Voltar

Luz e Sombra: Lidando com Nossos Sentimentos

Publicado em | 0 comentários

Saber explorar assertivamente sua Luz e Sombra é o melhor caminho para viver uma vida mais equilibrada

Todo ser humano nasce integral, ou seja, composto por sua luz e sombra. Estes dois elementos, da nossa personalidade, foram identificados, por Carl Jung e sua Psicologia Analítica; e, em maior ou menor proporção, nos acompanham ao longo de toda a nossa vida.

De acordo com os estudos do psicanalista suíço, todo indivíduo possui cinco arquétipos distintos que definem diversos traços comportamentais, e que guiam nossa forma de pensar e agir. São eles: Persona ou Máscara, Animus, Anima, o Eu e a Sombra.

Neste contexto, abordamos a luz e a sombra, como dois elementos essenciais, pois trabalham em conjunto para trazer maior equilíbrio à vida do ser humano. A luz é definida pelos traços positivos da nossa personalidade, já a sombra se mostra por meio dos aspectos negativos do nosso caráter.

Equilibrando Luz e Sombra

Entretanto, engana-se quem acredita que é preciso desenvolver apenas o lado luz. Não é possível viver apenas essa nuance; tão pouco incorporar apenas a sombra e comportamentos errôneos e destrutivos.

Luz e sombra precisam trabalhar juntas para que cada pessoa seja alguém real. Isso é o que nos dá maior bom senso, pois ninguém é só bom ou só ruim. Por isso, o erro maior está em tentar esconder o lado sombra e se esforçar para mostrar apenas lado positivo de nossa personalidade.

Nenhum ser humano é livre de ser maldoso, de sentir raiva, inveja, rancor e outras emoções consideradas ruins. Do mesmo modo, ninguém é sempre “gracinha”, bom, amável, amigo e justo o tempo todo.

Pessoas, que tentam evidenciar apenas um traço geralmente são aquelas que vivem intensos conflitos com suas personas. No dia a dia, são representadas por aqueles indivíduos que acabam tentando esconder quem realmente são.

A melhor forma de resolver este dilema é aprendendo a lidar e conviver com os próprios sentimentos e emoções, ao invés de tentar reprimi-los. Tudo em excesso é negativo. Por isso, tanto a luz como a sombra pode ser usada de forma, positiva e equilibrada, para alcançar sucesso e satisfação com a vida.

Neste sentido, você pode e deve aprender a usar a raiva para motivar-se e, não para atacar ou guardar rancor do outro. Também usar sentimento de autopreservação para saber dizer “não” na hora certa e evitar abusos. Pode transformar sua inveja do outro em admiração e tentar superar seus limites.

Do mesmo modo, você pode usar sua luz para ter atitudes positivas, respeitosas e justas, para focar em sua própria evolução pessoal e profissional e, inclusive, para fazer a diferença na vida das pessoas à sua volta.

Gostou do texto? Curta, comente e compartilhe!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!