autoengano

O Que é o Autoengano?

Por: José Roberto Marques | Blog | 09 de março de 2018

A mentira é uma atitude nociva que muitos cometem com o objetivo de esconder falhas, levar vantagens ou para fingirem ser algo que não são. Enganar os outros, por qualquer razão que seja não é correto, pois a verdade é sempre o melhor caminho e deve sempre prevalecer. Uma das facetas da mentira é o autoengano, uma espécie de mecanismo de defesa da mente que leva um indivíduo a acreditar em uma informação fantasiosa que ele mesmo criou. Continue acompanhando e entenda mais a respeito desse comportamento paradoxal do ser humano.

Quer ajuda para se livrar dos pensamentos tóxicos?
Clique aqui e acesse meu desafio
“Detox da Mente”!

A Origem do Autoengano e Suas Consequências

Quando uma criança leva um tombo, uma atitude comum a muitos pais é culpar o objeto que a fez cair, terceirizando a culpa pelo ocorrido. Muitos indivíduos carregam esse comportamento ao longo da vida e o que era apenas uma brincadeira e uma forma de suavizar a dor do pequeno ser, se transforma em algo mais sério. Assumir as consequências dos próprios atos é necessário para viver a maturidade em sua essência.

Deixar de assumir a sua responsabilidade ou de terceiros são formas de autoengano. Como no caso da pessoa que diz que não consegue uma promoção porque o chefe não vai com a cara dela ou dos pais que culpam as “más companhias” pelo comportamento inadequado dos filhos. De alguma forma, o indivíduo conhece a verdade, mas a esconde no inconsciente e passa a acreditar na mentira que ele mesmo criou para se proteger.

O autoengano entra em cena quando os seres humanos têm contato com algum tipo de informação que lhes fazem se sentir ameaçados. Então, ao invés de encarar a situação, eles blindam a mente com uma afirmação que os ofereça conforto e segurança. Por mais que, em alguns momentos, os mecanismos de defesa da mente sejam úteis para superar acontecimentos delicados, a verdade continua sendo a melhor forma de se fortalecer e aprender com todas as circunstâncias da vida.

O Ciclo do Autoengano

O autoengano cria um ciclo na mente de uma pessoa, que funciona da seguinte forma:

  • Um problema real acontece;
  • Cria-se uma causa irreal na mente como forma de proteção;
  • Essa causa fantasiosa não é capaz de solucionar o problema;
  • O problema se agrava.

Para que fique mais claro, imagine um casal em que um dos cônjuges é infiel. O outro, para se proteger do sofrimento, culpa as pessoas com as quais seu par se envolve e se apega nisso para acreditar que está tudo bem com o seu casamento. Como se pode ver, o problema não foi resolvido e certamente irá persistir, assim como o sofrimento. Aceitar que se tem um problema, por mais doloroso que seja, sempre é o melhor caminho para resolvê-lo e superá-lo.

Situações Comuns de Autoengano

O autoengano pode se manifestar de diversas maneiras. Veja quais são as suas formas mais comuns.

Desaprovação: é bastante comum que pessoas que tenham vontades ocultas critiquem aquelas que vivem isso na prática. Como, por exemplo, que vestem roupas extravagantes e que chamam bastante atenção ou que frequentam determinados tipos de festas. No fundo, elas gostariam de fazer o mesmo, mas não fazem nada disso por algum motivo que está represado. Assim, acabam se contradizendo e mostrando para a sociedade que desaprovam aqueles que frequentam ambientes desse tipo ou vestem com aqueles trajes.

Você é feliz?

Euforia: muitos se recusam a transparecer que estão sofrendo, por isso, demonstram um grande sentimento de euforia, que muitas vezes é exagerado. Tentam mostrar que são completamente felizes e que nada os abala, mas em seu interior carregam muitas dores.

Vícios: um comportamento bastante comum entre os indivíduos que têm vícios é mentirem para si mesmos que podem parar a qualquer momento. Trata-se de um mecanismo de defesa que leva a pessoa a acreditar que tem total controle da situação, mesmo que ela não tenha.

Desdém: um tipo de atitude que tem como objetivo suprir alguma carência, seja de bens materiais ou afetiva. O indivíduo afirma que não tem o menor interesse por aquilo que deseja ter como forma de se proteger da falta emocional que isso lhe faz.

Características Comportamentais: muitas pessoas criam uma proteção para justificar certas características, como excesso de bondade e timidez, por exemplo. Em muitos casos, trata-se de um autoengano para disfarçar o orgulho e a dificuldade de falar algo e ser criticado.

Como Evitar o Autoengano e Viver a Realidade

Por mais desafiadora que possa se mostrar em algumas situações, a realidade é maravilhosa. Quando vivemos com os dois pés no chão temos a oportunidade de vivenciar experiências em plenitude, aprender, errar, recomeçar, acertar. A cada dia nos é dado uma nova chance de fazer diferente e irmos além. Neste sentido, confira a seguir as dicas que compartilhei para que você possa aprender a desfrutar da sua vida na essência e conquistar tudo o que deseja.

Se Conheça Verdadeiramente

O autoconhecimento é como a chave de um baú que guarda um grande tesouro: você. Ao abri-lo, irá descobrir quem é verdadeiramente, suas características mais marcantes, pontos positivos e de melhoria. Além de conhecer os seus sentimentos, descobrirá a origem deles e as emoções e comportamentos que são capazes de gerar. Assim, assumirá o controle sobre si e entenderá, definitivamente, que é capaz de encarar as situações para resolvê-las, sem precisar criar ideias fantasiosas que mascarem o que sente.

Amplie Sua Visão Sobre as Coisas

Sempre que algo te incomodar, procure fazer uma análise sobre o ocorrido. Busque entendimento a respeito dos seus sentimentos em relação à situação, e o comportamento dos outros indivíduos envolvidos. Conversar com pessoas próximas em quem confie também pode ajudar a ampliar a sua visão e permitir que enxergue além do que a sua mente está te mostrando. A ideia não é que busque problemas onde não tem, mas sim que deixe de enxergar o que está na sua frente e minta para si mesmo.

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

Viva de Forma Consciente

Você não precisa mentir para si mesmo para atenuar um sofrimento, pois tem total capacidade e força para superá-lo. Comece a viver de forma consciente, desfrutando de cada momento na essência, sem se deixar consumir pela ansiedade e verá que tudo pode ter o seu lado positivo. Aquilo que te assusta no início pode lhe trazer uma bagagem extraordinária de aprendizado. Aprecie a vida e verá o quanto ela pode ser maravilhosa.

O autoengano é uma armadilha que a mente humana é capaz de criar para ocultar problemas e amortecer dores. Esse padrão de comportamento acaba aumentando o sofrimento, já que tira o foco da solução. Evite mentir para si, pois, por mais desafiante que pareça encarar o problema de frente é fundamental para viver de forma plena e saber valorizar e agradecer por cada momento de felicidade e aprendizado. Não se engane mais e se permita viver a sua melhor versão!

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: