valores-pessoais-conheca

Valores Pessoais – Quais são os Seus?

Por: José Roberto Marques | Blog

O que é importante para você? Esta resposta dirá muito sobre os valores que guiam sua vida, suas ações e resultados. Independente de quais sejam, o fato comum é que todo ser humano possui seu próprio conjunto de valores e, estes, correspondem ao seu modo de se relacionar com as pessoas e o mundo à sua volta.

Costumeiramente vemos e ouvimos falar dos valores das empresas, entretanto, pouco nos atemos aos nossos próprios valores pessoais. Ainda assim, de forma consciente ou inconsciente, eles se manifestam diariamente em nossa forma de pensar, se relacionar, agir e expressar nossas ideias, por exemplo.

Por isso, devemos estar atentos às mensagens que estamos transmitindo as pessoas com quem nos relacionamentos no trabalho, em família e sociedade, pois quando não temos claros quais são os nossos valores, damos margens a julgamentos que, muitas vezes, podem criar uma imagem errada de nós, ou seja, que não condiz com a realidade.

Porém, antes mesmo de mostrar ao mundo quais são os valores que o guiam é essencial que você mesmo conheça a sua essência e saiba, verdadeiramente, o que é mais importante em sua vida. Trabalho, família, sucesso, dinheiro, fama? O que guia você? Por que e para quê você se levanta todos os dias? Qual a razão da sua existência? O que é importante para você?

Pare por alguns instantes e reflita sobre as questões levantadas acima. Reflita sobre as coisas que lhe trazem motivação e dão sentido à sua vida.

Tenho um convite especial para você! Quer se conhecer melhor?
Clique aqui, Entenda a si mesmo, Verdadeiramente e na Essência!

Exemplos de Valores Pessoais

Família: Quando a família é um dos valores mais importantes para a pessoa tudo que ela faz se baseia na manutenção desta instituição e no bem-estar das pessoas que compõe o seu ciclo familiar, sejam estes parentes consanguíneos ou não. Neste caso, a família é de onde o indivíduo tira todo o suporte emocional e força que precisa para se motivar, buscar seu crescimento pessoal e profissional, conquistar seus sonhos e objetivos na vida.

Trabalho – Quando o trabalho é a força motriz de uma pessoa, ela geralmente ama o que faz, dedica-se quase que integralmente à sua profissão, pois acredita que somente por meio de seu ofício poderá conquistar reconhecimento, prestígio, realizar seus sonhos e objetivos e alcançar satisfação, felicidade e grandes resultados em sua vida.

Dinheiro Quando a pessoa tem seus valores guiados pelo dinheiro, tudo que ela faz é no sentido de conquistar mais e mais recursos financeiros que lhe permitam chegar ao patamar de vida que considera o ideal para si. Aqui, o dinheiro é o meio encontrado pelo indivíduo para obter reconhecimento e conquistar os bens materiais e imateriais que deseja ter em sua vida.

Lealdade – A pessoa que se guia pela lealdade é fiel, em primeiro plano, aos seus próprios valores e princípios e, por isso, não se corrompe para obter “vantagens”, sejam elas quais forem. Além de leal a si mesmo, também é leal aos amigos, colegas de trabalho, familiares e mesmo a desconhecidos, pois sua crença é tão certa que, independente de quem seja a pessoa, o que mais importa para ela é o peso de suas próprias ações.

5 Dicas Simples Para Definir Seus Valores Pessoais

Agora que você sabe quais são os valores e por que são importantes, é possível começar o processo de definir seu conjunto exclusivo de valores essenciais. Siga estes cinco passos abaixo para iniciar o processo de definição de seus valores pessoais.

  1. Encontre seu Zen

Decidir sobre sua lista de valores pessoais é um processo importante, mas complexo. Não é algo que você possa fazer após de um dia para outro. É melhor dedicar várias horas em um dia de folga para encontrar seu zen. Relaxe na sua cadeira favorita. Faça caminhadas ou corridas. Sente-se no seu deck. Prepare-se para permitir que pensamentos ininterruptos fluam. Outra recomendação é que você leve algo com você para registrar seus pensamentos. Para isso, você pode usar um smartphone ou uma caneta e um caderno. Depois de encontrar o seu zen, prepare-se para o próximo passo. 

Você é feliz?

  1. Examine seu plano de fundo

Os valores devem ser guardados ​​e valorizados desde a época do seu avô. Cultura e família são para sempre. Essas duas coisas devem moldar quem você é como homem. A cultura do seu avô são duas coisas que o dinheiro não pode comprar. Examine seu plano de fundo para incorporar o espírito de sua família. Inclua suas tradições, pontos fortes, pontos fracos, peculiaridades, hábitos e tendências. Faça à você mesma essas duas perguntas: 

  • Quais os principais valores pessoais estão presentes na minha família? 

Antes de definir seu próprio conjunto de valores, você deve reconhecer os valores que sua família possui. Seu avô, por exemplo, pode ter vivido em épocas onde vivenciou seus valores de trabalho duro, diversidade e perseverança, que os passou para o seu pai, que os entregou para você. Há sempre uma influência central por trás dos valores que você mantém, mas é preciso identificar de onde eles vieram para continuar transmitindo-os.

  • Quais valores pessoais eu quero passar para meus filhos?

Depois de identificar os valores passados ​​para você de sua família, você deve decidir quais valores deseja passar para seus filhos. Pode parecer que isso ainda está inalcançável, mas não é. Você será uma das maiores influências de seus filhos. Certifique-se de que seus valores pessoais são aqueles que você se sentirá à vontade passando adiante a linhagem familiar. Agora, pergunte a si mesmo como você garantirá que seus filhos recebam esses valores. Talvez você os ajude a começar e desenvolver seu próprio negócio no ensino médio. Talvez você os leve com você para algum trabalho voluntário. Faça o que for preciso para garantir que seus valores familiares importantes não sejam perdidos.

  1. Examine suas influências

Deve ser muito fácil identificar quem você admira, quem são seus mentores. A maioria de nós tem um mentor que ajudou a nos transformar na pessoa que somos hoje. Às vezes essa pessoa é nosso pai ou mãe. Outras vezes, é um chefe ou amigo. Mais difícil de quem é a pessoa é o porquê. Pergunte a si mesmo: Por que eu olho para essa pessoa? Tenho certeza que você descobrirá que há coisas muito específicas que se destacam quando você responde essa pergunta. O que os torna únicos? Observe como eles reagem em situações difíceis, como lideram ou seguem e como tratam os outros. Quais valores guiam suas ações? Depois de examinar como seus modelos funcionam, tente determinar quais valores os guiam. Talvez você possa reconhecer que, não importa o quão ruim a situação esteja, seu chefe nunca perde a calma. Em vez disso, ele arregaça as mangas e enfrenta o problema de frente. É seguro dizer que seu chefe provavelmente valoriza perseverança, paciência e equilíbrio. Talvez estes sejam valores nos quais você também queira se concentrar.

  1. Examine suas escolhas

Se você ainda não esculpiu seus próprios valores centrais, examinar as escolhas que fez na vida pode te ajudar a defini-los melhor. Pergunte a si mesmo quem são seus amigos mais próximos. Se eles são um reflexo do tipo de pessoa que você é, quer você goste ou não. Examine suas amizades – como elas começaram e por que elas ainda estão firmes. Com frequência, você compartilha valores similares com aqueles com quem você está mais próximo. Como você responde às dificuldades ou à boa sorte. A maneira como você reage a situações emocionais desafiadoras pode esclarecer o tipo de valores que você possui. Algumas pessoas conhecem as dificuldades. Como trato os outros ao meu redor? Examine como você interage com as pessoas. A maneira como você forma relacionamentos com outras pessoas é um bom indicador de seus valores pessoais. Se você é o tipo de pessoa que sempre faz o grupo rir, o humor pode ser um dos seus valores pessoais. Ou, se você preferir ajudar as pessoas a resolver seus problemas, você pode valorizar muito a lógica.

  1. Brainstorm

É crucial pensar em decisões importantes. Pegue a caneta e o papel, ou seu smartphone, e comece a listar os valores que chegam até você. Ao fazer isso, lembre-se de que você está usando seu histórico, escolhas anteriores e influências para formar essa lista. Se você tiver uma programação extensa, pode ser necessário eliminar a sua lista e concentrar-se nos 10 ou 20 valores que são mais importantes para você. Não tenha medo de criar sua lista, refletir e voltar a ela em outro momento. Geralmente, essa é a melhor maneira de tomar decisões importantes e fazer mudanças. 

Reflita sobre quem você é e sobre quem você deseja ser e avalie se os seus valores e suas ações estão realmente sintonizados. Sua resposta dirá muito sobre os seus resultados. Se os valores se baseiam em coisas materiais você irá viver para atender esta necessidade. Caso sejam relacionas com sentimentos de amor e proteção à família, por exemplo, você colocará todas as suas energias em conquistar o estado de satisfação e realização desejado. Pense nisso!

Gostou do texto? Curta, comente e compartilhe!

 

Copyright: Racorn/Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: