Voltar

As principais competências profissionais

Publicado em | 0 comentários

O mercado de trabalho, independente da área de atuação, exige competências profissionais essenciais, além das competências técnicas para o desempenho da atividade | Créditos da imagem: DepositPhotos – autor:Wavebreakmedia

Percebemos que hoje em dia o mercado de trabalho, independente da área de atuação do profissional, exige competências profissionais essenciais, além das competências técnicas para o desempenho da atividade. O comportamento do indivíduo frente no desempenho de suas atividades laborais é muito relevante para construir uma boa imagem e, assim, ser bem visto e valorizado como um bom profissional.

Competências profissionais essenciais

No dia a dia de uma organização, certas competências se tornaram indispensáveis para o bom desempenho das atividades pois atribuem celeridade aos processos, melhorias no clima organizacional, maior assertividade nas tomadas de decisão e resultados mais significativos. A seguir, relaciono algumas dessas competências.

Visão de negócios

Ter uma visão de negócios apurada permite que o indivíduo conceba planos estratégicos que contemplem toda a organização, que anteveja cenários com potencial para influenciar a empresa, negativamente ou positivamente, e se prepare para lidar com essa conjuntura de forma a extrair os melhores resultados.

Bom trabalho em equipe

Saber lidar com outras pessoas no dia a dia de trabalho, relevar as diferenças e a empatia natural que se tem por algumas pessoas e por outras não, tratar a todos profissionalmente e com objetividade são alguns atributos de pessoas que cada vez mais são bem quistas pelas organizações, pois dinamizam o fluxo dos processos e promove um clima organizacional agradável.

Liderança

Ser capaz de influenciar as pessoas positivamente, trazê-las para sua causa, cativá-las, motivá-las e dar o exemplo a todos. Esses são alguns dos atributos que líderes possuem e que são muito desejados pelas organizações pois trazem um alto desempenho e um bom clima organizacional.

Autoconhecimento

O indivíduo que se conhece bem, tem mais assertividade em suas decisões, sabe o que quer e o que tem de fazer para isso, tem foco e metas e sabe a melhor forma de se organizar para desempenhar seu trabalho.

Atitude/iniciativa

Muitas vezes no ambiente de trabalho vemos que as pessoas sabem as atividades que necessitam desenvolver, mas esperam que a ordem venha da chefia ou que o prazo final se aproxime. Pessoas com iniciativa são bem vistas pelas organizações por proverem dinamicidade aos processos, maior produtividade e também por influenciarem as outras pessoas a seguir seu ritmo.

Foco nos resultados

As pessoas que estão orientadas para o resultado final diligenciam suas atividades com motivação e não se contentam com o trabalho não finalizado. As organizações estão focadas nos resultados, por isso, ter uma postura de comprometimento com o resultado final é muito bem visto no mundo corporativo.

Adaptabilidade

Esse é um atributo cada vez mais valorizado devido a velocidade que evolui as tecnologias da informação, os modelos de negócios e as exigências de cada organização. Por isso, o profissional deve ser maleável e se adaptar às exigências das organizações para alcançar o sucesso.

As empresas, cada vez mais, buscam indivíduos que possuam essas competências, e outras, bem desenvolvidas. As formações em Coaching propiciam às pessoas a possibilidade de evoluir, no âmbito pessoal e profissional. Através de suas ferramentas e técnicas otimiza as competências dos indivíduos, levando-os à alcançar uma alta performance profissional e produzir resultados. Conheça mais sobre a formação em coaching mais completa do Brasil, o PSC – Professional and Self Coaching.

 

Gostou do meu artigo? Comente e compartilhe esse conteúdo com seus amigos e familiares.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!