marketing-digital-solucoes

Soluções em marketing digital: 7 tendências para ficar de olho

Por: José Roberto Marques | Blog

O marketing digital já deixou de ser novidade há um bom tempo. Se, antigamente, apenas as grandes empresas tinham oportunidades sólidas de comunicação, por meio da mídia tradicional; o mundo digital é mais democrático. Organizações de qualquer porte ou segmento podem lançar seus sites e ganhar o mercado por meio da internet.

Uma das grandes vantagens da web é a abundância de soluções em marketing digital. São diversos canais e formatos de comunicação que podem ser escolhidos, desde que com planejamento estratégico. Por isso, é muito importante acompanhar as tendências que surgem, já que o meio digital é super dinâmico.

A seguir, você confere 7 das principais tendências do momento em marketing digital:

Conquiste resultados extraordinários através do Coaching!
Clique aqui e conheça mais sobre essa poderosa metodologia!

  1. O e-mail marketing não morreu (e nem vai!)

Ao contrário do que muita gente afirma, o e-mail marketing continua sendo uma ferramenta muito útil no marketing digital. O que pode ter mudado, e ainda bem, é a forma como ele é utilizado. Antigamente, muitas empresas compravam listas de e-mails e disparavam diversos e-mails promocionais que lotavam a caixa de entrada das pessoas, sem qualquer tipo de segmentação. Era o popular spam.

Hoje em dia, contudo, as empresas, por meio do marketing de conteúdo e dos formulários, têm construído suas listas de e-mails organicamente, sempre com a autorização das pessoas, provavelmente aquelas que já estão mais interessadas na empresa.

Com essa anuência, a empresa passa a construir um relacionamento com essa pessoa, oferecendo conteúdos personalizados, de acordo com suas preferências. Os disparos não são apenas de produtos, serviços e ofertas; mas de conteúdos, artigos, e-books e outros materiais ricos. Assim, esse potencial cliente fica mais “educado” e informado, despertando seu interesse pela empresa cada vez mais.

  1. Blogs e podcasts: mais fortes do que nunca

Os blogs começaram como uma espécie de diário online, em que as pessoas compartilhavam suas ideias com amigos. Hoje em dia, porém, eles se tornaram grandes ferramentas para conferir mais visibilidade e autoridade às marcas.

É por meio dos blogs que as empresas publicam seus conteúdos e são mais facilmente encontradas pelos mecanismos de busca – que têm se tornado uma excelente ferramenta de consumo. Além disso, uma marca que tem um blog rico, diversificado, com diversos artigos, tem ali uma prova de sua autoridade e de seu conhecimento em seu respectivo segmento.

Mais recentemente, os blogs também têm disponibilizado a opção de ouvir o artigo ao invés de lê-lo. A ideia é pegar carona na popularidade dos podcasts, que são conteúdos disponibilizados em áudio, de modo que o ouvinte pode consumir essas informações enquanto trabalha ou faz sua caminhada matinal, por exemplo. Assim, os blogs e os podcasts são soluções em marketing digital, mais especificamente em marketing de conteúdo, para atrair pessoas e ganhar autoridade na web.

  1. Google: o chefe da internet

Já que a bola da vez é o conteúdo, vamos falar de quem “organiza” a disputa pelo espaço na internet: o Google. O site é o mecanismo de busca mais utilizado no mundo e, cada vez que alguém pesquisa por uma palavra-chave, são os seus algoritmos que definem quais sites estarão no topo do ranking.

Pesquisas em comportamento do consumidor apontam que, quanto mais bem ranqueado um site estiver, mais tráfego receberá, por uma questão bem óbvia de visibilidade. Aliás, você sabia que são pouquíssimos os internautas que visitam a segunda página de resultados de uma busca? Pois é, as empresas precisam fazer de tudo para que seus sites apareçam na primeira página para não perderem boas oportunidades de vendas.

Para alcançarem esse objetivo, os sites têm recorrido ao SEO (do inglês, Search Engine Optimization), uma sigla que significa “Otimização para Mecanismos de Busca”. Fazendo uma boa pesquisa de palavras-chave, as empresas conseguem produzir conteúdos textuais e visuais mais adequados àquilo que o público tem procurado, aumentando suas chances de serem encontradas antes da concorrência.

Você é feliz?

Em tempos de competitividade acirradíssima, vale a pena ficar de olho nos algoritmos do Google para conquistar as melhores posições para as palavras-chave de interesse.

  1. O poder do vídeo (e das lives!)

Completando a tríade com os blogs e os podcasts, os vídeos também têm crescido enquanto formato de conteúdo. As redes sociais têm estimulado cada vez mais a produção desse tipo de conteúdo, já que o formato mais dinâmico tem atraído a atenção dos internautas, que nem sempre têm tempo ou paciência para ler um texto.

Com a popularização dos diferentes canais do YouTube, a produção de vídeos passou a ser olhada com mais carinho e atenção pelas empresas. Vídeos institucionais, tutoriais, plantões de dúvidas, webinars e as populares lives estão entre as opções de comunicação e soluções em marketing digital.

Hoje em dia, produzir um vídeo e publicá-lo nas redes sociais já não é tão complexo, de modo que muita gente tem construído seus canais de vídeos amadoramente. A dica para obter destaque é fazer uma produção bacana, sempre com conteúdos relevantes e no tom de linguagem mais adequado para dialogar com sua audiência.

  1. Facebook e Instagram: atualizações constantes

O Facebook segue como a rede social mais utilizada no mundo, com mais de 2 bilhões de usuários. O Instagram ainda está longe dessa marca, mas também tem crescido consideravelmente junto ao público brasileiro. Por isso, o próprio Google promete incorporar em seus resultados de busca os conteúdos produzidos nessas redes.

Hoje em dia, porém, é muito difícil que uma marca com presença no Facebook e no Instagram alcance seu público de maneira orgânica. Os algoritmos dessas redes (sim, as redes sociais também têm seus algoritmos!) têm reduzido muito o alcance orgânico das páginas empresariais, incentivando os anúncios pagos.

A vantagem dos anúncios pagos é que eles permitem uma segmentação impressionante para que a marca comunique-se exatamente com o seu público de interesse, o que não acontece com os meios de comunicação em massa.

Além disso, tanto o Facebook quanto o Instagram têm diversificado suas opções de interação, com os stories e lives, além dos posts estáticos. Para se dar bem nessas redes, a dica é diversificar os formatos de postagens e estimular o engajamento: curtidas, comentários, compartilhamentos, enquetes, entre outros.

  1. A ascensão do LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social bem diferente das anteriores, pois ela é voltada para as relações profissionais entre indivíduos. Por isso, ela é bastante recomendada, enquanto solução de marketing digital, para empresas B2B (empresas que vendem para outras empresas) ou para empresas que têm como público-alvo pessoas com um determinado perfil profissional.

Essa rede oferece um alcance orgânico muito maior do que o Facebook e o Instagram, por exemplo, reduzindo a necessidade de anúncios pagos. Além disso, ela é o local ideal para que as marcas publiquem seus conteúdos mais institucionais, contemplando sua identidade, missão, valores, projetos sociais, tecnologias, diferenciais etc.

  1. A consagração dos influencers

Os influenciadores digitais são as celebridades da internet – pessoas que se consagraram pelas redes sociais, blogs e canais no YouTube. Com públicos específicos, especialmente entre os mais jovens, os influenciadores são hoje o que as celebridades da televisão foram por muitas décadas.

É claro que músicos, apresentadores, esportistas, atores e atrizes continuam sendo utilizados pelas marcas mais tradicionais em suas campanhas nos meios de comunicação de massa. No entanto, para dialogar com audiências mais jovens e mais específicas, os publiposts, ou seja, as publicações de teor publicitário feitas por esses influenciadores, têm adquirido fundamental importância. Essas pessoas “emprestam” a sua credibilidade às marcas que anunciam.

Já deu pra perceber que, quando o assunto são as soluções em marketing digital, opções não faltam. O que todo empreendedor precisa fazer é ficar de olho nas novas tendências que surgem a todo momento e nas atualizações que os canais digitais realizam com frequência.

Para ser uma marca relevante e uma figura de autoridade em seu nicho, a empresa precisa estar onde seu público está, falando a sua língua e produzindo conteúdos relevantes. Esse é o segredo do marketing digital.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: