estresse-e-coaching

Administração do Estresse com Coaching

Por: José Roberto Marques | Blog | 15 de dezembro de 2018

Há anos o Brasil figura nas estatísticas como o segundo país mais estressado do mundo. Esta constatação não é novidade para a maioria dos brasileiros, que diariamente, sentem e vivem, na pele, os reflexos do estresse e de uma vida repleta de compromissos e responsabilidades.

Os motivos para, às vezes, ou, quase sempre, nos sentirmos tão esgotados e a ponto de explodir, são os mais variados. Excesso de trabalho, violência, trânsito caótico, auto cobrança profissional e pessoal, falta de tempo, contas a pagar, falta de dinheiro, desemprego e dificuldades nos relacionamentos: são algumas das razões que nos tiram a paz.

Estresse no trabalho

Além disso, segundo uma recente pesquisa, realizada pelo Stress Management Association (Isma-BR), com profissionais de 25 a 60 anos, das cidades de São Paulo e Porto Alegre; apontou que 89% dos entrevistados sentiam-se estressados por não receberem nenhum reconhecimento de sua empresa ao seu trabalho.

Este resultado, além de alarmante é bastante expressivo, pois demonstra, na prática, que boa parte deste esgotamento e cansaço dos colaboradores se dá pela falta de contrapartida das empresas à sua dedicação. Então, se o funcionário dá o seu melhor e se dedica, com todo afinco, ao seu trabalho e não recebe o reconhecimento que merece, esta insatisfação vai apenas elevando o nível de estresse do profissional.

Isso também vai diminuindo progressivamente sua motivação, produtividade e qualidade de vida, dentro e fora deste ambiente. Consequentemente, nos tornamos pessoas estressadas, menos flexíveis e mais cansadas e infelizes.

O que pode causa o estresse no Trabalho

Antes de abordarmos as formas de lidar com o estresse no ambiente de trabalho acredito que seja importante sabermos o que pode causá-lo, uma vez que identificando a causa, o profissional tem a possibilidade de eliminá-la na raiz.

Pressão exacerbada

Existem empresas e gestores que empregam tanta pressão em cima de seus colaboradores, que os mesmos acabam desenvolvendo quadros de estresse crônico. A pressão geralmente acontece quando a organização estabelece metas, muitas vezes inalcançáveis, obrigando os profissionais que nela atuam a atingi-las. Isso faz com que os mesmos, por se frustrarem, acreditando serem os piores profissionais e indivíduos que existem, acabem se estressando de maneira extrema com as situações ao seu redor.

Competitividade exagerada

Outra grande causa do estresse ocupacional está na cultura que muitas empresas tem de estimular a competitividade de forma exagerada entre seus colaboradores. Em certo nível, a competitividade é importante e incentiva o profissional a busca o seu próprio aperfeiçoamento. Entretanto, se no dia a dia esta competitividade passa a ser mais agressiva, incentivando os colaboradores a usarem qualquer tipo de artifício para se destacarem no ambiente de trabalho, as chances de causar prejuízos e doenças ocupacionais nos funcionários é muito maior, do que de gerar bons resultados.

Sobrecarga de trabalho

Hoje em dia é comum ver profissionais levando trabalho para casa, trabalhando aos finais de semana, de madrugada, em seus momentos de folga e lazer, esquecendo-se que precisam descansar para produzirem melhor. É importante enfatizar, que quando o indivíduo sente-se sobrecarregado de trabalho, ou seja, quando vive com a sensação de que o que ele faz não é o suficiente ou quando não consegue delegar algumas tarefas a seus subordinados, por exemplo, a probabilidade se desenvolver, de maneira silenciosa, um quadro de estresse ocupacional, aumenta de forma significativa.

A tecnologia como principal inimiga

Seguindo adiante com o assunto estresse no trabalho, acredito ser essencial falar sobre um tema que tem causado bastante estresse nos mais diversos tipos de profissionais ao redor do mundo: a tecnologia e suas ferramentas.

Como eu disse no item anterior, atualmente, as pessoas não param de trabalhar nem por um minuto. Nesse contexto, algo que veio agravar ainda mais esta situação, foi o avanço tecnológico, que por meio de suas ferramentas, praticamente mantém indivíduos alertas, quase que 24 horas por dia.

São mensagens de e-mail e de texto, que podem ser lidas e respondidas instantaneamente na palma da mão, por meio dos smartphones, que fazem com que profissionais do mundo inteiro mantenham-se ainda mais conectados ao trabalho, mesmo quando não estão mais dentro da empresa.

Esta alteração na rotina de trabalho de muitas pessoas, tem levado muitos pesquisadores a estudarem os impactos que a tecnologia está gerando sobre colaboradores dos mais diversos tipos de empresas. Porém, uma coisa é certa: já é possível ver que este tipo de mudança tem gerado bastante estresse em indivíduos que não tem conseguido se desligar das empresas em que trabalham.

Como o Coaching Ajuda a Administrar o Estresse

Ao saber de todas estas informações é natural surgir à pergunta – Ainda assim, é possível fazer uma administração do estresse? Com certeza, a resposta é sim! E um método efetivo, que pode ajudar neste caminho, é o Coaching.

Com diversas técnicas e ferramentas, este extraordinário processo de desenvolvimento humano, ajuda a pessoa a identificar as fontes causadoras de seu estresse e, a trabalhar, assertivamente, para eliminá-las. Este apoio é essencial para eliminar a sensação de cansaço e estafa constante.

Assim, se, por exemplo, foi identificado que os problemas de estresse são causados pelo excesso de trabalho, o processo de Coaching irá ajudar o cliente (coachee) a identificar as crenças e comportamentos que estão sabotando seus resultados e sua qualidade de vida e trabalhar para deletá-los.

Em seguida, sempre o auxílio de um coach, o coachee terá todo o suporte para que possa fazer um planejamento profissional efetivo, de modo que isso ajude a pessoa a gerir melhor o seu tempo, atender suas tarefas e conciliar suas necessidades de forma mais equilibrada.

Encontrando Equilíbrio 

Por falar equilíbrio, esta deve ser a palavra de ordem de qualquer indivíduo que queira eliminar o estresse constante de sua vida. Entretanto, para conquistar este estado desejado é preciso aprender a dizer não ao excesso de responsabilidades, ter foco, prioridades bem definidas e saber o momento de parar e simplesmente desligar o pé do acelerador.

Nos dias atuais, tudo isso pode parecer uma tarefa difícil e uma realidade bem distante, porém, com dedicação e força de vontade é totalmente possível vencer os males do estresse. Com isso, é possível ter mais tempo para cuidar da sua saúde; estar com seu cônjuge, filhos, familiares; praticar seus hobbies, sair com seus amigos; descansar, a mente e o corpo, e conquistar maior autossatisfação e paz interior.

Busque o seu melhor, não deixe o estresse dominar os seus dias. Invista em Coaching para eliminar seus efeitos nocivos. Invista em você, no seu bem-estar e conquiste a qualidade de vida que merece ter. Pense nisso, permita-se relaxar e conte com o processo de Coaching para alcançar seu equilíbrio!

Créditos Imagem: Por KieferPix – ID da foto stock livre de direitos: 657221023

Deixe seu Comentário: