Voltar

Funcionário do Mês – Adotar ou Não nas Organizações?

Publicado em | 0 comentários

Ingka D. Jiw/Shutterstock Implantar o Funcionário do Mês é uma forma positiva de reconhecer o empenho e os resultados do colaborador e serve como ferramenta motivacional para os demais

É comum irmos a certos estabelecimentos e vermos uma foto na parede, com a imagem do funcionário do mês. Se você não reparou nisso ainda, da próxima vez que for a uma loja da rede de lanchonetes do McDonald’s, por exemplo, você poderá comprovar o que estou dizendo.

Empresas que adotam a prática de coroar o funcionário do mês e dar-lhe um reconhecimento público por seu trabalho mostram a importância de valorizar o esforço e empenho de seus colaboradores. Mas e, na prática, como escolher o funcionário do mês? Quais critérios estabelecer? E como recompensá-lo?

Cada organização tem critérios distintos ao fazer esta escolha. Fatores como: produtividade, assiduidade, pontualidade, respeito às normas, espírito de equipe, empreendedorismo e visão contam muito nesta disputa. A eleição, por sua vez, se torna mais justa quando o reconhecimento vem não apenas nos superiores, mas também dos colegas e clientes da organização.

Formas de Reconhecer o Colaborador

O reconhecimento público, com certeza, é uma forma de honrar o trabalho do profissional, entretanto, as empresas devem pensar além da plaquinha. Em outras palavras, para manter a motivação e estimular uma concorrência sadia, pelo posto de funcionário do mês, é essencial que haja outros tipos de premiações e que estas sejam realmente relevantes sob o ponto de vista do funcionário.

Viagens, jantares ou uma pequena bonificação em dinheiro ou produtos fazem toda a diferença e marcam aquele momento da carreira do colaborador, que vivenciando um prêmio real, tem ainda mais motivação para continuar a executar bem suas tarefas, ser produtivo e engajado pelo sucesso da empresa.

Adotar ou Não o Funcionário do Mês?

Em minha opinião a inclusão do funcionário do mês nas práticas de gestão de pessoas é uma ação muito importante e positiva, pois traz a oportunidade do colaborador mostrar seu potencial e ser reconhecido por isso. Porém, cabe a cada organização definir seus critérios e os tipos de premiação para que seus colaboradores compreendam o objetivo desta iniciativa e se comprometam com os resultados.

E mais que isso, é muito importante deixar claro aos profissionais que independente de bonificações extras, todos sempre devem sempre dar o seu melhor, respeitar as regras e atender assertivamente suas funções, de modo a evitar que se crie uma cultura errônea, onde as pessoas só se empenham quando há prêmios.

Aqui entra o papel do gestor de buscar em desenvolver ferramentas efetivas de motivação e retenção dos talentos. A intenção, com isso, é manter seus liderados sempre produtivos, motivados, positivos, independente de ser o funcionário do mês ou não. Fique de olho e boa sorte!

Este texto foi útil para você? Então, aproveite e compartilhe estes conhecimentos em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!