pessoa-confiante

Pessoa Confiante – Quais Suas Principais Características?

Por: José Roberto Marques | Blog | 10 de dezembro de 2017

Uma pessoa confiante é, acima de tudo, aquela que se conhece e confia em seu potencial, o que pode ser confirmado por meio de suas atitudes e palavras. Esta autoconfiança é o primeiro passo para conquistar maior empoderamento e credibilidade perante a sociedade. Além disso, é preciso deixar claro que isso nada ter a ver com arrogância, pois alguém que confia em si verdadeiramente não tem a necessidade de se autoafirmar e se colocar como superior aos outros como muitos podem imaginar.

A Importância de Ser Uma Pessoa Confiante

Existe um velho clichê que diz que se não confiarmos em nós, dificilmente alguém confiará, e ele é real. Para comprovar, pense se confiaria em um médico que parece não ter certeza sobre qual é o tratamento adequado para o seu caso, mostrando-se indeciso e inseguro no momento de dar o diagnóstico. Qual é a ideia que você teria a respeito desse profissional? Continuaria se consultando com ele? Se sentiria seguro em confiar a ele sua vida?

Demonstrar confiança é importante por muitos fatores, incluindo a forma como se é visto como pessoa e profissional e, também, por uma questão de autoestima, para que tenha consciência sobre quem é e suas qualidades. A insegurança aparece quando a autoconfiança está baixa e abre esse espaço para que muitos outros sentimentos conflitantes e negativos tomem lugar. Então, convido-lhe a refletir sobre o seu comportamento e verificar se você realmente se conhece e confia em si e a melhorar o quesito confiança pessoal.

Principais Características das Pessoas Confiantes

Preparei um guia com as principais características das pessoas confiantes, comportamentos que as diferenciam das demais, para que você se inspire e reflita sobre o seu comportamento e possa se inspirar a evoluir nesta direção.

1 – Elas Não Têm Medo de Errar

A primeira característica das pessoas confiantes é que elas não têm medo de cometer erros, mesmo sabendo que, como qualquer ser humano, estão sujeitas a falhar. Essa segurança é conquistada através da busca pelo autoconhecimento e o conhecimento de uma forma geral, o que inclui sua área de atuação profissional e toda a bagagem e experiências que viveu.

O medo é um sentimento que, ao mesmo tempo em que protege de perigos, quando exagerado, se torna um fator limitante, que impede os indivíduos de se desenvolverem e de avançar em todos os sentidos. Por isso, procure voltar o seu olhar para si, a fim de identificar o que é necessário para que perca o medo de ser quem você é e, assim, consiga se empoderar, valorizar-se mais e tomar decisões de forma mais assertiva e verdadeiramente de acordo com sues valores e desejos.

2 – São Assertivas ao Tomar Decisões

Por falar em assertividade, essa é uma característica bastante marcante em pessoas confiantes. Basicamente, trata-se da habilidade de dizer “sim” e “não” com convicção, sem se deixar levar por convenções ou sentimentos de obrigação. Elas conseguem agir dessa forma porque sabem exatamente o que querem, conhecem seus talentos e não se intimidam ao expressar isso para o mundo.

Vale lembrar que assertividade nada tem a ver com grosseria ou arrogância. O fato de negar algo não significa que precise ser grosseiro. Lembre-se que você pode dizer qualquer coisa para outra pessoa, desde que o faça de forma educada e com calma. Quem confia em si mesmo não precisa falar alto para se impor ou ser ouvido.

3 – Assumem Quando Precisam de Ajuda

Pessoas que assumem que estão precisando de ajuda e pedem auxílio são mais confiantes do que aquelas que querem esconder ao máximo suas vulnerabilidades e necessidades para passar uma imagem de força. Quando há segurança, o indivíduo não vê problemas em expressar suas fraquezas, e isso é uma grande demonstração de força e autoconfiança.

Essa facilidade em admitir que precisa de ajuda pode ser demonstrada tanto no trabalho quanto em casa, com tarefas do dia a dia. Se você tem dificuldades para admitir quando precisa de ajuda, procure refletir sobre o que te leva a agir de tal forma. Quando se tem confiança sobre quem é, o medo de ser julgado como fraco é inexistente.

4 – Não Se Comparam Com Outras Pessoas

Cada indivíduo é um ser único e, por isso, fazer comparações nunca é uma boa ideia. As pessoas que são confiantes têm consciência disso e apenas fazem comparações em relação ao que eram no passado, para perceber o quanto evoluíram, e ao que pretendem se tornar, como uma forma de motivação.

Se você tem o costume de se comparar com terceiros, procure refletir e eliminar esse hábito da sua vida. A necessidade de se comparar para colocar-se como superior é um grande sinal de fraqueza. Da mesma forma, a comparação que te coloca como inferior é altamente nociva. Por isso, procure se conhecer e adquira a consciência do quanto é único e especial.

5 – Assumem Quando Falham

Qualquer ser humano está sujeito a cometer erros e os que são fortes e confiantes conseguem assumi-los sem dificuldade. Essa segurança existe porque quem confia em si sabe que aquele erro não lhe representa e que é capaz de aprender com ele e recomeçar. Já os indivíduos inseguros, querem parecer perfeitos e, com isso, sofrem mais do que o necessário quando falham, pois se sentem incapazes de acertar.

Neste sentido, de 0 a 10, como você se comporta ao cometer um erro? Assuma a consciência de que não é pior do que ninguém porque falhou. Lembre-se que o sucesso é extraordinário e é o que a maioria das pessoas busca, contudo, é também por meio da falha que o aprendizado acontece. Então, aprenda a extrair o melhor de tudo o que fizer, e isso inclui as lições aprendidas através de um erro.

6 – São Gratas Pelo Que Têm

Além de confiarem e gostarem de si, as pessoas seguras também valorizam tudo o que já conquistaram. Mesmo que elas sonhem em chegar mais longe, sabem ser gratas pelo que têm no presente. Isso vale para tudo, carreira, bens materiais, conhecimento, comportamento, família, amigos, enfim, tudo o que faz parte de suas vidas.

Você tem exercido a gratidão? Saiba que ser grato nada tem a ver com conformismo, é perfeitamente possível valorizar o que se tem e o que se é no presente e desejar progredir no futuro. Inclusive, a gratidão é um dos grandes agentes de motivação que alguém pode ter. Aqueles que são gratos pelo que têm conseguem chegar muito mais longe do que os que mantêm o foco na insatisfação pelo que não têm.

Depois de conhecer as seis principais características das pessoas confiantes, conseguiu se identificar com alguma? Caso não tenha se identificado, saiba que é perfeitamente possível que desenvolva a sua autoconfiança e passe a acreditar mais em você. Para isso, basta que procure se conhecer e esteja empenhado em mudar a forma como se vê e se relaciona com o mundo e as pessoas ao seu redor. Quando adquirir a consciência de quem é e de todo o poder que tem, poderá conquistar tudo o que quiser. Lembre-se disso, confie mais em si mesmo e empodere-se!

Copyright: 570145195 – https://www.shutterstock.com/pt/g/lassedesignen

Deixe seu Comentário: