Ego inflado – Veja Dicas de Coaching Para Lidar com uma Pessoa Assim

Por: José Roberto Marques | Blog | 14 de março de 2017
Pessoa de ego inflado mostrando sua superioridade

Koldunova Anna/Shutterstock O ego inflado pode ser muito perigoso, se não for controlado!

Não tem jeito, quando a pessoa tem o ego inflado, pode ser complicado se relacionar com alguém que tem este perfil e apresenta comportamentos autocentrados. A grande questão é que, na maioria das vezes, o indivíduo egoísta não percebe que está exagerando e, sem perceber, isso acaba afetando suas relações profissionais e pessoais também.

Uma pessoa de ego inflado é aquela que se vangloria o tempo todo, que é autoconfiante, se acha melhor que todo mundo e que não aceita ser questionada, pois claro, está sempre certa. No trabalho, quer a todo o momento destacar o seu trabalho e ideias e, em decorrência disso, pode ser inoportuna e passar por cima de chefes e colegas para conseguir chamar atenção e crescer na carreira.

Clareie seus pensamentos com meu ebook “Detox da Mente”!
Um desafio que irá te ajudar a ter uma vida mais leve e feliz!

Na vida pessoal este traço da personalidade, também pode ser um problema, pois como é “cheia de si”, a pessoa egoísta não abre espaço para reconhecer as qualidades do outro ou se interessar de verdade por elas. Assim, insiste em tomar todo o espaço da relação para suprir apenas suas necessidades, sem se importar com as do parceiro ou parceira.

O mesmo se aplica as amizades e relações sociais e familiares, o que faz com que o indivíduo com o ego inflado seja visto, por muitos, como alguém pouco confiável. Isso torna realmente difícil manter um relacionamento positivo com uma pessoa que se autodenomina a melhor em tudo e que é egocentrada.

Dicas de Coaching para Lidar com o Ego Inflado

Para evitar prejuízos desta natureza é importante que algumas medidas sejam tomadas, no intuito de corrigir falhas e os excessos comportamentais do indivíduo com ego inflado. Vamos dicas de Coaching para isso:

Você é feliz?

Dê Feedbacks

Como disso ainda pouco, muitas vezes, a pessoa nem percebe que tem determinados comportamentos nocivos e como isso impacta todos à sua volta. O feedback é uma ferramenta excelente para conferir ao amigo ou colega de trabalho um senso de realidade e para mostrar-lhe como sua forma de ser pode ser negativas, às vezes. Para isso, não ofenda a pessoa, aponte apenas as atitudes ruins e seus efeitos, pois um feedback é sempre sobre suas ações.

Coloque-se em Seu Lugar

Isso também se chama empatia, que é a habilidade de se colocar no lugar da outra pessoa e, por alguns momentos, sentir com seus sentimentos e pensar com a sua mente. Isso facilita a que possa entender o mindset do outro e julgar seus comportamentos sob outras perspectivas e evitar desentendimentos desnecessários.

Seja Paciente

Não adianta perder a cabeça com as atitudes negativas da outra pessoa, pois você perde a compostura e acaba sendo o “vilão” da história quando bate de frente.  Procure exercitar  sua paciência e inteligência emocional.

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

Não Trate como Pessoal

Isso quer dizer que o problema é da pessoa e não seu. Ou seja, esta é a sua forma de pensar e agir e, não necessariamente um problema dela com você.  Para evitar conflitos desta natureza em seu trabalho, não bata de frente e nem fique provocando. Mantenha o foco em suas atividades, faça o seu melhor, mostre suas qualidades e deixe seu colega egoísta no espaço dele.

Aproveite estas dicas e, se caso a pessoa com ego inflado, mantenha-se igual, deixe que o tempo ensine-a qual é melhor caminho e, enquanto isso; busque ter uma convivência harmônica e pacífica.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário: