Business woman taking business notes at office

Qual a Diferença Entre Desenvolvimento e Aprendizagem?

Por: José Roberto Marques | Blog | 29 de março de 2019

O desenvolvimento e a aprendizagem são componentes centrais nas organizações, pois fazem parte da evolução e do aprimoramento dos colaboradores. Na prática, isso é resultado de um trabalho contínuo da gestão e da área de recurso humanos (RH) na construção de estratégias que cooperam diretamente para a capacitação profissional e o desenvolvimento pessoal de cada funcionário.

Os planejamentos estratégicos bem-sucedidos resultam em planos de ação factíveis e, mais tarde, em resultados extraordinários! A aplicação de treinamentos, workshops, palestras e processos de feedback e autofeedback são alguns dos exemplos de ações efetivas. Além disso, as empresas que possuem mais budget podem investir em educação contínua, como cursos complementares, graduações e pós-graduações.

Tais ações podem ter como objetivo o desenvolvimento ou a aprendizagem do colaborador. Para entender mais sobre esses dois conceitos e a diferença entre eles é só continuar lendo esse texto, pessoa querida!

Desenvolvimento e aprendizagem: principais diferenças

O primeiro passo para entender qual a diferença entre desenvolvimento e aprendizagem, é definir os conceitos de cada um. Confira:

Quer vivenciar uma oportunidade extraordinária na sua vida?
Acesse o meu curso “Introdução ao Coaching”,
é um presente!

O que é aprendizagem

Esse é um processo que visa aumentar o conhecimento. Estamos sempre aprendendo coisas novas durante toda a vida, tais como andar, pedalar, nadar, dançar, patinar, cozinhar, etc. Não é verdade? Além desse tipo de atividade, podemos obter conhecimento a respeito de novos conceitos sobre diferentes assuntos e também novas línguas.

Tudo é fonte de aprendizado! Pense bem: é possível aprender com situações que envolvem livros, professores, colegas, pais, pessoas estranhos, animais, objetos inanimados e a natureza.  

O aprendizado ocorre em todas as idades, principalmente quando somos submetidos a uma situação nova. Qualquer mudança no nosso comportamento que acontece como resultado de uma nova experiência é considerada um aprendizado.

Em uma organização, um dos principais objetivos dos gestores deve ser proporcionar aprendizado para os seus funcionários para que eles se tornem cada vez mais competentes.

O que é desenvolvimento

Já o desenvolvimento se refere ao domínio de habilidades, transformando-as em hábitos. Basicamente, o desenvolvimento tem foco na habilidade baseada na ação e não no conhecimento que vem através da aprendizagem.

Por exemplo, uma pessoa pode aprender sobre o funcionamento de um carro e as leis de trânsito em uma aula teórica na autoescola. Mas, apenas em uma aula prática de direção há o real desenvolvimento para se tornar um motorista.

O desenvolvimento é um processo que ocorre depois da aprendizagem, mas requer prática constante e aperfeiçoamento, de modo a transformar as habilidades recém- adquiridas em comportamentos ou hábitos.

Invista em conhecimento

Por fim, quando um novo funcionário é contratado pela empresa, é necessário ensiná-lo como ele deve realizar o seu trabalho e como a organização funciona. Com as explicações dadas ele poderá aprender, porém, apenas com a prática é que ele poderá desenvolver o conhecimento adquirido.

Portanto, estes são dois conceitos que andam juntos, pois um precisa do outro para fazer sentido.

Para chegar a esse grau de maturidade, é ideal que a empresa invista na evolução de cada trabalhador. Confira quais são as 5 principais formas que uma organização pode trabalhar com o desenvolvimento e o aprendizado dos funcionários:

Você é feliz?

  • Processo de feedback

A aplicação de um processo de feedback 360° e do autofeedback obrigatório estimula a apuração do senso crítico e a entrega de trabalhos com mais qualidade. O processo deve acontecer regularmente e exigir a autorreflexão, avaliação da área, avaliação da empresa como um todo e o estabelecimento de objetivos por períodos, já incentivando o início de plano de carreira.

Este é o primeiro passo para entender o que os colaboradores pensam a respeito de si mesmos, da área em que trabalham e da organização. Essa percepção traz mais insights para a gestão e o RH desenvolverem ações que cooperem para sanar os pontos sabotadores.

A análise dos resultados pode trazer, por exemplo, a necessidade da criação de novos fluxos e desenhos de processos. Ou ainda a necessidade de remanejamento de alguns funcionários.

Você já passou por um processo como esse no local em que trabalha? Se sim, compartilhe sua experiência nos comentários no fim do artigo!

  • Desenvolvimento da gestão e do RH

Outro ponto muito interessante é a autoavaliação da área de recursos humanos e a gestão/liderança. Além do processo normal de feedback solicitado acima, é extremamente importante que os colaboradores desses setores estejam prontos para refletirem a respeito das suas ações, estratégias e tratamento com os outros funcionários.

Somente com esse tipo de autocrítica, a gestão e o RH são capazes de despertar o alto desempenho em si mesmos e a habilidade de incentivar outros funcionários a serem os melhores no que fazem. Afinal, de que adianta o líder ter ótimas qualidade técnicas, mas não saber desenvolver seus liderados?

  • Utilização do método coaching

O coaching é capaz de despertar o que há de melhor em cada ser humano e ainda identificar quais são os pontos de melhoria. Desse modo, o método acelera o processo de desenvolvimento e aprendizagem sem que o indivíduo perca sua essência ou fique confuso durante o processo.

As Soluções Corporativas do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) apresentam opções muito interessantes, como treinamentos de 1 período e outros tipos de formações estendidas. O mais interessante dessa alternativa é a possibilidade de adequar os objetivos da área e da empresa às técnicas de coaching, criando um produto personalizado. As chances de ser assertivo com esse tipo de planejamento aumentam muito.

Já imaginou poder trabalhar no desenvolvimento e na aprendizagem de um funcionário ou de um grupo com o coaching? Quando uma empresa promove esse tipo de ação, também está promovendo o sentimento de pertencimento do colaborador com a empresa, pois ele se sente valorizado.

  • Determinar KPIs

Não adianta simplesmente aplicar ações e não medir os resultados delas, não é mesmo? Por isso, é ideal que a gestão e o RH estabeleçam quais são os KPIs para cada ação. Calma, que eu explico o que é isso. KPI é uma sigla em inglês para Key Performance Indicator, traduzindo, indicador-chave de desempenho.

Dessa forma, é possível executar as ações e avaliar exatamente o que é preciso para contabilizar nos resultados. A partir da análise dos resultados, é possível entender o que deu certo e o que não deu. Assim, as próximas atividades serão mais assertivas.

Preparamos um teste para VOCÊ descobrir o quanto
é FELIZ! Clique aqui e conheça nosso
“Termômetro da Felicidade” !

  • Criar fluxos de clima organizacional e qualidade de vida no trabalho

A análise do clima organizacional e a da qualidade de vida no trabalho também podem ser consideradas como indicadores. Porém, estes devem ser KPIs constantemente avaliados. A partir dessa conferência, o RH consegue entender o que está faltando em termos de infraestrutura, apoio técnico e até suporte psicológico.

Pode parecer pouco, mas imagine que cada colaborador terá a oportunidade de opinar a respeito de pontos técnicos do local em que trabalha considerando limpeza, segurança, material para a realização correta do trabalho. Além disso, ele poderá dar sua opinião a respeito de itens mais subjetivos, mas igualmente importantes, tais como a presença ou ausência de respeito nos relacionamentos interpessoais e até no tratamento da organização com o quadro de colaboradores.

Se você tem mais alguma dica de como a empresa pode trabalhar no desenvolvimento e na aprendizagem dos funcionários é só escrever nos comentários!

Gostou do artigo? Até o próximo texto!

 

Copyright: Depositphotos.com / piotr_marcinski

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: