Vou-ser-demitido

Vou Ser Demitido: O Que Fazer Quando Sinto Que Não Faço Mais Parte dos Planos?

Por: Pollyana Ribeiro | Blog | 05 de setembro de 2017

Vou ser demitido” – algumas pessoas entram em pânico só de pensar nesta ideia ou de saber desta possibilidade, afinal, esta é uma situação muito difícil, tanto do ponto de vista financeiro como psicológico. Aceitar que de um momento para outro a estabilidade financeira pode simplesmente deixar de existir e você pode ser um profissional que não está mais nos planos da empresa, a que tanto se dedicou, é realmente muito impactante. Entretanto, ignorar a situação não é a melhor maneira de resolver o problema. Entenda melhor o que fazer neste contexto!

Saiba Identificar os Sinais da Demissão

Antes de qualquer coisa, é essencial que o indivíduo aprenda a observar os sinais e a coletar as pistas para ter um quadro mais bem delineado diante de si e para não inventar ideias que sequer foram cogitadas pela organização. Neste sentido, preste atenção a situações em que:

  • Você foi o único do seu setor a não ser chamado para uma reunião;
  • Uma tarefa que era sua foi passada para algum colega;
  • Você não recebe mais novas demandas;
  • Seus colegas de trabalho não te olham nos olhos;
  • Existe movimento no setor de Recursos Humanos para encontrar profissionais com o seu perfil.

Esses, de modo geral, são os sinais mais evidentes de que realmente a empresa está pensando em te substituir, a partir deles é interessante ficar mais atento para assegurar a sua vaga.

E Agora, Vou Ser Demitido: O Que Fazer?

Se para você a demissão é uma certeza por não estar mais sendo integrado aos planos da empresa, é necessário saber como agir. Por isso, eu listei algumas dicas abaixo. Confira:

Pergunte Diretamente Para a Fonte

Um desligamento iminente pode se tornar menos traumático se o funcionário souber dela de antemão, pois assim não será pego de surpresa. Ao observar os sinais que listei acima e identificar a possibilidade de ser mandado embora, não deixe que essa incerteza se torne uma grande agonia, converse diretamente com o seu chefe e pergunte a ele sobre essa possibilidade.

Abra Espaço Para Críticas Construtivas

Quando conseguir conversar com o seu superior a respeito dos rumores de sua demissão, demonstre que está aberto a ouvir críticas que podem ajudá-lo a se tornar um profissional melhor. Em alguns casos, a postura adotada é o suficiente para que o colaborador seja mantido no emprego. Se houver predisposição do funcionário a mudar e se tornar mais produtivo para a companhia, pode ser que ele tenha uma segunda chance, e não seja mais demitido.

Trabalhe da Melhor Forma Possível

É desafiador se manter bem emocionalmente sabendo que seu emprego pode estar em risco, porém, se abalar e não se concentrar nas tarefas não ajudará em nada. Dessa forma, a dica que posso dar é a de se dedicar ao máximo, pois mesmo que você seja demitido saberá que é um bom profissional, alimentará sua autoconfiança e terá boas chances de ser realocado no mercado de trabalho.

Torne-se Necessário Para a Empresa

Ao ter o pensamento de que vai ser demitido, você deve pensar no quanto isso te afeta e, se realmente não quer sair desse emprego, você precisa ter uma boa estratégia para evitar o corte imediato. A dica é se tornar necessário para a empresa assumindo novos papéis e responsabilidades. Peça uma oportunidade ao seu gestor, esteja mais disponível, demonstre que suas habilidades são imprescindíveis e mostre o seu valor. Isso por si só não vai garantir sua permanência, mas mostrará a sua vontade de continuar.

E ai, as dicas que dei acima te ajudaram? Você se sente mais preparado para se manter no seu emprego? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe suas estratégias para ser um bom profissional e ter o reconhecimento de sua empresa.

Deixe seu Comentário: