Voltar

Agorafobia: como o Coaching pode ajudar o tratamento do problema!

Publicado em | 0 comentários
Agorafobia

Brian A. Jackson/Shutterstock Para a pessoa que tem Agorafobia, lugares cheios como esse são impossíveis de frequentar. Entenda as razões no texto!

Agorafobia é uma doença sem cura que faz com que as pessoas desenvolvam o medo de locais públicos, espaços abertos ou fechados e repletos de gente. O nome vem do grego, dos termos: àgora – reunião de pessoas, assembleia + phobos – medo. Na prática, representa um grande temor não apenas de multidões, mas de o indivíduo não conseguir sair do meio dela ou de locais que, para ele, denotam grande dificuldade de saída em casos de urgência.

Para a pessoa com agorafobia a angústia de sofrer algum mal e não conseguir, socorro por estar num local tomado de gente, é quase insuportável. Como tal, eventos como shows, reuniões, uma ida ao shopping, cinema e espaços com aglomerações, por exemplo, não são bem vistos ou bem-vindos.  Esta dificuldade em lidar com estas situações externas faz com que a pessoa sinta-se segura apenas em casa, o que acaba limitando sua vida social, afetiva, pessoal e profissional.

Isso acontece porque a pessoa sofre do que chamamos de ansiedade generalizada, problema que faz com que o agorafóbico tema o tempo todo por sua vida. Deste modo, sair de seu ambiente seguro (seu lar) ou qualquer outra ideia ou lugar que lhe pareça ameaçador, causa verdadeiro desespero, apreensão e, nos casos mais extremos, até mesmo desencadear crises de pânico.

Assim, embora a doença não tenha cura, é importante que se busque um tratamento adequado, que ajude a amenizar os sintomas, tratá-los e fazer com que a pessoa possa ter mais qualidade de vida.  Para isso, são utilizados tratamentos medicamentosos e psicoterápicos, que ajudam a pessoa a entende seu problema e a lidar melhor com os sintomas e driblar seus efeitos.

Como o Coaching ajuda no Tratamento da Agorafobia

Coaching é um processo estruturado que trabalha com metas e foco no alcance efetivo dos objetivos pessoais e profissionais do coachee (cliente). Como tal, em conjunto com a terapia e as intervenções médicas aplicadas no tratamento do agorafóbico e, para que ele, por conta de seus medos, não se desconecte totalmente do mundo exterior, de seus sonhos e realizações, o processo oferece ferramentas e técnicas que colaboram diretamente para que a pessoa se reconecte com o seu melhor e possa então voltar a focar em seus alvos e buscá-los.

Ao definir suas metas e objetivos, aquilo que verdadeiramente é importante para ela, à pessoa com agorafobia tem mais motivos ainda para enfrentar sua doença e colocar-se em primeiro lugar diante dela. O que o Coaching proporciona é uma mudança de foco, que a faz enxergar o copo meio cheio e não meio vazio e a guiar-se por sentimentos e visões mais positivas em relação às situações.

Isso quer dizer que mesmo que o indivíduo tenha dificuldades para pegar um transporte público, por exemplo, ao receber o suporte do Coaching, ele consegue desviar o foco do problema (medo da multidão, do lugar fechado, da dificuldade de sair) e passa a se concentrar em seus objetivos que são: ir para o trabalho, voltar a ter vida social, ter um bom desempenho profissional e construir uma carreira de sucesso.

Neste sentido, podemos dizer que o Coaching é sim, um grande aliado do empoderamento da pessoa com agorafobia, pois lhe apoia a reconectar-se consigo mesma, com seus sonhos e objetivos e a ter forças, energias e pensamentos positivos para conquistá-los, independente da doença.

 

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!