Voltar

Outubro Rosa – O Combate ao Câncer de Mama e a Importância do Autoexame

Publicado em | 0 comentários
Outubro Rosa

Elwynn/Shutterstock O autoexame é fundamental para identificar de forma precoce a doença!

Você sabia que segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) 22% dos novos tumores registrados todos os anos são de Câncer de Mama? Pois é, saiba também que o autoexame pode ajudar você a fazer um diagnóstico precoce, tratar a doença logo no início e aumenta suas chances de cura poderosamente. Então, é hora de se tocar!

Para isso é importante vencer a crença limitante ou mesmo o tabu que impede muitas mulheres de falaram sobre câncer e até mesmo citar seu nome. O fato é que não falar no assunto não vai autocurar você caso haja uma predisposição para a doença, portanto, não cuidar-se e fazer o que é certo pode lhe prejudicar muito.

Neste sentido, este ano o mote da campanha do INCA é: Câncer de Mama – Vamos falar sobre isso? Com o intuito de realmente estimular o debate sobre este importante assunto, levar cada vez mais informações sobre a doença para que assim haja um diagnostico precoce e também se aumente as chances de sobrevida das pacientes.

O Outubro Rosa

A Campanha Outubro Rosa foi criada, na década de 1990, nos Estados Unidos com o intuito de conscientizar a população americana sobre a importância de fazer o autoexame e de aumentar o controle sobre o câncer de mama. Deu tanto certo que o movimento viralizou e, hoje, este mês é celebrado em todo o mundo com o de combate a doença.

A Importância do Autoexame

Uma recente pesquisa realizada pelo INCA revelou que em 62% dos casos (inicial e intermediário), os primeiros sinais da doença foram constatados pelas próprias mulheres ao fazerem seu autoexame periódico. Isso só comprova a importância de fazer o autotoque todos os meses e verificar se há ou não algum tipo de alteração na mama.

Fatores de Risco ao Câncer de Mama –

Fatores Ambientais:

  • Sedentarismo (não fazer nenhum exercício físico)
  • Consumo de bebidas alcoólicas;
  • Sobrepeso e obesidade (especialmente após a menopausa);

Fatores Hormonais e Reprodutivos:

  • Primeira menstruação antes de 12 anos;
  • Não ter tido filhos;
  • Primeira gravidez após os 30 anos;
  • Não ter amamentado;
  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona);
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Fatores Genéticos e Hereditários

  • História familiar de câncer de ovário;
  • Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
  • História familiar de câncer de mama em homens;
  • Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

Sinais e Sintomas

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos.

*Fonte: INCA

 A Prevenção da Doença

Segundo a médica epidemiologista Liz Almeida, todos os anos 58 mil novos casos de câncer de mama são registrados no Brasil e como medidas simples, alguns casos poderia ser evitados. “Apenas com a manutenção do peso corporal adequado seria possível reduzir esse número em 10%”, destaca a especialista que também é chefe da Divisão de Pesquisa Populacional do INCA.

Por isso, para prevenir a doença é essencial ter alguns cuidados básicos e essenciais como – controlar o peso; ter uma alimentação saudável; praticar atividades físicas com frequência, evitar bebidas alcoólicas e também amamentar.

Muito Importante ↓Veja Como Fazer o Autoexame↓

 

Deitada ou durante o banho -

Outubro Rosa

Monchanok/Shutterstock Veja como fazer o autoexame durante o banho e deitada em sua cama

Coloque sua mão direita atrás da cabeça, e em seguida deslize os dedos médio, indicador e anelar da mão esquerda em movimentos circulares suaves por toda mama direita. Inverta e faça o mesmo com a mama esquerda.

De frente para o espelho

Outubro Rosa

EtoileArk/Shutterstock De pé, de frente para o espelho, veja também como fazer seu autoexame!

1 – Com os braços abaixados, observe suas mamas e veja se há alguma mudança.

2 – Com os braços levantados e mãos atrás da cabeça, analise se os contornos dos seus seios e do bico estão normais ou se há alguma alteração.

3 - Agora, com as mãos apertando a cintura, observe novamente se há alguma alteração nas mamas.

4 – Com a mão esquerda atrás da cabeça, com os dedos indicador, anular e médio verifique se sai alguma secreção do bico de sua mama. Faço o mesmo com o seio direito e analise também a textura da pele ou se há algum nódulo.

Quando fazer?  Todo mês sempre uma semana depois do fim de sua última menstruação. Mesmo que já não esteja mais em idade menstrual, as mulheres na menopausa, por exemplo, também devem escolher um dia do mês para fazer seu autoexame.

O que procurar?  Secreções nos mamilos, alterações na mama (nódulos) e mudanças na pele e mamilos (aparência de casca de laranja e retrações).

Importante – Vale observar que sempre que houver alguma alteração o ideal é procurar um médico mastologista, especialista no assunto, para que ele possa avaliar o caso e dar o diagnóstico correto. Em todo caso, procure sempre manter-se calma e positiva, pois nem sempre uma alteração mamária se configura em um câncer de mama.

Faça sua Parte – Divulgue o Outubro Rosa em sua Empresa

Outubro Rosa

ESB/Professional Leve a campanha do Outubro Rosa para sua empresa!

Como empresário acredito que temos um papel importante dentro de nossas empresas e que devemos estar comprometidos com a saúde e bem-estar de nossas colaboradoras. No Instituto Brasileiro de Coaching – IBC nós já aderimos ao Outubro Rosa há alguns anos e fazemos campanhas internas e palestras para orientar e conscientizar nossas colaboradoras sobre a importância da prevenção e do autoexame.

Se você é empresário faça sua parte também. Busque levar esta poderosa e importante campanha para sua empresa e funcionárias e também para suas clientes. Divulgue informações sobre o Outubro Rosa, fale sobre o tema e busque informar suas profissionais. Assim, além de prevenir e combater a doença, criamos uma corrente do bem de multiplicadores destes conhecimentos, que dentro e fora da empresa podem levar estas instruções às suas famílias e amigos e ajudar na prevenção.

Se você também acredita nisso, compartilhe este texto nas suas redes sociais e espalhe estas informações importantes para mais e mais pessoas. Vamos juntos combater o câncer de mama! Conto com você”

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!