o escolhe. Por dentro, temos comportamentos internos que podem ser gerados a partir de comportamentos externos. Esse comportamento interno é formado através de canais sensoriais, que são os cinco sentidos: visual, auditivo, sinestésico, olfativo e gustativo.

Essa experiência interna influencia o comportamento interno e vice-versa, gerando assim, uma ação externa. Pode parecer complexo, mas o comportamento interior pode mudar o exterior. É possível fazer isso a partir da mudança de pensamento, tanto do que acontece internamente (o que eu sinto) quanto do que vem externamente (como eu o recebo). Se alterar o comportamento, é possível alterar um determinado pensamento.

Como exemplo disso, pode-se dizer, que se uma pessoa está se sentindo triste (estado interno) ela pode escolher estar sorrindo, levantar a cabeça e apresentar uma postura exuberante (comportamento externo), pois ela escolheu mudar toda a estrutura interna, porque é o que a fará se sentir melhor.

Do contrário, a pessoa triste, pode refletir seu estado interno para o externo e se colocará no corpo de uma pessoa triste e até o tom de voz mudará. Assim como o exercício do dedo: o que eu faço fora, eu faço dentro, porque o cérebro não sabe distinguir uma realidade criada de uma realidade real, vivida. Para ele as duas são iguais, tem o mesmo nível de importância.

Diferença de Coaching e Coaching com PNL

O Coaching é uma metodologia que visa auxiliar o indivíduo a desenvolver suas habilidades e competências, gerar mudanças e atingir metas e objetivos, através de técnicas e ferramentas comprovadas.

Já a PNL, refere-se a um conjunto de estratégias utilizadas para o desenvolvimento neural, ou seja, através de suas técnicas, a pessoa é capaz de alterar sua percepção, seus hábitos e comportamentos, e assim, gerar as mudanças eficazes.

Apesar das peculiaridades de cada um, Coaching e Programação Neurolinguística podem ser utilizados em conjunto para proporcionar ao cliente, uma melhor assistência, pois existem na PNL, modelos capazes de ensinar ao indivíduo, como mudar certos hábitos e assim, fazê-lo atingir determinado resultado, que é justamente o propósito do Coaching.

Coaching e PNL

Quando nós trabalhamos como programadores, e vamos fazer uma sessão de Coaching, nós estamos trabalhando com todo esse mapa junto.  Será preciso lidar de dentro pra fora com a pessoa. Qual é o comportamento externo que está afetando o Coachee e saber o que será preciso mudar tanto no comportamento interno dele, quanto no seu estado interno.

Para isso, devem-se levantar todas as questões, ter uma árvore de critérios equivalentes e de importância, significado, crenças e entender a estrutura da mente. Sabendo dessas questões, terão os subsídios para trabalhar em cima das ferramentas da Programação Neurolinguística e oferecer maior compreensão dos motivos que levam uma pessoa a se comportar e se expressar de determinada maneira, e de que forma isso interfere em suas conquistas. Nesse sentido, o Coaching se torna mais poderoso e efetivo, quando unido aos conceitos de PNL.

Benefícios do Coaching com PNL

  • Conquista de autodesenvolvimento e autoconhecimento;
  • Mudança de pensamentos e comportamentos;
  • Transformação de crenças sabotadoras;
  • Capacidade de resolver conflitos internos e externos;
  • Definição clara de metas, projetos e objetivos pessoais e profissionais;
  • Melhor controle das emoções;
  • Mudança na linguagem e forma de expressão;
  • Melhoria efetiva na comunicação e nos relacionamentos;
  • Aceleração dos processos de aprendizagem;
  • Alinhamento de visão e missão de vida;
  • Aumento do equilíbrio e harmonia interior;
  • Crescimento e evolução contínua;

Se você deseja conquistar resultados ainda mais eficazes em sua vida pessoal e profissional com o auxílio do Coaching e da PNL, conheça as formações, os treinamentos e as especializações do Instituto Brasileiro de Coaching – IBC.

Nossos cursos em Coaching aliam técnicas, ferramentas e conhecimentos de inúmeras ciências poderosas, como a PNL, com o objetivo de desenvolver o potencial infinito de pessoas e profissionais para que estes conquistem tudo o que desejam de forma rápida, positiva e permanente.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário e compartilhe comigo suas experiências com o Coaching e a PNL!

Comments

comments