Voltar

O comportamento das pessoas nas organizações

Publicado em | 0 comentários

© Depositphotos.com / pressmaster O comportamento das pessoas dentro de uma organização é diretamente influenciado pelo perfil de liderança, que define objetivos e metas a serem cumpridas.

O comportamento das pessoas dentro das organizações já foi alvo de diversos estudos que buscavam entender a funcionalidade da empresa de forma geral. Para construir este tipo de estudo, não basta apenas analisar as pessoas de uma forma individual. Toda a organização deve ser analisada de ponto a ponto.

Entenda os motivos de isso ser tão importante para a compreensão do comportamento dos profissionais e como melhorar o desempenho deles com o passar do tempo:

O comportamento das pessoas nas organizações vem de cima para baixo

O perfil de liderança é essencial para a determinação do comportamento que os profissionais contratados terão no dia a dia de trabalho. Isso porque, apesar das diferentes teorias de sistematização empresarial, há algo que nunca muda: os líderes formulam o comportamento organizacional e, a partir disso, toda a engrenagem funciona.

Isso acontece porque as pessoas que gerenciam juntas uma organização têm uma finalidade, um mesmo objetivo e metas a serem cumpridas. Com isso, um sistema de trabalho é criado com diversas atividades, prazos e estratégias para atender o que foi determinado previamente pelos que comandam a empresa.

Portanto, para entender o comportamento das pessoas dentro de um ambiente profissional, é necessário saber o que ela propõe: quais as finalidades, quais os métodos de operação, qual a política de relações humanas e quais os perfis de liderança predominantes.

Sabendo de tudo isso, pode-se afirmar que o comportamento das pessoas na empresa já vem pré-determinado de baixo para cima. Mesmo que haja autonomia entre os colaboradores, todas as escolhas que eles tomarem ainda estarão de acordo com o modelo proposto previamente.

Como tornar o comportamento das pessoas nas organizações mais adequado?

Em todas as empresas, há treinamentos para adequar os funcionários ao que a organização precisa e acredita. Você encontra isso em todos os setores do mercado, e é considerado um procedimento normal. Porém, esses treinamentos não podem ficar restritos apenas ao início da trajetória dos profissionais contratados.

Investir em treinamentos comportamentais é uma atitude bastante sábia diante da realidade do mercado, em que uma pessoa que perde as constantes atualizações acaba ficando para trás. Essa é uma forma de aumentar a unidade da empresa e diminuir despesas.

Veja um exemplo: muitas organizações têm que passar por processos de turnover, às vezes dispendiosos e que rendem até processos judiciais. Isso ocorre simplesmente por não haver uma gestão de pessoas eficiente, fazendo com que o comportamento das pessoas se torne algo suscetível a erros constantes e que podem acabar ocasionando uma demissão.

Em vez de seguir por esse caminho, que tem a rotatividade como lema, que tal cuidar mais daqueles que fazem parte da equipe? Realizar treinamentos e proporcionar mais especializações?

Tudo isso pode ser um diferencial para uma empresa que está numa disputa acirrada dentro do seu próprio nicho.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!