Autoestima Baixa – 7 Dicas do que Fazer para Melhorar

Por: José Roberto Marques | Blog | 09 de março de 2017
 Mulher com as mãos na cabeça, preocupada por ter autoestima baixa

Antonio Guillem/Shutterstock Combater a baixa estima é importante. Veja 7 dicas de como fazer isso!

Falta de confiança e insegurança: estes são alguns sinais da autoestima baixa, quando a pessoa não se vê de maneira positiva, não reconhece suas qualidades, competências e talentos e apenas se autodeprecia. Em decorrência deste problema, tanto no trabalho, como nas relações afetivas, familiares e sociais, ela pode ter grande dificuldade em se posicionar, o que pode prejudicá-lo em todos os sentidos e aumentar mais sua falta de estima.

Quando a pessoa gosta de si mesma, se valoriza, reconhece seu potencial, seus resultados, esforços e talentos, ela acaba por sentir-se bem em ser quem é, e consegue construir uma relação positiva consigo mesma e com os demais. Por outro lado, quando sua autoestima é baixa, ela não consegue, no trabalho ou na vida pessoal, ter coragem para mostrar suas ideias, opiniões e desejos e acaba se tornando submissa.

Além disso, seus pensamentos acabam sempre boicotando sua vontade de vencer o problema e ousar fazer diferente, pois ficam dizendo, a todo o instante que ela: não é capaz; que não vai conseguir; que não é inteligente ou boa o suficiente para dar conta do recado, ter o sucesso e a felicidade que merece ter. Está na hora então de combater estas atitudes autodepreciativas, mudar estas crenças e comportamentos nocivos e permitir-se, se amar e ir além.

Dicas para Combater a Autoestima Baixa

  1. Busque identificar as fontes da sua baixa autoestima (problemas na infância ou adolescência, influências negativas dos pais, parentes e amigos?) isso é importante para entender a origem do problema e trabalhar em sua resolução.
  1. Avalie se o seu problema de autoestima é pontual, acontece de vez em quando, ou é frequente. Ter esta noção é importante para que você possa entender melhor o problema e, escolher, ferramentas efetivas para eliminá-lo.
  1. Procure ajuda especializada, pois muitos profissionais como, por exemplo, um coach pode te ajudar a lidar com esta dificuldade, a definir estratégias e um plano de ações efetivo para aumentar sua autoestima.
  1. Sempre que algum pensamento ruim quiser lhe colocar para baixo, combata-o veementemente, com pensamentos positivos e busque reiterar suas qualidades.
  1. Não deixe que nada nem ninguém te coloquem para baixo com comentários negativos e que apenas insuflam sua falta de autoconfiança. Ninguém tem o direito de fazer isso, nem mesmo você, portanto, seja seu melhor amigo, alimente pensamentos bons e cuide melhor de si mesmo.
  1. Reconheça seus talentos, suas competências, habilidades e qualidades e use isso ao seu favor diariamente em seu trabalho e vida pessoal. Esta é uma forma de combater seus medos e inseguranças, de começar a agir de modo diferente e de se empoderar.
  1. Evite pessoas e ambientes nocivos, onde você se sinta constantemente degradado, rebaixado e não reconhecido, respeitado e amado pelas pessoas como merece ser. Prefira locais onde se sente bem.

Por fim, não deixe que sentimentos ruins acabem sabotando você. Procure ajuda, faça Coaching, colabore para o desenvolvimento de uma autoestima positiva, que te leve a gostar mais de você a ir além. Experimente se amar mais, isso tem um poder incrível.

 

Deixe seu Comentário: