Saindo da Zona de Conforto Para a Zona Expansível!

Por: José Roberto Marques | Blog | 06 de fevereiro de 2017
Homem subindo degraus e saindo da zona de conforto para a zona expansível

ImageFlow/Shutterstock Sair na zona de conforto é se permitir expandir suas possibilidades!

Quando ouvimos o termo “zona de conforto”, automati­camente pensamos em pessoas ou profissionais que estão estagnados na vida e na carreira. Esta imagem ilustra o perfil de quem resolveu simplesmente parar de buscar novas con­quistas e optou por deixar a vida estacionar.

Em geral, isso acontece quando o indivíduo acredita que já conquistou tudo o que podia. Assim, ele deixa de investir no próprio desenvolvimento e não tem motivações para alcançar outros patamares em sua jornada evolutiva. Estar na zona de conforto é muito perigoso, especialmente em um mercado de trabalho tão exigente e competitivo.

Quando estacionada em sua zona de conforto, a pes­soa vivencia um estado de falsa segurança, haja vista que no momento em que acontece uma mudança brusca, ela sofre mais, leva um susto maior, pois está menos preparada para absorver os fatos inesperados que aconteceram.

Este local de segurança eterna é como uma miragem no deserto de oportunidades, pois ao escolher sombra e água fres­ca, a pessoa deixa de conhecer a infinidade de possibilidades que estão à sua volta. Na prática, é o mesmo que acontece com um indivíduo em sua vida pessoal e profissional quando deixa de buscar crescimento e evolução contínua e cai na estagnação.

As pessoas, geralmente, precisam saber funcionar fora de suas zonas de conforto para desenvolverem-se. Um profis­sional que não consegue sair de sua zona de conforto não melhora seu desempenho, não consegue criar ou aproveitar oportunidades no trabalho, como também lidar com os mo­mentos de adversidade e tensão, pois se condicionou a pensar e agir apenas de uma maneira.

Como Sair da Zona de Conforto?

Sair da zona de conforto é entender a hora de mudar e permitir-se experimentar novas possibilidades, encarar os desafios com otimismo e boa vontade. Imagine só se pessoas de sucesso como Henry Ford, Steve Jobs ou a garota Malala Yousafzai não tivessem ousado fazer diferente, experimentado tirar suas ideias do papel ou encarar suas adversidades pessoais. Imagine se eles tivessem se conformado e ficado em suas zonas de conforto. Tudo estaria igual!

Imagine também se o brasileiro, Santos Dumont, não tivesse investido e acreditado em seu projeto e criado o primeiro avião? Pense em tudo mais que foi desenvolvido, aprimorado e imortalizado por pessoas que não se permitiram ficar em zonas de conforto. Normalmente este estado de inércia é a zona padrão de referência para um indivíduo. É o lugar onde há a completa ausência de temores e ansiedades.

Porém, estar na zona de conforto não significa estar inerte para sempre. Grandes gênios da humanidade como já mencio­nado ousaram, saíram do conforto, e isso pode acontecer com qualquer outra pessoa. Muitas pessoas conseguem reconhecer esse estado de acomodação e se sentem incomodados. É a partir desta insatisfação que muitos empreendedores encon­tram motivação para buscar novas conquistas e ir além.

Quando se alcança a consciência de que algo precisa ser mudado, se torna mais fácil partir para a ação. As pessoas que procuram os serviços oferecidos por nós coaches está buscando esse algo novo, uma mudança de vida, de hábitos de crenças e nós temos em nossas mãos a importante tarefa de auxiliar essas pessoas a enxergarem os melhores caminhos para alcançar essa mudança.

Deixe seu Comentário: