ovelha-negra-familia

Ovelha Negra da Família – Conceito Errado Mas Ainda Muito Utilizado

Por: José Roberto Marques | Blog | 15 de undefined de 2019

Você provavelmente já escutou a expressão “ovelha negra da família”, seja em uma conversa ou mesmo na música da cantora Rita Lee. Embora seja algo bastante comum de ser dito, a verdade é que esse é um conceito um tanto quanto inadequado e pejorativo, que serve apenas para reforçar estigmas e manter a pessoa considerada “diferente”, ainda mais distante. Se você se sente uma “ovelha negra” entre os seus familiares ou tem alguém próximo que se sinta assim, te convido a continuar lendo para saber mais e refletir a respeito do assunto.

O Que a Expressão “Ovelha Negra da Família” Significa?

A expressão “ovelha negra” é bastante antiga e surgiu através de uma situação que ocorria nos pastoreios, quando, por conta de uma mutação genética, uma ovelha nascia de cor preta, diferenciando-se da maioria, que era branca. Além da diferença na coloração da pelagem, os pastores diziam que esses animais tinham um comportamento distinto em relação aos demais, não acompanhavam o rebanho e davam mais trabalho.

Com isso, as pessoas passaram a chamar familiares que eram mais reservados ou tinham um comportamento diferente de “ovelha negra”, expressão que se tornou tão popular que foi parar até em uma música de grande sucesso, composta e interpretada pela cantora Rita Lee, em 1975. Na letra, a artista conta que levava uma vida sossegada, até que seu pai a chamou, disse que ela era a ovelha negra da família e que era hora de assumir essa condição e sumir.

Considerando esse significado, tanto da expressão em si, como da forma que é apresentado na música, te pergunto: você acredita que uma pessoa que tem um comportamento diferente, considerado “rebelde”, irá mudar por ser chamada de ovelha negra? A verdade é que a tendência é que ela se sinta ainda mais deslocada e se afaste cada vez mais. E é por isso que esse conceito é errado e deve ser evitado, pois leva um indivíduo a se sentir inadequado e rejeitado por aqueles que deveriam acolhê-lo.

7 Dicas Para Lidar de Modo Positivo Com a Ovelha Negra da Família

Embora seja mais comum ver adolescentes com um comportamento diferente, a verdade é que existem “ovelhas negras” de todas as idades. E, antes de julgar e se afastar, sugiro que considere as dicas a seguir, para que adote uma postura mais acolhedora, possa, de fato, conhecer a outra pessoa e, quem sabe, descobrir nela alguém muito especial.

1 – Abandone a Expressão “Ovelha Negra”

Em primeiro lugar, é importante que abandone a expressão “ovelha negra”, para que deixe de enxergar o seu familiar dessa forma e, também, evite passar a ideia adiante. Se ele tem um comportamento diferente e se mantém mais afastado, é porque tem algum motivo para isso e criar apelidos pejorativos não irá ajudá-lo em nada, muito pelo contrário. Se já fez isso e já o chamou dessa forma, reconheça que errou e peça desculpas, assim já estará dando um grande passo rumo ao acolhimento e entendimento.

2 – Procure Conhecer o Seu Familiar Verdadeiramente

Mesmo que se trate de um familiar próximo, como um irmão, por exemplo, é importante lembrar que a consanguinidade não garante que vocês se conheçam verdadeiramente, pois é através da convivência e do diálogo que isso acontece. Portanto, deixe o julgamento de lado e dê uma chance para que o outro se sinta à vontade na sua presença e vocês possam conversar, trocar experiências e compartilhar momentos. Acredite, esse acolhimento fará toda a diferença no relacionamento.

3 – Ouça o Seu Familiar na Essência

Sempre que estiver conversando com o seu familiar, procure ouvi-lo na essência, para que possa realmente entendê-lo e, assim, criem uma conexão poderosa. Continue fazendo isso mesmo que ele se mostre “rebelde” e diga que não quer conversar. Inclusive, evite levar para o lado pessoal qualquer coisa que ele disser a seu respeito, releve, pois são grandes as chances de que ele esteja passando por um momento delicado.

4 – Seja Empático e Não Julgue

Um dos maiores problemas que as pessoas que têm um comportamento diferente enfrentam de seus familiares é o julgamento, pois é através dele que expressões como “ovelha negra” surgem. E a melhor forma de não julgar é se colocar no lugar do outro e se imaginar naquela mesma situação. Fazer esse simples exercício irá permitir que mude sua visão em relação aos outros e evite tratá-los de uma forma que você não gostaria de ser tratado.

5 – Converse Com os Outros Familiares

Além de mudar o seu comportamento e a sua forma de olhar para o indivíduo considerado “diferente”, é interessante que chame os seus outros familiares para conversar. Explique que insistir nessa ideia de “ovelha negra” não irá ajudar e fará com que a pessoa se afaste cada vez mais. Aqui, também é fundamental que fale com carinho e evite fazer acusações, tenha sempre em mente que a intenção é tornar a família mais unida e isso apenas é conseguido quando se age com amor e paciência.

6 – Aprenda Com as Diferenças

Conforme for se aproximando do seu familiar, evite enxergar as diferenças que existem entre vocês com estranheza, preferindo aprender com elas. Se, por exemplo, ele é uma pessoa mais quieta, que gosta de jogos e livros, e você é mais expansivo e gosta de falar, se permita conhecer esse outro universo. Demonstrar interesse, além de permitir que conheça coisas novas, fará com que o outro se sinta verdadeiramente acolhido e amado.

7 – Incentive Seu Familiar a Procurar Ajuda

Caso o comportamento do seu familiar demonstre que ele esteja enfrentando algum problema de ordem emocional, como transtornos de ansiedade e depressão, por exemplo, incentive-o a procurar ajuda. Mostre a ele que cuidar da mente é tão importante quanto cuidar do corpo. E se, quando estamos com dores no corpo vamos ao médico, com dores de dente vamos ao dentista, quando a dor é na alma é preciso buscar ajuda também. Através do tratamento certo e do seu apoio, logo ele irá se sentir melhor.

Antes de tachar um familiar como “ovelha negra”, procure entender o motivo que está por trás do comportamento que ele está apresentando. Assim, poderá se aproximar, demonstrar o seu apoio e acolhê-lo, o que certamente irá ajudá-lo a se sentir melhor. Lembre-se sempre que a família é a base, é onde a história de cada indivíduo começa, portanto, honre essa missão com respeito e amor.

 

Copyright: 1177778056- https://www.shutterstock.com/pt/g/pixel-shot

Deixe seu Comentário: