Voltar

Tipos de Ergonomia

Publicado em | 0 comentários

Marcin Balcerzack/Shutterstock A Ergonomia ajuda a melhorar todos os processos que tangem o bem-estar dos colaboradores

A palavra Ergonomia deriva do grego Ergon [trabalho] e Nomos [normas, regras, leis]. Ela tornou-se, com o tempo, uma forma de estudar e orientar de forma sistêmica todos os aspectos da atividade humana.

Sua intenção da ergonomia é gerar uma abordagem holística, considerando tanto os aspectos físicos, cognitivos como também sociais; organizacionais e ambientais. Seus principais objetivos são: otimizar o bem-estar humano e o desempenho global dos sistemas nas empresas.

 Os 3 Principais Tipos de Ergonomia

Ergonomia Física: Está relacionada às características da anatomia humana, antropometria, fisiologia e biomecânica em sua relação com a atividade física. Os tópicos relevantes incluem o estudo da postura no trabalho, manuseio de materiais, movimentos repetitivos, distúrbios músculo-esqueletais relacionados ao trabalho, projeto de posto de trabalho, segurança e saúde.

Ergonomia Cognitiva: Se refere aos processos mentais, tais como percepção, memória, raciocínio e resposta motora conforme afetem as interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema. Os tópicos relevantes incluem o estudo da carga mental de trabalho, tomada de decisão, desempenho especializado, interação homem computador, estresse e treinamento conforme esses se relacionem a projetos envolvendo seres humanos e sistemas.

Ergonomia Organizacional: Concerne à otimização dos sistemas sócio-técnicos, incluindo suas estruturas organizacionais, políticas e de processos. Os tópicos relevantes incluem comunicações, gerenciamento de recursos de tripulações (domínio aeronáutico), projeto de trabalho, organização temporal do trabalho, trabalho em grupo, projeto participativo, novos paradigmas do trabalho, trabalho cooperativo, cultura organizacional, organizações em rede e gestão da qualidade.

Como podemos perceber, a Ergonomia  Física, Cognitiva e Organizacional nos ajudam, de diferentes maneiras, a termos maior bem-estar, saúde e satisfação, tanto física como emocional no contexto de trabalho e, com isso, a evitar problemas e distúrbios que prejudiquem nossa produtividade e resultados.

Tanto no que tange os processos, as condições físicas e mentais, a ergonomia deve ser tratada como uma poderosa aliada dos colaboradores e também das empresas e sociedade. Por isso, este é um trabalho essencial para que o capital humano das organizações possa desempenhar seu papel dispondo das condições adequadas.

Agora que conhece um pouco mais sobre os três  principais modelos de ergonomia existentes e sabe como cada um dos tipos contribui para o desenvolvimento e crescimento dos profissionais, utilize estas informações, em seu dia a dia, para melhorar sua qualidade de vida no trabalho e a potencializar os seus resultados. Fique atento à sua ergonomia e bom trabalho!

Gostou do texto? Aproveite estes poderosos conhecimentos, curta, comente e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!