sanidade-mental

Sanidade Mental X Insanidade Mental – Conheça as Características!

Por: Pollyana Ribeiro | Blog | 17 de outubro de 2019

Manter a sanidade mental significa ter a atividade e a qualidade cognitiva e emocional plenas. No entanto, o estilo de vida atual tornou bastante desafiador se manter livre dos sintomas da “insanidade mental”, ou seja, ficar completamente são. Não estou chamando ninguém de “louco”, nos dias atuais esta insanidade de que estou falando, se refere a qualquer distúrbio da mente como: por exemplo, a ansiedade e a depressão, como veremos a seguir.

Neste sentido, pode-se dizer que a falta de sanidade se configura num estado em que a mente não está equilibrada ou saudável o suficiente para oferecer a pessoa suas plenas capacidades mentais. Vamos conhecer os principais sintomas de alguns dos principais tipos de desestruturação mental e emocional e também dicas do que você pode fazer para tratar estes problemas e manter sua mente sã.

Clareie seus pensamentos com meu ebook “Detox da Mente”!
Um desafio que irá te ajudar a ter uma vida mais leve e feliz!

Sintomas da Depressão

O diagnóstico de depressão leva em consideração o conjunto de sintomas, bem como a persistência deles. Os principais indicativos dessa doença são:

  • Sensação de tristeza profunda que dura mais de duas semanas;
  • Perda de interesse por atividades que antes eram prazerosas;
  • Distúrbios do sono (despertar no meio do sono, ter dificuldades para dormir ou dormir demais);
  • Falta de vontade de viver ou de perspectivas de futuro;
  • Dificuldade de concentração e raciocínio;
  • Sensação de fadiga e cansaço físico e mental persistente;
  • Perda ou aumento de apetite.

Buscando a Sanidade Mental: Dicas de Como Lidar Com a Depressão

Quem identificou um ou mais desses sintomas deve procurar ajuda médica especializada (psiquiatras e psicólogos.), pois é necessário identificar os fatores desencadeantes do problema para tratar a doença e não deixar que se agrave. Além disso, dentre as ações que o próprio indivíduo pode tomar para ter uma condição de sanidade mental plena, estão: praticar atividades físicas, ter uma alimentação balanceada, buscar sua paz interior e exterior e evitar situações constantes de estresse.

A verdade é que, o que funciona um dia pode não funcionar tão bem no próximo, precisa de ferramentas e mais ferramentas para se adaptar e lidar com a depressão e o seu jeito de chegar. Conheça algumas dicas que podem ajudar a resolver vários sintomas:

  1. Desafie o pensamento negativo

Ser capaz de reconhecer quando a depressão está te derrubando é o primeiro passo para a recuperação. Quando estamos deprimidos, todos os tipos de pensamentos negativos podem ficar presos em nossas cabeças, por isso é importante mantê-los sob controle. 

  1. Mude o foco

Se o seu humor estiver pesando até o ponto em que parece impossível desafiar seus pensamentos, tente mudar sua atenção e se concentrar em outra coisa. Isso pode ser especialmente útil ao tentar lidar com os pensamentos suicidas e superá-los. Exercícios de atenção, mindfulness, podem ser úteis para desviar a atenção dos pensamentos negativos.

  1. Defina pequenas metas

A depressão pode fazer com que as tarefas mais simples pareçam assustadoras. Uma alternativa legal é dividir as tarefas em tarefas menores, tipo mini tarefas. Assim fica mais tranquilo pensar em começar a trabalhar todos os dias. Se for o caso, divida as tarefas ainda mais. O importante é ter vontade e começar. Muitas pessoas quando estão em depressão não conseguem levantar da cama, tomar banho, fazer a barba, muito menos ir ao trabalho. Cada vez que você completar um passo, dê crédito a si mesmo. Simplesmente sair da cama ao lutar contra a depressão é uma conquista e, se isso é tudo que você pode fazer um dia, tudo bem. Faça um esforço, mas não se arrependa se não conseguir manter o ritmo habitual.

Você é feliz?

  1. Alimente-se bem e faça exercícios físicos

Ter uma boa noite de sono, se alimentar nos horários corretos e fazer atividade física, são elementos importantes para lidar com a depressão. Atividades físicas podem ser até um passeio pelo quarteirão de sua casa, uma caminhada numa praça próxima, fazer atividades em casa (domésticas). Qualquer coisa que te faça locomover já ajuda. 

  1. Faça algo que goste

Talvez você não tenha tanta energia, nesse momento, para pensar em fazer algo. O simples fato de levantar da cama, para muitos, já é algum progresso. Tente pensar em coisas positivas, limpar sua mente dos pensamentos negativos, concentrando sua atenção em qualquer outro lugar, faça passeios, uma viagem, um curso de música que você queria tanto ou chame um amigo para um café. Quem sabe a partir disso você irá descobrir que tem mais energia do que imaginava. 

  1. Procure ficar junto da família

A tendência da pessoa que está com depressão é se esconder do resto do mundo. Falar sobre o que está causando estresse ou te deixando para baixo, pode ajudar a diminuir a intensidade desses pensamentos. Deixe que sua família te ajude nesse momento. Ou mesmo algum amigo próximo de você. Não se feche!

  1. Procure um psicólogo

Muitos acham que não precisam de terapia nesse momento, mas a terapia trabalha também preventivamente para que não chegue nesse estado. Procurar um profissional da área da saúde mental é a primeira opção nesse momento. Os melhores conselhos serão dados por ele. O terapeuta é quem irá te ajudar a descobrir quais os fatores que te levaram a entrar nesse estado de tristeza profunda. Ajudará no desenvolvimento de novas habilidades para gerenciar as coisas que a vida traz e trabalhar para melhorar e aproveitar sua vida. Quando se trata de depressão, não há substituto para procurar ajuda profissional. 

  1. Encontre maneiras de melhorar o humor

Encontrar maneiras de se fazer rir proporciona à sua mente uma pausa de todos os pensamentos negativos que a depressão traz. Se isso envolve falar com um amigo, assistir a um programa ou filme engraçado ou mesmo entrar numa rede social, tudo isso pode ajudar. 

  1. Evite o uso de álcool

Apesar da descontração que o álcool traz, essa não é a melhor distração para quem está com depressão. Não é uma maneira saudável de distanciar das dores, da ansiedade. Pode sim, se transformar em um problema ainda maior. 

  1. Tenha orgulho de si mesmo

Tenha sempre orgulho de todo passo dado, todo progresso alcançado na busca da melhora da depressão. Sair do quadro da depressão demanda tempo, mas com foco nos novos hábitos, é possível se recuperar e voltar a ter uma vida normal

Sintomas da Ansiedade

A partir do momento em que a ansiedade do indivíduo passa a atrapalhar as suas atividades cotidianas, se torna um problema relativo à sanidade mental. Atualmente, foram identificados alguns distúrbios mentais nesta doença. Para identificar que se tem um problema clínico é importante observar alguns dos principais sintomas:

  • Sensação constante de nervosismo;
  • Tensão demasiada diante das tarefas diárias e desafios futuros;
  • Preocupar-se muito com pequenas situações do cotidiano;
  • Dificuldades para dormir e irritabilidade constante;
  • Sensação constante de que alguma coisa ruim irá acontecer a qualquer momento mesmo sem justificativa para tal;
  • Dificuldade extrema para relaxar e descansar a mente e o corpo;
  • Sudorese, aumento ou perda de peso;
  • Sensação de aperto no peito (taquicardia);
  • Extremidades geladas, como mãos e pés;
  • Episódios constantes de diarreia.

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto é FELIZ!
Clique aqui e conheça nosso “Termômetro da Felicidade” !

Dicas Para Lidar com a Ansiedade

Ter alguma ansiedade é positivo para manter o corpo alerta, no entanto, quando ela se mostra demasiada, torna-se um empecilho para a vida das pessoas. Se você observou que sua ansiedade tem ultrapassado o limite entendido como saudável, é importante criar mecanismos para se acalmar.

Atividades como ler, caminhar ou meditar podem ser de grande valia para aplacar os sintomas da ansiedade. Mantenha também uma alimentação equilibrada, relacionamentos positivos e faça atividades físicas constantes. Caso os sintomas persistam, procure ajuda médica especializada e trate-os.

A sanidade mental é uma condição fundamental para desenvolvermos uma vida social, afetiva e profissional mais equilibrada e feliz. Porém, com o ritmo estressante do dia a dia pode ser mais desafiador estabelecer momentos de plenitude cognitiva e emocional. A recomendação é manter um estilo de vida saudável e buscar sempre a sua paz interior e exterior por meio do seu autoconhecimento. Fica a dica!

Aproveite para compartilhar as informações sobre insanidade mental e sintomas para que mais pessoas saibam quando é hora de buscar ajuda de um profissional.

 

Copyright:  1408051376 – https://www.shutterstock.com/pt/g/draganagordic

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: